Earn2Trade Blog
Bear Trap

Bear Trap – Tudo o que você queria saber sobre essa armadilha

Os investidores estão sempre falando sobre mercados de alta e mercados de baixa. Mercados de alta ocorrem quando o sentimento predominante é de compra, portanto os preços das ações estão subindo. Por outro lado, os mercados de baixa ocorrem quando o sentimento predominante é de venda, logo os preços das ações estão em queda. Durante esses mercados, os investidores podem entender que o mercado está lhes dizendo uma coisa, quando, na verdade, está fazendo o exato oposto. Em outras palavras, eles podem se enganar e cair em uma armadilha. A Bear Trap é uma reversão temporária na tendência do mercado que pode enganar os investidores e, consequentemente, causar grandes perdas.

blog ad pt e2t

O que é uma Bear Trap?

Uma Bear Trap é um padrão técnico que normalmente ocorre quando uma ação ou índice mais amplo sofre uma reversão temporária durante uma tendência de alta. Esses padrões podem enganar os investidores e fazem com que operem vendidos com a expectativa de que o preço cairá, o que acaba não acontecendo.

Você também pode gostar: 

Como uma Bear Trap funciona?

As Bear Traps funcionam de maneira simples, porém certos detalhes podem ser complexos. Os investidores são levados a acreditar que uma queda é iminente, o que faz com que eles abram posições vendidas para especular sobre o ativo. Se o ativo permanecer estável ou subir após a venda a descoberto, o investidor terá prejuízo. Enquanto alguns investidores vendem um ativo em queda para garantir uma parte do lucro obtido, investidores mais pessimistas podem vender a descoberto esse mesmo ativo em queda. Nesse caso, a intenção é lucrar com a queda e recomprar o ativo assim que o preço atingir um determinado nível. No entanto, se essa tendência de queda não se concretiza ou chega ao fim rapidamente, essa breve reversão de preço é então identificada como uma Bear Trap. 

As Bear Traps podem ser causadas deliberadamente por grandes investidores institucionais. Nesses casos, o objetivo é induzir os traders menores a pensarem que há uma oportunidade de operar vendido. Quando houver um número suficiente de traders com posições vendidas, os grandes investidores mudam de direção e passam a operar comprados, revertendo os movimentos de preço. 

As Bear Traps podem aparecer de diversas maneiras. Entre as mais comuns estão a Bear Trap de suporte e a Bear Trap de volume. A primeira acontece quando o preço atinge um nível de suporte ou o rompe brevemente e volta a subir logo em seguida. A segunda ocorre exatamente da mesma maneira, mas se baseia no volume e não no suporte. 

Como identificar uma Bear Trap

São três as maneiras principais de identificar uma Bear Trap: por meio dos níveis de suporte, por meio do uso de médias móveis e por meio da análise do volume durante os movimentos de preço. Sempre que as ações iniciam uma reversão e atingem novos máximos ou mínimos, o volume tende a acelerar. Portanto, quando o mercado muda de direção e o volume permanece baixo, isso pode ser um sinal de Bear Trap. Os investidores costumam usar padrões técnicos para analisar e avaliar as tendências do mercado.

Indicadores que podem ajudar a identificar as armadilhas

Ferramentas como retração de Fibonacci, osciladores de força relativa e indicadores de volume podem auxiliar na análise técnica dos investidores, ajudando a avaliar a sustentabilidade de tendências de alta e de baixa. O indicador Aroon, em especial, é um indicador técnico muito popular que é usado para identificar tendências de preço e o nível de força dessas tendências. 

O indicador Aroon sinaliza quando há uma forte tendência de alta ou de baixa e detecta a legitimidade das mudanças de tendência. O indicador Aroon é composto por duas linhas: a linha de subida mede o número de períodos desde um Máximo, enquanto a linha de descida mede o número de períodos desde um Mínimo. Normalmente, o indicador Aroon analisa 25 períodos de dados. Quando a linha de subida está acima da linha de descida, isso indica um comportamento de alta. Já um movimento de baixa é sinalizado quando a linha de descida está acima da linha de subida. O cruzamento das duas linhas indica que uma nova tendência está surgindo.

Embora o Aroon seja uma ferramenta de média móvel que usa mudanças de preço para sua análise técnica, ele possui uma diferença fundamental: seus sinais se baseiam na diferença entre a última máxima e a última mínima do intervalo. Ele opera em uma escala de 0 a 100. Se o Aroon subir até 100, isso significa que o ativo não atingiu uma nova máxima desde o início do intervalo analisado; se estiver em 0, isso significa que o ativo não registrou uma nova mínima desde o início do intervalo. Normalmente, os investidores se concentram nos níveis 30 e 70, pois esses dois níveis mostram quando a última máxima ou mínima ocorreu no terço mais recente do intervalo observado.

Exemplos de Bear Trap

Como já foi mencionado, as Bear Traps podem ocorrer com todos os instrumentos financeiros, sejam ações ou índices. Outro instrumento em que elas aparecem bastante são os contratos futuros. Um contrato futuro é um acordo legal entre duas partes para comprar ou vender algo a um preço fixo em um momento específico no futuro. Contratos futuros podem envolver qualquer coisa, desde um índice de ações a petróleo bruto ou gado, e podem ser operados quase 24 horas por dia, como no exemplo abaixo.

Exemplo 1

Abaixo temos um gráfico de um contrato futuro do Dow Jones de 2013.

Esse gráfico se baseia em períodos de 15 minutos e vai de 21h30 (EST) de 8 de agosto até as 17h de 9 de agosto. Para mostrar como o trading de futuros pode ser volátil, esse gráfico exibe uma Bull Trap ao redor do retângulo vermelho no topo do gráfico.

Vamos nos concentrar na Bear Trap em torno da área verde. Como o Dow caiu e ficou abaixo do mínimo da manhã, das 6h15 às 8h45, aqueles que compraram o contrato a preços mais altos entraram em pânico e acabaram vendendo. Enquanto isso, outros traders tentaram lucrar com a queda e passaram a operar vendidos. Embora a abundância de ordens de venda e posições vendidas tenha causado uma queda acentuada, mais compradores entraram no mercado do que vendedores. O resultado foi uma forte reversão do mercado, que empurrou o índice para cima. Em seguida, tivemos uma recuperação de 104 pontos em relação ao mínimo do dia.

Exemplo 2

Abaixo temos outro exemplo de Bear Trap com um contrato futuro. Esse exemplo é mais recente e envolve contratos futuros de petróleo em abril. Como todos se lembram, o petróleo foi a commodity mais volátil durante as quedas no início da pandemia de COVID, entre março e abril. Seu preço futuro chegou a ficar negativo por um breve período. Embora muitas pessoas tenham lucrado vendendo contratos futuros de petróleo, muitas também perderam bastante dinheiro durante a recuperação. Um exemplo perfeito de Bear Trap pode ser visto neste gráfico de um contrato futuro de abril de 2020 para petróleo bruto.

Embora os contratos futuros de abril de 2020 para petróleo tenham alcançado preços negativos, observe como o volume aumentou significativamente quando o petróleo atingiu seu mínimo histórico. Antes que uma ação ou commodity inicie uma reversão, o volume tende a aumentar. Portanto, quando o ativo muda de direção e o volume permanece baixo, isso sempre pode ser sinal de uma Bear Trap. Observe como o petróleo apresenta uma tendência de baixa nesse exemplo. No entanto, observe que a reversão começa quando o volume atinge seu pico. Esse contrato futuro atingiu seu mínimo e, em seguida, iniciou uma reversão. Em maio, o preço do petróleo teve uma alta de quase 90% – o maior ganho da história. 

Exemplo 3

Abaixo temos outro exemplo de Bear Trap com uma ação. O gráfico abaixo é para a empresa de produtos e serviços agrícolas Agrium, Inc. (AGU). Observe neste gráfico que a ação atingiu novos mínimos de dois dias e ficou prestes a iniciar uma tendência de baixa antes de registrar uma alta acentuada. Este é um exemplo perfeito de uma Bear Trap de suporte.

Exemplo 3 de Bear Trap
Fonte: TradingSim

Exemplo 4

Abaixo está outro exemplo de uma Bear Trap com o Twitter (TWTR).

Exemplo 4 de Bear Trap - Twitter
Fonte: TradingSim

Esta é uma excelente ilustração de uma Bear Trap de volume. Quando uma ação está iniciando uma reversão, ainda próximo dos máximos ou mínimos, o volume começa a subir. No entanto, se o mercado muda de direção e o volume permanece baixo, temos um sinal de Bear Trap. Observe como em ambos os casos no gráfico a ação ainda segue uma tendência de alta, que é definida pela longa seta preta. De repente, a linha de tendência é rompida e o preço começa a cair drasticamente, mas observe o volume abaixo do gráfico. O volume está relativamente baixo, o que mostra que a reversão pode não ser um bom indicador de uma reversão de longo prazo.

Exemplo 5

Aqui está outro exemplo no gráfico do par de moedas GBP/USD. Podemos ver uma Bear Trap de suporte e uma Bear Trap de média móvel.

Exemplo 5 de Bear Trap - GBPUSD
Fonte: FX Leaders

A primeira Bear Trap nesse gráfico é de suporte. Nesse gráfico diário, o GBP/USD apresenta uma tendência de alta, com um nível de suporte de cerca de 1,25. Após uma leve retração, o par saltou para 1,28, atingindo um novo máximo. Embora tenha caído mais um pouco e ficado brevemente abaixo do nível de suporte, o par teve uma reversão e fechou acima do suporte, formando um padrão de candlestick de Martelo, que é um sinal de alta. Por fim, o GBP/USD continuou a tendência de alta, chegando a 1,33.

As próximas duas Bear Traps no gráfico acima são de média móvel. As médias móveis podem funcionar como suporte ou resistência quando são horizontais. Elas ainda podem agir como suporte da linha de tendência quando estão em um movimento ascendente. Nesse exemplo, as médias móveis são horizontais e estão à frente das Bear Traps.

O que causa as Bear Traps?

As Bear Traps ocorrem quando há uma queda acentuada em um instrumento financeiro, o que leva os investidores a abrirem posições vendidas. Essas posições perdem valor durante a reversão, momento em que os vendedores são forçados a abrir uma posição comprada para cobrir as perdas. Os vendedores correm o risco de ampliar suas perdas quando apostam contra um ativo e, logo em seguida, esse ativo passa a subir.

É possível operar durante uma Bear Trap?

É sempre possível operar durante uma Bear Trap. Na verdade, elas geralmente são eventos técnicos causados por outros traders. No entanto, assim como no caso das Bull Traps, os investidores devem agir com cuidado, permanecer atentos e analisar todos os indicadores técnicos que puderem. Ao evitar Bear Trap, você aumentará suas chances de ter uma posição lucrativa. No entanto, é possível que você abra novas posições e caia em uma Bear Trap sem perceber. Quanto maior o risco, maior a recompensa: isso é um fato nos mercados financeiros. A venda a descoberto é um dos métodos de venda mais arriscados, porém possui um grande potencial de lucro. Em particular, os investidores pessimistas precisam ser extremamente cautelosos ao abrir uma posição vendida, pois isso provavelmente atrairá outros investidores pessimistas que pretendem lucrar com essa mesma posição vendida.

Operando uma Bear Trap

Embora muitos acreditem que investir em um mercado de baixa seja contraintuitivo, esse tipo de mercado oferece oportunidades significativas para que os traders comprem na baixa ou lucrem com vendas a descoberto. Em geral, um mercado de baixa ocorre quando uma ação ou índice cai 20% ou mais em relação ao seu máximo mais recente. Alguns investidores aproveitam os preços mais baixos e abrem posições compradas, enquanto outros apostam que o ativo cairá ainda mais e, portanto, operam vendidos. Dependendo da proporção de posições compradas e vendidas, os mercados continuarão caindo, iniciando uma tendência de baixa, ou voltarão a subir, o que representa uma Bear Trap.

Como já foi mencionado, os investidores podem usar várias ferramentas técnicas de trading, como o indicador Aroon, a retração de Fibonacci, o Índice de Força Relativa (RSI), indicadores de volume e muito mais para distinguir uma Bear Trap de uma verdadeira reversão de tendência. Antes de operar durante uma Bear Trap, é fundamental analisar os aspectos técnicos. Se uma forte tendência de alta passar a cair de repente, você deve analisar certos fatores do mercado e responder certas perguntas antes de agir. Por que essa reversão aconteceu? Há uma mudança significativa no sentimento do mercado? Como está o volume de negociação?

Usando o Aroon

O indicador Aroon já foi mencionado e é um bom ponto de partida para analisar a legitimidade de uma tendência. Em outras palavras, esse indicador pode fornecer ferramentas para que o investidor confirme se está observando uma reversão de tendência ou uma Bear Trap. O indicador sinaliza quando há uma forte tendência de alta ou de baixa. Por meio das linhas de subida e de descida, ele é capaz de detectar se a reversão de tendência é real. Normalmente, o indicador analisa 25 períodos de dados e se baseia no tempo entre o último máximo e o último mínimo dentro do intervalo analisado. O indicador Aroon opera em uma faixa de 0 a 100, com 0 significando que o ativo não obteve um novo máximo desde o início do intervalo. Em geral, os níveis 30 e 70 mostram aos investidores que o último máximo ou mínimo ocorreu no terço mais recente do intervalo.

Outros indicadores que podem ser usados

A retração de Fibonacci é outra ferramenta técnica importante que pode alertar os investidores quanto à chegada de uma Bear Trap. Se o preço da ação não cruzar as linhas críticas de Fibonacci, então a reversão de tendência é provavelmente temporária.

O Índice de Força Relativa (RSI) é outra ferramenta técnica fundamental que é capaz de alertar os investidores quanto ao surgimento de uma nova Bear Trap. Esta ferramenta técnica é um oscilador de momentum que mede a velocidade e a variação dos movimentos de preço. Assim como o indicador Aroon, o RSI também oscila entre 0 e 100. Quando o RSI está acima de 70, isso é tradicionalmente considerado um sinal de sobrecompra; quando está abaixo de 30, temos um sinal de sobrevenda.

Conforme discutido anteriormente, o volume do mercado também é um indicador crítico que pode ajudá-lo a identificar Bear Traps. Quando uma ação está iniciando uma reversão, gerando novos máximos ou mínimos, o volume começa a subir. No entanto, quando o mercado muda de direção e o volume permanece baixo, temos um claro sinal de armadilha.

As finanças comportamentais também podem ser uma ferramenta valiosa ao operar em mercados de baixa. Entender o comportamento humano e a psicologia dos mercados é fundamental se você quiser operar durante uma Bear Trap. As pessoas são seres emocionais por natureza, e os mercados se movem com base na força de sentimentos extremos e, muitas vezes, irracionais. Nesse sentido, o conceito de finanças comportamentais é cada vez mais adotado. Ele afirma que as pessoas cometem grandes erros com seu dinheiro por conta de tendências emocionais, erros cognitivos e falta de disciplina. Ao permanecer disciplinado e estável, sem agir de maneira imprudente em relação aos movimentos do mercado, você poderá evitar as Bear Traps e operar com mais sucesso.

Risco de operar uma Bear Trap

Há muitas maneiras de operar com sucesso em um mercado de baixa e durante uma Bear Trap. No entanto, há muitos riscos a serem considerados. De fato, os mercados de baixa oferecem várias oportunidades atraentes para investidores experientes. No entanto, assim como os investidores otimistas sempre correm o risco de caírem em uma Bull Trap, os investidores pessimistas também podem sofrer com as Bear Traps.

Embora operar comprado em um mercado de baixa possa gerar perdas, vender a descoberto em um mercado de baixa possui o dobro de risco – mesmo que ofereça o dobro da recompensa. Se você abrir uma posição vendida em um mercado de baixa no final da tendência ou durante uma reversão temporária – isto é, antes que os compradores realmente tomem o controle –, você estará literalmente dobrando suas perdas. E por que isso acontece? Bem, ao operar vendido em uma ação, você está tomando emprestado essa ação para vendê-la no mercado aberto posteriormente. Logo, você nunca chega a realmente possuir as ações. Para concluir a operação, você deve comprar de volta essas mesmas ações em uma data posterior para devolvê-las ao proprietário.

O objetivo de quem opera vendido é comprar as ações de volta por um custo menor no futuro e embolsar o lucro com a queda das ações. No entanto, se você estiver operando vendido durante uma Bear Trap, o valor das ações aumentará e você correrá o risco de sofrer perdas muito maiores. Esse prejuízo pode se transformar em uma bola de neve, já que o potencial de perdas em uma posição vendida é infinito.

Como evitar a Bear Trap

Uma maneira de evitar essa armadilha é simplesmente não operar vendido. A venda a descoberto é arriscada, principalmente durante as Bear Traps, pois as perdas podem continuar indefinidamente. No entanto, para limitar o potencial de perdas de uma venda a descoberto, você pode usar um stop loss. Embora você ainda vá perder capital, um stop loss é capaz de fechar a posição e limitar as perdas. O stop loss foi criado justamente para limitar as perdas de um investidor com uma posição, sendo programado para comprar ou vender um ativo assim que ele atingir um determinado preço.

Os indicadores técnicos e conceitos de finanças comportamentais mencionados neste artigo podem ajudá-lo a evitar as temidas Bear Traps. Não é algo complicado: basta entender os indicadores técnicos para conseguir prevê-las. Ao entender o conceito de finanças comportamentais, você será um investidor disciplinado, consistente e estável. Embora essas armadilhas sejam extremamente comuns e possam ocorrer com qualquer trader, basta usar os indicadores e aplicar seus princípios para que tudo funcione perfeitamente.