Earn2Trade Blog
CME Group

CME Group — A principal bolsa de derivativos do mundo

Se você opera futuros e opções há algum tempo, é provável que você conheça bem o CME Group. Ele é uma das maiores e mais populares bolsas de derivativos do mundo, com um valor de mercado de mais de US$60 bilhões e com milhões de contratos operados diariamente.

Trader patrocinado earn2trade

O que o CME Group faz?

Para aqueles que ainda não sabem, o CME (Chicago Mercantile Exchange) Group Inc. é o principal mercado de derivativos financeiros do mundo. Juntamente com suas subsidiárias, ele opera como uma bolsa de valores mobiliários e commodities, oferecendo operações de contratos de futuros e opções.

O mercado global de derivativos é um mercado de vários trilhões de dólares, facilitando o comércio de instrumentos financeiros que derivam seus valores de ativos subjacentes. Em média, o CME Group lida com mais  de três bilhões de contratos, totalizando cerca de US$1 quatrilhão por ano.

Traders e investidores podem ter acesso a uma ampla variedade de contratos de futuros e opções para produtos de referência ao redor do mundo em várias classes de ativos no CME Group, incluindo índices de ações, commodities agrícolas, imóveis, metais, energia, taxas de juros, câmbio e até mesmo o clima.

Através de sua plataforma de trading eletrônica, o CME Globex, o CME Group reúne compradores e vendedores de todo o mundo. Os participantes do mercado de derivativos geralmente usam dados históricos e em tempo real do CME Group para medir o desempenho nos mercados globais.

A empresa também fornece serviços de compensação, liquidação, swaps, mitigação de riscos e processamento de transações comerciais, tanto para contratos negociados na bolsa quanto transações de derivativos no balcão (OTC).

Ainda é a maior bolsa de derivativos?

Não mais. Nos últimos três anos, esse título passou a pertencer à Bolsa de Valores Nacional da Índia (NSE). Medimos o tamanho de uma bolsa de derivativos pelo número de contratos operados em um determinado ano.

Desde 2022, o CME Group ocupa o terceiro lugar entre as maiores bolsas de derivativos do mundo.

CME Group
As maiores bolsas de derivativos do mundo em 2022 e 2021 | Fonte: statista.com

A história do CME Group

A história do CME Group começou em 1848 com a criação da bolsa de futuros do CBOT (Chicago Board of Trade) em Chicago. Em seguida, foi inaugurado o Chicago Butter and Egg Board, a empresa que mais tarde se tornaria a Chicago Mercantile Exchange (CME) Clearing House em 1898.

Ao longo dos anos, a CBOT e a CME evoluíram continuamente, lançando novos produtos de futuros, incluindo o inovador trading de futuros eletrônicos em 1987.

Em 2002, a CME tornou-se a primeira bolsa dos EUA a abrir o capital com suas ações listadas na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE). Um ano depois, a CBOT assinou um acordo com a CME para usar seus serviços de compensação para compensar seus produtos.

Mais alguns acordos se seguiram ao longo dos anos seguintes, incluindo a decisão de fundir a CBOT e a CME em uma única empresa. Isso tornou-se oficial em 2007 e levou à formação do CME Group Inc.

Chicago Mercantile Exchange
Fonte: cmegroup.com

Nos últimos 20 anos, o CME Group continuou a fazer avanços globais, incluindo a aquisição da New York Mercantile Exchange (NYMEX) em 2008. A bolsa também firmou uma parceria estratégica com a BM&FBOVESPA (Bolsa de Valores de São Paulo) e a B3, a maior bolsa de derivativos da América Latina.

O CME Group também continuou expandindo sua gama de produtos, adicionando novas classes de ativos. Por exemplo, em setembro de 2022, a empresa anunciou o lançamento do trading de opções de Ether para complementar seu mercado de futuros de Ether, que já aumentou mais de 43% em volume médio diário ano a ano.

Regulamento do CME

A Commodity Futures Trading Commission (CFTC) regula o CME Group. A CFTC é a autoridade oficial encarregada de supervisionar todas as operações de commodities e derivativos nos Estados Unidos.

Entre suas muitas responsabilidades, a CFTC realiza a vigilância de risco de negociações de derivativos, regula a negociação de ativos virtuais, investiga a manipulação de mercado e supervisiona os participantes do mercado.

What Assets Does The CME Group Offer?

O CME Group é o mercado de derivativos mais diversificado do mundo, composto por quatro das maiores bolsas do mundo – CME, CBOT, NYMEX e COMEX (The Commodity Exchange). Cada uma traz um conjunto único de referências globais nas principais classes de ativos para criar um mercado robusto para todos os tipos de traders e investidores.

Para expandir ainda mais sua presença e impulsionar o crescimento e o comércio global, o CME Group fez parcerias com várias bolsas, incluindo a B3, Dubai Mercantile Exchange, Minneapolis Grain Exchange, Singapore Exchange Limited e Bursa Malaysia Derivatives Berhad.

Também mantém relacionamentos estratégicos e acordos de licenciamento com Google, Nasdaq, FTSE Russell Indexes, Nikkei Inc. e S&P Dow Jones Indices.

Para entender melhor a distribuição das várias classes de ativos nas bolsas do CME Group, é essencial analisar o papel de cada bolsa no mercado geral.

Chicago Mercantile Exchange (CME)

A Chicago Mercantile Exchange é um mercado de contratos designado que oferece uma ampla gama de produtos. Seu primeiro contrato futuro foi sobre barrigas de porco congeladas e foi lançado em 1961.

No entanto, sua característica de destaque é que é a única bolsa de futuros que oferece derivativos sobre o clima. Os traders podem apostar em eventos climáticos, como chuvas, ondas de calor, temperaturas frias, etc.

O vendedor do contrato de futuros concorda em arcar com o risco de desastres durante um determinado período em troca de pagamentos de prêmios do comprador. Se nenhum dano ocorrer antes do vencimento do contrato, o vendedor obtém lucro. Por outro lado, se houver um desastre relacionado ao clima, o comprador do contrato recebe o valor acordado.

O instrumento financeiro é bastante popular. Em 2020, a CME registrou mais de 1.000 contratos relacionados ao clima por dia e valores nocionais de futuros e opções de US$750 milhões e US$480 milhões, respectivamente.

Chicago Board of Trade (CBOT)

A CBOT foi fundada para ajudar agricultores e consumidores de commodities a gerenciar melhor os riscos, eliminando a incerteza de preços na compra e venda de produtos agrícolas, incluindo milho, trigo e gado.

Por causa de sua infraestrutura ferroviária e proximidade com terras agrícolas, Chicago era o local de intercâmbio ideal.

Com o tempo, a CBOT adicionou mais produtos ao seu mercado, como energia, ouro, prata e títulos do Tesouro dos EUA. Na época de sua fusão com a CME em 2007, a CBOT trouxe um conjunto de instrumentos financeiros derivativos, incluindo commodities agrícolas, taxas de juros e produtos de índice de ações, expandindo assim as ofertas existentes do CME Group.

Muitos dos termos padronizados e regulamentos de mercado usados no mercado de futuros se originaram durante o início da CBOT. Por exemplo, ela instituiu regras comerciais formais que cobriam os procedimentos de margem e entrega em 1865. Três anos depois, a CBOT proibiu as manipulações de preços, tornando-se a primeira tentativa conhecida de regular as atividades de mercado e dissuadir a manipulação.

Commodity Exchange (COMEX)

A COMEX é a principal bolsa de futuros e opções do mundo para o trading de metais, como ouro, prata, alumínio e cobre. Foi fundada em 1933 através de uma fusão entre quatro bolsas com sede em Nova York – a National Metal Exchange, a New York Hide Exchange, a Rubber Exchange of New York e a National Raw Silk Exchange.

Em 1994, a COMEX fundiu-se com a New York Mercantile Exchange (NYMEX), tornando-se sua divisão oficial de trading de metais. A bolsa não fornece metais, mas atua como uma intermediária para fornecedores de metais em todo o mundo.

É importante notar que os contratos futuros de metais são usados principalmente para cobertura e, portanto, muitas vezes não são entregues fisicamente. A maioria dos contratos é simplesmente comprada ou vendida com a promessa e o conhecimento de que o metal existe. Isso o torna um mercado de metais altamente líquido.

Em 2008, o CME Group adquiriu a NYMEX e, por extensão, sua divisão COMEX. Isso expandiu o conjunto de produtos de metal do CME Group para incluir paládio, platina, aço e também opções de índice FTSE 100. Hoje, a COMEX é a principal câmara de compensação para futuros de metais e contratos de opções oferecidos pelo CME Group, todos os quais são operados em tamanhos padronizados e mini e/ou micro contratos.

New York Mercantile Exchange (NYMEX)

NYMEX é uma bolsa de trading de commodities com sede em Manhattan, Nova York. Ela também mantém escritórios em outras cidades em todo o mundo, incluindo Boston, Washington DC, Dubai, Londres e Tóquio.

Após sua fusão de 1994 com a COMEX, a NYMEX tornou-se a maior bolsa de commodities físicas na época, facilitando o comércio de vários metais, energia e commodities agrícolas. A contribuição da bolsa para o grupo CME após sua aquisição em 2008 incluiu uma ampla seleção de contratos de petróleo, gás, carvão, metais e commodities agrícolas.

A NYMEX manteve um pequeno mercado de operações para continuar seu sistema de pregão até 2016, embora a negociação eletrônica na bolsa já fosse possível desde 2006 através da plataforma de trading eletrônica Globex da CME.

Opere futuros do CME na Earn2Trade

Antes de operar no principal mercado de derivativos do mundo, é importante saber o que você está fazendo. Embora o trading de futuros e opções possa ser extremamente lucrativo, também pode levar a enormes perdas se você entrar despreparado.

Além disso, muitas vezes é difícil para os traders e investidores individuais levantar capital suficiente para operar futuros no CME, já que a maioria das operações requer dezenas ou mesmo centenas de milhares de dólares.

Para se preparar melhor e ter acesso a mais capital para operar, considere se tornar um trader profissional de futuros na Earn2Trade.

Através dos programas Plano de Carreira Trader, Gauntlet™ e Gauntlet Mini™, a Earn2Trade permite que traders qualificados comprem e vendam futuros do CME com uma conta patrocinada. Isso significa que você não precisa investir seu próprio dinheiro para operar e ainda fica com até 80% dos lucros.

Além disso, os programas poupam os participantes do incômodo de terem que obter uma licença oficial antes de poderem operar, já que eles estarão operando por intermédio da Earn2Trade. Se você busca uma carreira como trader de futuros, este é um ótimo caminho a seguir. Comece sua jornada profissional com a Earn2Trade hoje.