Earn2Trade Blog
indicateurs d'analyse technique similaires

Como evitar o uso de indicadores técnicos semelhantes

Uma das primeiras coisas que os traders precisam decidir ao começar a operar é quais indicadores técnicos irão usar para embasar suas estratégias. No entanto, escolher entre as centenas de opções disponíveis e milhares de combinações possíveis pode ser complicado. No processo, os traders podem muitas vezes acabar incluindo indicadores de trading semelhantes. Isso pode reduzir significativamente o desempenho de suas estratégias. Este guia se concentra em um dos erros mais comuns que os traders técnicos cometem. Ele explica em detalhes como evitar o uso de indicadores de análise técnica semelhantes.

Trader patrocinado earn2trade

Tipos de indicadores de análise técnica

Antes de discutirmos como evitar o uso de indicadores de análise técnica semelhantes, devemos dizer algumas coias sobre os diferentes tipos de ferramentas que você pode usar.

Existem muitas interpretações diferentes sobre a classificação de indicadores técnicos de trading. No entanto, o mais preciso é dividi-los em dois grupos. O primeiro é baseado em sua natureza.  O segundo é baseado no tema de sua análise.  Com base em sua natureza, os indicadores se enquadram em duas categorias – leading (previsão) e lagging (atraso).

Como o nome deles sugere, os indicadores leading ajudam a prever movimentos futuros de preços.  Em outras palavras, eles tentam prever o próximo movimento de preço olhando para dados históricos. Devido ao seu poder preditivo, os traders geralmente usam esses indicadores para identificar potenciais reversões de preços antes do tempo. Indicadores lagging, por outro lado, seguem o preço. Seus sinais vêm depois que o preço já mudou.  Eles ajudam os traders a confirmar os sinais de outros indicadores.

Com base no tema de sua análise, os indicadores de trading são geralmente divididos em quatro categorias principais.  São indicadores de volume, tendência, impulso e volatilidade.

  • Os indicadores de volume medem a dinâmica no volume de trading de um determinado ativo e a atividade de compra e venda.
  • Os indicadores de tendência ajudam a determinar a direção dos preços com base em dados históricos e geram sinais de compra e venda.
  • Os indicadores de impulso ajudam os traders a avaliar a força da tendência e prever se ela irá reverter ou continuar seu movimento.
  • Os indicadores de volatilidade analisam as variações de preços dentro de um determinado período para ajudar os traders a avaliar a condição do mercado.

Saiba mais sobre os tipos de indicadores técnicos de trading em nosso artigo sobre o assunto.

Por quê evitar o uso de indicadores de análise técnica semelhantes?

Agora que você sabe diferenciar os diferentes grupos de indicadores técnicos, é hora de focar nos riscos que o uso de indicadores semelhantes pode causar ao desempenho de sua estratégia de trading.

A ideia de utilizar diferentes indicadores técnicos é acompanhar vários aspectos da ação de preços e obter sinais que se complementem. Se você combinar indicadores de um tipo ou categoria semelhante, você deixará de obter sinais de ação de preço mais completos.

Além disso, você terá um problema chamado de “multicolinearidade”.  Multicolinearidade é um termo estatístico usado para descrever diferentes maneiras de obter as mesmas informações.  Em termos simples, você usará indicadores redundantes.

Na realidade, a multicolinearidade pode fazer com que outras variáveis pareçam menos importantes e deixa a avaliação precisa das condições do mercado mais difícil.

Este é um problema generalizado na análise técnica, especialmente quando se trata de traders iniciantes. Por exemplo, eles geralmente usam três ou quatro indicadores, na esperança de obter sinais abrangentes e precisos e confirmação mais decisiva do movimento de preços esperado.

No entanto, se esses indicadores forem redundantes, as únicas coisas que eles conseguirão são, em primeiro lugar, deixar o gráfico mais complicado. E o mais importante, eles receberão sinais enganosos. Tudo isso torna a leitura ainda mais desafiadora.

Como evitar o uso de indicadores de análise técnica semelhantes?

Existem várias maneiras de garantir que você não esteja usando indicadores de análise técnica semelhantes. Aqui estão os três mais importantes a considerar:

1) Use apenas indicadores complementares

Uma estratégia de trading técnica de bom desempenho lhe dará um sinal oportuno e, em seguida, irá confirmá-lo ou rejeitá-lo – nada mais, nada menos. Então, ao construir sua estratégia de trading, escolha indicadores que o ajudem nesse sentido.

Além disso, escolha ferramentas que funcionem bem juntas e complementem os sinais entre si sem fornecer resultados redundantes ou, mais importante, enganosos.

Para isso, combine indicadores de diferentes categorias. Por exemplo, certifique-se de escolher um indicador leading e de lagging. Uma combinação popular é a Média Móvel de Divergência e Convergência (MACD) como um indicador lagging e Bandas Bollinger como um indicador leading. A combinação de indicadores leading e lagging lhe dará informações de aviso e, em seguida, confirmará/rejeitará o sinal.

Além disso, combine indicadores de diferentes categorias com base em seu tema de análise.  Por exemplo – você pode usar as Bandas Bollinger como um indicador de volatilidade ao lado do Oscilador Estocástico como seu indicador de impulso.

A combinação de indicadores que trabalham em conjunto (leading + lagging ou de diferentes categorias com base nos aspectos que eles medem) lhe dará uma visão mais ampla e precisa do mercado.  Isso garantirá uma interpretação mais precisa das condições de mercado e maior confiança de que o que você vê é o que realmente acontece.

Uma coisa importante a notar é que alguns indicadores podem medir mais do que um único aspecto do preço com base na forma como são aplicados. Por exemplo, o Índice Direcional Médio (ADX) pode servir como um indicador de tendência e impulso. No entanto, a eficiência desses indicadores multi-categoria não é a mesma nos diferentes aspectos da ação de preços que eles medem. Certifique-se de aprender qual o melhor indicador usar para cada situação para aproveitá-lo máximo e evitar sinais redundantes.

2) Esforce-se para manter seus gráficos limpos

Com indicadores técnicos de trading, menos é mais.  Se você seguir este princípio, você começará a se concentrar no essencial e limpar seus gráficos. Aos poucos, você vai construir o hábito de usar apenas as ferramentas mais importantes para sua estratégia.  Por exemplo, ter o gráfico de ação de preços, janelas de entrada, rastreadores de volume, notícias e dois ou três indicadores, no máximo, é um bom começo.

Além de ser uma maneira natural de evitar o uso de indicadores semelhantes, esta também é uma abordagem importante para os traders que operam a curto prazo.  Esses participantes do mercado devem estar sempre cientes do que está acontecendo em seus gráficos e responder rapidamente aos eventos que se desenrolam diante de seus olhos.

Ter que acompanhar dois ou três indicadores é uma maneira garantida de se manter focado e concentrado em seus sinais. Isso melhorará seu tempo de reação e ajudará a aproveitar as oportunidades assim que elas aparecerem.

Além disso, quanto mais indicadores você tiver, maior a chance de eles serem redundantes e mais difícil ficará coletar e interpretar seus sinais.

Tenha em mente que sua plataforma de gráficos é o seu portal para o mercado. Você deve torná-la o mais confortável possível. Certifique-se de se perguntar se cada elemento ou ferramenta que você tem na tela é realmente fundamental para melhorar seu desempenho. Analise se alguns desses elementos não estão, de fato, dificultando seus recursos de análise de mercado, já que isso muitas vezes é o caso ao usar gráficos muito complexos.

Além disso, navegue nos recursos de personalização da plataforma de gráficos e escolha as melhores cores e estilos para se adequar às suas preferências e facilitar a experiência do usuário.

3) Teste, teste e… teste

Estudar a teoria por trás de diferentes indicadores técnicos de trading é uma base sólida para evitar a redundância de indicadores.

No entanto, a maneira mais fácil e eficiente de garantir que você não está usando indicadores semelhantes é testando diferentes combinações em uma conta demo.  Dessa forma, você pode descobrir se as ferramentas escolhidas complementam ou dificultam umas às outras e se maximizam o potencial da sua estratégia.

Por exemplo, se você acabou usando indicadores que dão sinais enganosos, você será capaz de corrigi-lo sem arriscar seu capital.

Certifique-se de testar o desempenho da estratégia em diferentes períodos de tempo e períodos passados para minimizar o papel que a “aleatoriedade” desempenha em seus resultados.  Isso também evitará que você fique confiante demais ao abrir futuras operações.

Exemplos de configuração de trading

Os problemas com o uso de indicadores de análise técnica semelhantes podem parecer complicados de entender na teoria. Da mesma forma, a combinação de vários indicadores que podem trabalhar juntos em harmonia pode parecer muito complexa.

Para ajudá-lo nisso, veremos dois cenários – um onde combinamos três indicadores diferentes que podem trabalhar juntos perfeitamente e outro onde temos redundância de indicadores.

Combinando três indicadores de diferentes grupos

Os indicadores que iremos usar neste exemplo são:

  • Índice Direcional Médio – indicador de tendência
  • Índice de Força Relativa – indicador de impulso
  • Bandas Bollinger – indicador de volatilidade

Como você pode notar, eles são indicadores de diferentes grupos. A ideia é garantir diferentes sinais complementares e um quadro mais amplo da ação dos preços.

No exemplo abaixo, você vê que as Bandas Bollinger indicam que há um rompimento de preços. Isso significa que a tendência provavelmente começará a se inverter. Porém, não iremos fazer nada neste momento, considerando que a ferramenta de Bandas Bollinger não é muito confiável se usada sozinha.

Em seguida, olhamos para o RSI para ver se ele vai confirmar o sinal das Bandas Bollinger. O RSI está acima de 70, confirmando que o mercado está entrando em território sobrecomprado e o preço provavelmente começará a cair.

Note que alguns traders geralmente vendem neste momento, mas para mostrar que existem maneiras de usar três indicadores ao mesmo tempo, sem redundância, vamos verificar também o que o ADX sinaliza. O indicador de tendência alerta que a tendência é forte.

Fonte: Finamark

Nesta situação, temos três indicadores complementando os sinais uns dos outros. Ou seja, temos uma indicação confiável de que a tendência se reverterá logo em seguida, como você pode ver na imagem acima.

Combinando três indicadores redundantes

Passaremos para um exemplo onde três indicadores de impulso (o RSI, MACD e Estocástico) são aplicados no mesmo gráfico para ver o que acontece.

O exemplo abaixo mostra que todos os três indicadores fornecem as mesmas informações, uma vez que são da mesma categoria – indicadores de impulso.

Fonte: Finamark

A única coisa que essa combinação de indicadores consegue fazer é complicar o gráfico. Seja qual for a previsão que você teria obtido com qualquer um dos três, é o mesmo que você obteria ao aplicar todos eles juntos. Todos os três indicadores de impulso sobem e caem simultaneamente. Eles também revertem e seguem a tendência juntos, não fornecendo nenhuma vantagem ao usar todos eles em um único gráfico.

No entanto, há situações piores do que esta, onde indicadores redundantes fornecem sinais enganosos.

Resumindo

A combinação perfeita de indicadores não é a que sempre aponta na mesma direção. A combinação ideal de indicadores é aquela que analisa diferentes aspectos da ação de preços para lhe dar sinais complementares. Dessa forma, você pode ter certeza de que não está perdendo oportunidades potencialmente lucrativas. E mais importante, você não está seguindo sinais enganosos que te levarão a perder dinheiro.

Trader patrocinado earn2trade