Earn2Trade Blog
Como investir na bolsa americana passo a passo

Como investir na bolsa americana? Confira o passo a passo!

Diversos investidores e traders se perguntam como investir na bolsa americana, afinal, as empresas listadas nesse outro mercado são as maiores do mundo.

Por esse motivo, hoje a Earn2Trade vai te ensinar tudo que você precisa saber para começar a operar na bolsa de valores estadunidense com um simples passo a passo.

Ao contrário do que muitos imaginam, esse processo não é tão complicado, apesar de envolver várias etapas.

Confira tudo que você precisa saber sobre como investir na bolsa americana no texto a seguir. Boa leitura!

Conheça o Gauntlet Mini: o caminho mais fácil e rápido para se tornar um trader profissional!

Trader patrocinado earn2trade

O que é e como funciona a bolsa americana?

A bolsa americana é o termo guarda-chuva para se referir às duas maiores bolsas de valores do mundo: a NYSE e a NASDAQ.

Elas funcionam quase igual as bolsas brasileiras.

Ou seja, enquanto no Brasil são negociados ativos brasileiros, nas bolsas americanas, são negociados ativos de diversas das maiores empresas do mundo, como Apple, Google, Facebook, General Motors, Microsoft, Amazon etc.

A única grande diferença entre as bolsas brasileira e americana é que, enquanto aqui os mercados funcionam com múltiplos de 1, nas bolsas dos EUA é possível comprar ações em casas decimais.

Em outras palavras, você pode comprar, por exemplo, 5,4 ações de uma determinada empresa.

Isso aumenta o acesso aos mercados de risco e amplia a participação do público geral, mesmo daqueles com pouca renda.

Além disso, diferentemente da bolsa brasileira, em que o pregão abre em um horário e fecha em outro, nos EUA é possível negociar ativos 24 horas por dia.

Quais são as bolsas americanas?

A NYSE, ou New York Stock Exchange, é a maior bolsa de valores do mundo e fica localizada em Wall Street, na ilha de Manhattan.

Ela também é uma das bolsas mais antigas do mundo, sendo fundada em 1792.

Já a NASDAQ é bem mais recente que a NYSE. Foi fundada em 1971 e também é localizada em Nova York.

É a segunda maior bolsa de valores do mundo e concentra as principais empresas do setor de tecnologia, em especial as gigantes tecnológicas.

Quais são as vantagens de investir na bolsa americana?

Existem uma série de vantagens em investir na bolsa de valores americana. Confira a seguir quais são elas em detalhes:

Negociações feitas 24 horas por dia

Como vimos, no Brasil, o pregão da bolsa de valores atualmente funciona das 10h até as 17h, sendo que os contratos futuros são negociados das 9h até às 18h.

Na bolsa americana, por outro lado, as ações e opções podem ser negociadas 24 horas por dia, 6 dias por semana.

Contudo, é preciso dizer que a liquidez dos ativos permanece inalterada quando o pregão está fechado.

Gama de opções diversificadas

As opções são uma forma bem avançada de investimento e exigem um conhecimento prévio bem estabelecido para investimentos bem sucedidos.

Nas bolsas americanas, a gama de opções é enorme, permitindo que os traders façam análises e investimentos mais lucrativos do que em outras bolsas.

Os ganhos são bem mais altos e você consegue aplicar as mesmas estratégias aprendidas aqui no Brasil também no mercado americano.

Alta liquidez

As bolsas de valores dos Estados Unidos são as maiores do mundo, tanto em volume de negociações, quanto em relação ao porte das empresas que estão no mercado.

Em primeiro lugar está a NYSE e em segundo a NASDAQ.

Isso implica diretamente em um número de movimentações astronômicas muito maior do que em outras bolsas ao redor do mundo.

O resultado desse grande volume de movimentações é uma liquidez maior.

Para você ter uma ideia, somente as transações de ações da Apple na bolsa america já correspondem a todo o volume de movimentações diário de todas as ações da B3 juntas.

Os valores cobrados são reduzidos

Ao contrário do Brasil, o mercado dos Estados Unidos possui mais de uma bolsa, o que acaba causando uma competitividade e reduzindo os valores cobrados.

Isso é muito atrativo para os traders, que podem economizar e investir mais recursos.

Possibilidade de comprar uma fração de ação

Como vimos, ao contrário da bolsa de valores brasileira, em que você só pode comprar ações por inteiro, na bolsa americana, é possível comprar frações de uma ação.

Isso aumenta muito o acesso do público geral ao mercado, o que influencia diretamente no volume de operações diárias e na liquidez dos ativos.

Quais são as formas de investir na bolsa americana?

Existem duas maneiras de investir na bolsa americana: direta ou indiretamente.

Para investir diretamente nas bolsas dos Estados Unidos, primeiro você terá de abrir uma conta em uma corretora e se atentar a alguns fatores.

Mas não se preocupe, vamos entrar nos detalhes no tópico seguinte.

No momento, vamos falar um pouco mais sobre como investir no mercado financeiro americano de maneira indireta.

Existem várias alternativas de investimentos que você pode fazer aqui no Brasil para aproveitar as oportunidades das variações do mercado americano.

Elas normalmente envolvem colocar o dinheiro em fundos de investimento focados em operar ativos desses mercados.

Nesse sentido, você pode aplicar em:

  • EFT: sigla para Exchange Traded Fund, um fundo de índice que replica os índices das bolsas de valores americanas;
  • BDR: sigla para Brazilian Depositary Receipts, o BDR é um certificado de depósito que representa investimentos estrangeiros;
  • COE: o Certificado de Operações Estruturadas, ou simplesmente COE, é uma modalidade que reúne investimentos variados, incluindo ativos internacionais, sendo que existem diversas opções de escolha;
  • Fundos multimercado: os fundos multimercado tem um gestor responsável pela escolha dos ativos do portfólio que expõe parte do patrimônio do fundo à bolsa de valores dos Estados Unidos;
  • Fundos internacionais: os fundos internacionais, por fim, representam fundos que podem alocar um percentual dos seus recursos em ativos internacionais.

Todas essas alternativas são formas de investir na bolsa de valores americana de maneira indireta, através de operações realizadas aqui mesmo, no Brasil.

Mas e como investir na bolsa americana diretamente? É isso que vamos te explicar no tópico abaixo:

Como investir na bolsa americana? Confira o passo a passo!

Agora, se você deseja investir diretamente na bolsa dos Estados Unidos, então o primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora no país.

Todo o processo de escolha precisa ser feito com cuidado para que você escolha a que melhor vai te ajudar a atingir os seus objetivos.

Por esse motivo, certifique-se de que está abrindo uma conta em um local que aceite investidores estrangeiros, pois nem todas as corretoras aceitam.

Além disso, você também deve verificar se a corretora é devidamente regularizada perante os órgãos competentes dos Estados Unidos.

Todas essas informações são cruciais para que você não tenha nenhum tipo de prejuízo no meio do caminho e para que não caia em esquemas ou golpes.

Para abrir sua conta, será necessário fazer um cadastro e enviar os documentos exigidos pela instituição, sendo que essa exigência pode variar de corretora para corretora.

Uma vez que você tenha a sua conta aberta, já é possível começar a investir.

Para isso, basta transferir os valores para a sua conta por meio de um banco que permita esse tipo de movimentação financeira.

É importante que você fique atento às taxas que possivelmente serão cobradas por essas transações, pois elas terão um impacto direto no seu investimento.

Também é importante lembrar que as corretoras normalmente delimitam um valor mínimo para investir, apesar do investidor ser quem define o volume de operações.

Independente da quantidade de recursos e de quais são os seus objetivos, é fundamental que você confira como a corretora lida com as práticas de investimento e quais aplicações são as mais adequadas para o capital que você tem disponível.

Isso porque algumas operações são taxadas durante as atividades de investimento.

Portanto, certifique-se de que todas as normas e modos de operação da corretora para evitar prejuízos além dos planejados.

E para terminar, lembre-se: todo investimento traz riscos.

Mesmo que a bolsa americana seja mais vantajosa, se você pretende investir nos Estados Unidos, é fundamental acompanhar o mercado de ações e garantir que a distância não será um problema para o entendimento das informações, análises e tomadas de decisão.

Você também precisa ter em mente que os investimentos também estarão sujeitos à variação cambial, ou seja, prepare-se para ter aplicações mais voláteis do que o normal.

Conheça o Gauntlet Mini: o caminho mais fácil e rápido para se tornar um trader profissional!

Conclusão

Agora que você já aprendeu como investir na bolsa americana, é hora de fazer um breve resumo sobre tudo que vimos até agora.

Em primeiro lugar, é preciso entender que são duas as bolsas do mercado americano, a NYSE e a NASDAQ.

Também é preciso lembrar que elas funcionam diferente das bolsas brasileiras, sendo que você pode comprar frações de uma ação e que é possível negociar no pregão 24 horas por dia, 6 dias por semana.

Como o volume de operações das bolsas americanas é muito mais alto do que qualquer outra bolsa no mundo, isso representa uma alta liquidez.

Além disso, os valores cobrados são reduzidos, o que é muito atrativo para os traders.

Por fim, se você deseja investir no mercado de ações dos Estados Unidos, você pode fazer isso de duas formas: direta ou indiretamente.

Da maneira indireta, basta que você escolha opções de investimento no Brasil, como fundos que negociam ativos estrangeiros.

Já se você deseja investir diretamente, primeiro você terá de abrir uma conta em uma corretora dos Estados Unidos que aceite investidores estrangeiros.

E aí? Gostou de saber como investir na bolsa americana? Então não deixe de conhecer o Gauntlet Mini, o caminho mais fácil para você se tornar um trader profissional e investir no mercado americano ao mesmo tempo.

Trader patrocinado earn2trade