Earn2Trade Blog
omputador para trader, dicas para montar o seu

Computador para trader: configuração, marcas e dicas

Foi se o tempo em que o trader profissional precisava estar na Bolsa para atuar no mercado financeiro ou até dentro de uma corretora. 

Atualmente, é possível operar tranquilamente no conforto de casa com as mesmas condições.

Bom, mesmas condições se você tiver um computador para trader, até porque o processamento das informações faz muita diferença e principalmente não ter muito delay entre as informações das Bolsas e a que as que chegam no seu home broker.

Não só isso, tem também tudo que fica em volta da sua máquina, como os periféricos, monitores e até a cadeira certa pode impactar na sua performance.

Confira nossas dicas sobre como montar um computador para trader, se um notebook pode bastar e também as configurações e softwares necessários para operar em pé de igualdade com os principais traders das maiores corretoras.

Boa leitura.

Trader patrocinado earn2trade

Como escolher um bom computador para trader?

Cada vez mais vamos tendo mais dados do mercado financeiro, pois as operações só vão aumentando dia após dia, então, um computador para trader tem que ter a potência necessária para processar todos esses dados.

Mas nem sempre você precisa de um PC Gamer de última geração para ter bons resultados operando na Bolsa de Valores, porém, algumas características irão favorecer certos tipos de operação.

Temos exemplos de traders que operam até pelo celular, e de fato é possível, mas para realmente ter alta performance, principalmente no day trade, um setup potente com uma boa estrutura faz muita diferença na performance.

Por isso, antes de começar a montar o seu computador, entenda bem quais são as suas necessidades enquanto profissional do mercado financeiro.

Entenda seu perfil operacional

Os perfis de investidor vão fazer diferença na hora de montar uma trading station, pois cada tipo de operação vai demandar uma estrutura diferente, ou seja, investidor de longo prazo por exemplo, não precisa de uma máquina robusta.

Já o day trader, esse sim precisa de um raciocínio rápido e um computador que acompanhe essa agilidade para que as operações sejam otimizadas e tenham o resultado esperado.

Nas operações curtas, segundos fazem total diferença, então, se sua máquina tiver o mínimo delay, pode significar prejuízo em um determinado ativo, simplesmente porque você não conseguiu executar o comando a tempo.

Muitas plataformas de trading oferecem opções automatizadas, incluindo os robôs traders que foram tendência, porém, isso também demanda um computador potente para ter a melhor performance.

Qual melhor sistema operacional para seu perfil

O sistema operacional faz muita diferença na performance da máquina, porém a sua escolha não deve ser tanto em função disso, pois se você está acostumado com o Windows, tentar usar Linux por exemplo pode demandar uma curva de aprendizagem muito grande para que você consiga operar com eficiência.

Vale utilizar o sistema operacional que você já esteja mais confortável e adequar outras configurações e componentes da máquina em busca de melhor performance.

Falando de Windows especificamente, por ser o sistema mais utilizado no mundo, geralmente a maioria das plataformas de trading estão totalmente configuradas para funcionar nele e costumam ser mais intuitivas para se operar.

Porém não podemos ignorar que a performance dos Macs tende a ser muito maior, no entanto é um computador de maior valor e que só vai aceitar periféricos da mesma marca, então é uma escolha que demanda investimentos, sendo necessário entender se o custo benefício compensa.

Novamente, vale reforçar que o ideal é se manter utilizando o sistema operacional que você já tem familiaridade, pois assim você vai operar com muito mais agilidade.

Monitores

Aqui é um tópico onde realmente vai ser determinante a escolha de bons monitores, pois uma visualização detalhada das movimentações de mercado é o item que mais será utilizado nas suas estratégias.

No day trade principalmente, acompanhar as subidas e descidas dos ativos e entender bem as candles, é o que fará sua operação ser realmente efetiva.

Recomendamos no mínimo que você tenha 2 monitores na sua trading station, porém quanto mais melhor, pois há traders que utilizam até 8 monitores funcionando simultaneamente.

Isso favorece o multitasking e você tem liberdade de operar, avaliar o mercado, elaborar estratégias, acompanhar notícias do mercado e tudo mais que for potencializar as suas ações.

Dois monitores de qualidade, com menor tempo de resposta já serão o bastante para você começar, e se possível, opte por modelos ultrawide para ter uma visualização melhor das candles.

Há quem use uma TV como monitor, e se você quiser fazer isso, entenda que geralmente o tempo de resposta das smart tvs são maiores, e isso pode gerar um delay que vai impactar na sua performance no day trade.

Periféricos

Aqui chegamos a uma parte do setup onde o objetivo é trazer conforto para você operar e também agilidade, porque bons periféricos facilitam as suas ações no trading.

Primeiramente, esqueça essa ideia de coisas iluminadas e coloridas pois isso é puramente estético, o objetivo tem que ser realmente desempenho e conforto.

Um bom mouse, por exemplo, ajuda as suas ações, e as opções ergonômicas são ótimas para que seus movimentos sejam mais precisos. Um mouse pad de qualidade também é importante para dar estabilidade nos movimentos e também para repousar o pulso.

Teclados também são fundamentais, pois há modelos com teclas de atalho que você pode configurar para efetuar ações específicas e assim ter gatilhos para interromper uma estratégia, por exemplo, configurando um stop loss.

Por fim temos o no-break que não é exatamente fundamental para um bom desempenho, mas é o tipo de proteção que vem a calhar numa eventual queda de energia, dando tempo para que você encerre algumas posições que possam estar em risco.

Um bônus aqui que não necessariamente é um periférico, mas ajuda muito o day trader é uma boa cadeira, afinal, você vai passar um bom tempo sentado operando, então tem uma peça que oferece conforto, vai te livrar de muitas dores lombares no longo prazo.

Como escolher um bom computador para trader

Principais configurações de um computador para trader

Quando falamos de configurações temos que pensar naquelas que são as mínimas recomendadas e aquelas que realmente trazem máxima performance, levando em conta que as tecnologias estão sempre evoluindo.

Começar pelo mínimo pode ser uma opção e aos poucos você pode ir melhorando os componentes à medida que for precisando de mais desempenho.

Utilizando as opções disponíveis atualmente no mercado, a nossa sugestão de configuração mínima para operar bem são as seguintes:

  • Processador INTEL Core i5, ideal Core i7 ou AMD equivalente
  • Memória DDR4 mínimo de 8GB, ideal 16GB (2 pentes de 8GB)
  • Placa mãe marca ASUS ou GigaByte (pode ser onboard com no mínimo 1gb de memória de vídeo integrada).
  • Hd de 1TB 7200 rpm serial Ata, ideal colocar SSD de 240 GB (Excelente ganho na performance)
  • Fonte de alimentação de no mínimo, 400w real.
  • Monitor de 23” LG ou Samsung.
  • Nobreak SMS ou APC de 600va.

Você pode tanto buscar opções de linha que já venham com essas configurações quanto fazer upgrades ao seu setup atual.

Também tem opção de utilizar notebooks que também trazem um componente de praticidade.

Principais configurações de um computador para trader

Desktop ou Notebook: qual escolher para operar?

Seja um computador trader ou um notebook trader, a grande questão é que eles atendam as especificações citadas acima para ter uma boa performance operacional.

A principal diferença é que de fato o notebook vai te dar mais liberdade no sentido de poder operar de qualquer lugar, porém você não tem o mesmo conforto de estar num desktop com todos os periféricos preparados para entregar mais agilidade.

Um bom notebook pode ser facilmente conectado a uma outra tela via cabo HDMI, então suponhamos que você esteja num hotel e queira operar, pode conectar na TV do quarto e fazer seu trading tranquilamente.

Desktop ou Notebook: qual escolher para operar

Internet: saiba como deve ser para operar com sucesso

Aqui chegamos num ponto que é tão importante quanto todo o setup em si, pois uma internet rápida e estável é fundamental para a qualidade da sua operação de trading.

Nesse ponto temos algo que vai contra os notebooks e smartphones, pois para ter estabilidade é ideal operar com internet via cabo e não Wi-Fi, pois só assim você terá a estabilidade necessária, que para o day trade é mais importante que a velocidade.

A partir de 15 mb de internet já é uma boa conexão para operar, porém é fundamental que esteja no cabo de rede de qualidade. Os da categoria 6 e 7 são as opções que entregam melhor estabilidade.

Computadores para trading: melhores marcas

Caso você queira buscar alguns computadores para trader prontos para usar, algumas marcas já trazem opções com as configurações mínimas para você operar no trading.

Nos nossos levantamentos, as melhores opções de desktop são das seguintes marcas:

E se você é adepto do notebook para poder operar de onde estiver, as melhores opções que vimos são:

Com um bom setup trading pronto para operar, agora você precisa de uma boa plataforma e do conhecimento para realmente ser um trader que saiba aproveitar toda a potência da máquina.

Na Earn2Trade, temos tudo que você precisa para se tornar um trader profissional, operando na bolsa americana e de forma patrocinada, ou seja, sem precisar pôr o seu dinheiro para jogo.

Conheça como a Earn2Trade pode transformar sua carreira trader.

Conclusão

Enfim, um bom computador para trader realmente vai fazer muita diferença na sua performance, em especial no day trade, portanto é um investimento que vale a pena se seu objetivo é viver de trader e viver bem. Além do equipamento, se qualificar é imprescindível, e nessa parte a Earn2trade tem tudo que você precisa, conheça nossas soluções.

Trader patrocinado earn2trade