Earn2Trade Blog
1970s Crude Oil Shock

Crise do Petróleo dos Anos 70

A década de 1970 foi interessante para a economia dos Estados Unidos e, consequentemente, do resto do mundo. O acordo de Bretton Woods chegou ao fim em 1971, e com isso o padrão-ouro foi abandonado, passando a vigorar o regime de câmbio flutuante. Isso significava que o preço real de um barril de petróleo bruto havia caído. Muitos países – incluindo os EUA – passaram a expandir sua oferta de moeda para se protegerem contra a volatilidade cambial em uma nova época cheia de incertezas.

Você também pode gostar:

Essas mudanças trouxeram muitos desafios econômicos. Para o petróleo bruto, isso significava que seu preço real havia caído em relação à moeda recém-inflacionada. Isso incomodou a OPEP e fez com que eles assumissem um papel mais ativo na precificação do petróleo bruto. Desde o período pós-Segunda Guerra Mundial, o preço do petróleo bruto havia subido apenas uma pequena porcentagem todo ano, como era de se esperar. Com o aumento da inflação, a OPEP decidiu que o preço do petróleo deveria ser ajustado.

Ajustar os preços foi um movimento sensível, mas que causou muitos danos. O Acordo de Teerã foi feito para resolver essa questão, mas não obteve sucesso. O grande obstáculo era que não havia mecanismos organizados para atualizar o preço do petróleo bruto a um ritmo mais acelerado e que correspondesse às condições de mercado, e havia muitas razões para que os fornecedores e produtores argumentassem a favor de um ajuste.

Trader patrocinado earn2trade

As consequências do aumento do preço do petróleo

Além da necessidade de ajustes no preço, também houve uma intensa crise geopolítica. As tensões chegaram ao ponto máximo quando Richard Nixon solicitou fundos dos EUA para enviar um enorme pacote de ajuda a Israel. Também houve um envio de suprimentos para o país, o que irritou as nações árabes. Os países da OPEP lançaram um embargo sobre as nações que apoiavam Israel na Guerra Árabe-Israelense de 1973, incluindo os Estados Unidos, Canadá, Japão, Reino Unido, entre outros.

Esse embargo e o aumento global nos preços trouxe o caos à economia e à vida de muitas pessoas. Houve escassez de petróleo em muitas regiões dos EUA, e os custos de transporte e produção aumentaram drasticamente. Entre 1973 e 1974, o preço do barril de petróleo bruto disparou, indo de US$3 para US$12.

Embora os países da OPEP não tenham conseguido mudar suas políticas geopolíticas, o embargo foi uma jogada poderosa. Ele permaneceu até o início de 1974, durando cerca de cinco meses no total. O preço da gasolina subiu mais de 40% nesse período. Henry Kissinger negociou a desocupação síria em maio de 1974, o que ajudou a aliviar a tensão entre os países. As coisas começaram a voltar ao normal, mas a crise no mercado de ações – causado pelo choque no preço do petróleo e pela pressão inflacionária – continuou até o fim de 1974.

Trader patrocinado earn2trade