Earn2Trade Blog
diferença entre day trade e swing trade

Diferença entre Day Trade e Swing Trade: guia completo

Você sabe qual é a diferença entre day trade e swing trade? 

Se você está entrando para esse universo de investimentos agora e deseja encontrar a opção de trading que te trará os melhores retornos financeiros, conhecer as diferenças de cada modalidade é o primeiro passo.

E para realmente entender a rotina de quem faz day trading e swing trading, é importante entender outros conceitos importantes, como o mercado de capitais, perfil de investidor e outros pontos fundamentais para começar a operar na Bolsa de Valores e ter sucesso na especulação. 

Por isso, se você deseja saber mais sobre essas diferenças, siga com a leitura!

Trader patrocinado earn2trade

Afinal, o que é mercado de capitais?

Antes de conhecer as diferenças entre day trade e swing trade, precisamos entender o conceito do mercado de capitais de maneira geral.

Esse tipo de mercado trata-se de um ambiente composto pela Bolsa de Valores, bancos de investimentos e outras instituições financeiras nas quais ativos financeiros são negociados.

Um dos principais investimentos encontrados dentro desse mercado são as ações, os Fundos Imobiliários e ETFs, por exemplo.

Cada tipo de investimento tem suas particularidades e modos de operação.

As ações representam uma pequena parcela social da empresa e podem ser negociadas na bolsa por empresas que buscam recursos para financiar seus investimentos produtivos.

Ou seja, ao comprar uma ação, o investidor se torna “dono” de uma parte da companhia.

Já os Fundos Imobiliários e ETFs são negociados na bolsa por meio de cotas e funcionam como modalidades coletivas, em que o investidor adquire essas cotas e participa na divisão dos resultados de um portfólio administrado por profissionais.

Trata-se de um mercado em que os riscos podem ser mais altos. Contudo, em comparação a outros investimentos de renda fixa, no mercado de capitais é possível aproveitar as oscilações para ganhar mais dinheiro.

Um especulador que tenha objetivos claros e que esteja sempre em busca de mais conhecimento consegue enxergar as possibilidades no qual os ganhos compensam os riscos.

O que é um trader?

Trader é o tipo de investidor do mercado financeiro que opera na modalidade de day trade com o objetivo de ganhar dinheiro com operações de curto prazo, aproveitando a volatilidade do mercado para vender ou comprar ativos.

Muitas vezes, o trader é conhecido também como especulador e saber esses detalhes é importante para entender a diferença entre day trade e swing trade.

Um ponto importante sobre o trader é que ele também pode investir em outros ambientes além da bolsa, como o mercado de opções e mercado futuro.

Mas em todos os tipos de mercado, o especulador assume riscos mais altos para conseguir também ter um retorno elevado com a volatilidade dos ativos.

O trader é classificado também de acordo com a estratégia usada, por isso que um especulador pode ser conhecido como day trade ou swing trade, além da possibilidade de atuar com o chamado position trade.

O que é swing trade e como funciona?

O swing trade é uma estratégia em que o especulador realiza operações de curto prazo no mercado de capitais. 

Diferente do que acontece no day trade, nessa modalidade a operação pode durar de dois a cinco dias, com casos mais raros que duram meses.

Por ter uma duração maior que o day trade, esse tipo de especulação é mais atrativa para quem não tem muito tempo de ficar acompanhando todas as mudanças do mercado ao longo do dia.

Por exemplo, se você não é um trader profissional e se dedica aos investimentos na bolsa nas horas vagas, depois do seu trabalho principal, é muito mais difícil acompanhar as flutuações do mercado ao longo do dia ou das horas, como no day trade, não é mesmo?

Na prática, o swing trade representa uma estratégia em que o investidor monitora as tendências por mais de um dia, para alcançar melhores resultados conforme as ações se movimentam ao longo desse período mais reduzido.

Diferenças entre swing trade, day trade e position

Diferenças entre swing trade, day trade e position

Para entender o que é position trade e comparar a diferença entre day trade e swing trade, trouxemos um comparativo entre essas estratégias:

Day trade

No day trade, o especulador trabalha com investimentos de curto prazo e precisa ser bastante ágil para conseguir aproveitar a margem de operação que se resume a apenas um dia.

O trader que decide por essa estratégia deve sempre finalizar o pregão com todas as posições concluídas.

Ou seja, é uma modalidade que exige bastante experiência e tempo do investidor, para que a rentabilidade seja vantajosa e os riscos amenizados.

Essa é uma das principais diferenças entre o day trade e swing trade. Em grande parte, o day trade exige dedicação exclusiva do investidor, por isso existem mais investidores profissionais nesse tipo de operação.

O maior atrativo desse tipo de trade é o lucro acima da média de mercado em um período muito curto.

Outros pontos importantes de diferença incluem a rotina de investimentos, os gráficos e a tributação.

Swing Trade

No swing trade, o tempo de operação não é tão curto quanto no day trade. O especulador não precisa finalizar todas as suas posições no mesmo dia, como vimos acima.

Outros pontos importantes de diferença são:

  • O swing trade usa o gráfico diário para observar a variação dos papéis por pregão para compreender o contexto dos gráficos semanais e mensais, já o day trade utiliza gráficos intraday que mostram variações de preço por minutos e que costumam ser concluídos no término do dia;
  • No Imposto de Renda, o day trade representa a alíquota de 20% do lucro da operação, sem opção de isenção. No swing trade, a alíquota é de 15% do lucro da operação, com isenção para vendas de até R$20 mil por mês;
  • A rotina de investimentos do day trader, geralmente, começa às 10h, com a abertura da B3, e finaliza às 18h. No swing trade, o especulador costuma analisar a bolsa no início ou término do dia, programando o stop nas ações automaticamente.

Position Trade

Além das estratégias acima, é importante que o especulador saiba que existem operações na bolsa com um prazo ainda maior, como é no position.

No position trade, o investidor pode manter uma posição na bolsa por algumas semanas ou até meses.

Com essa modalidade, o especulador consegue se basear em análises mais longas do gráfico para identificar as oportunidades com oscilações de um período mais longo.

Nesse caso, a rentabilidade também é equivalente a volatilidade e valor das ações e mesmo sendo um tipo de trade de prazos mais extensos, não se encaixa como um investimento de longo prazo.

Como fazer operações no swing trade?

O primeiro passo para começar a fazer operações com essa estratégia, depois que você entende a diferença entre day trade e swing trade, na verdade, é um processo que deve fazer parte da sua rotina como especulador: a pesquisa e atualização constante sobre o mercado.

O trader deve estar sempre atento às oportunidades disponíveis e deve se basear pela análise de dados para ter sucesso.

Além de buscar por especializações para conseguir ter uma visão mais estratégica sobre as estatísticas e dados disponíveis, é importante ficar de olho nas notícias e seguir perfis de investimentos para conseguir absorver novos insights.

Como identificar ações apropriadas para o swing trade?

ações apropriadas para o swing trade

Agora que você já sabe a diferença entre day trade e swing trade, deve estar se perguntando como fazer para encontrar boas oportunidades de operar com swing trade, certo?

É importante saber antes que o trade pode ser realizado tanto com derivativos como também com ativos.

No caso da especulação em relação às ações, o investidor deve saber escolher bem os papéis mais adequados.

Não existe uma única maneira de identificar ações, mas o mais indicado para ter sucesso é começar pela análise técnica e observação do mercado de capitais.

Os gráficos devem ser aliados para conseguir identificar tendências de mercado para identificar as melhores ofertas de compra e venda. E esse é justamente o maior desafio, conseguir ganhar experiência e um olhar analítico para identificar essas tendências e para qual caminho está indo o mercado.

De maneira geral, o especulador deve olhar para o presente cenário para identificar oscilações futuras, a diferença é que no swing trade ele não precisa trabalhar com as oscilações do mesmo dia, tendo um período maior para aproveitar as oportunidades, aproveitando a liquidez da mesma forma que o day trade.

Conheça o Gauntlet Mini, a maneira mais rápida de se tornar um trader profissional!

Conclusão

Neste guia, vimos a diferença entre day trade e swing trade. Existem vários pontos em que as estratégias se distinguem e por isso é tão importante esse conhecimento.

Se você ainda está em dúvida se o swing trade é indicado para o seu perfil, você pode se fazer algumas perguntas para chegar a uma conclusão.

Por exemplo: quanto tempo disponível você terá no seu dia a dia para se dedicar à especulação? Quais são seus objetivos? Quais são os riscos que está disposto a enfrentar nesse momento como investidor?

Se você não possui disponibilidade de tempo no momento, o swing trade com certeza será o ideal para o seu perfil de investidor no momento. Para acompanhar mais dicas sobre o universo de investimentos e entender como se tornar um trader de sucesso, continue acompanhando o blog da Earn2Trade!

Trader patrocinado earn2trade