Earn2Trade Blog
Exchange-Traded Funds

Exchange-Traded Funds – A história dos ETFs

ETF (Exchange-Traded Fund, em inglês) é uma opção de investimento muito popular, mas nem sempre foi assim. Na verdade, ETFs estão entre as formas mais recentes de colocar dinheiro no mercado.

Você também pode gostar:

Corporações e fundos criam Exchange-Traded Funds para manter um portfólio de ativos. Esses ativos são geralmente ações, mas também podem ser commodities ou títulos de dívida. Em sua estrutura, eles são parecidos com fundos mútuos, mas contam com o componente adicional de serem operados em uma bolsa de valores. Isso significa que eles são fáceis de comprar e vender, e seu valor varia ao longo do dia.

blog ad pt e2t

A origem dos Exchange-Traded Funds

Os ETFs surgiram em maio de 1989, nos Estados Unidos. O primeiro se chamava Index Participation Shares e era referenciado no índice Standard & Poor’s, conhecido por conter as 500 maiores empresas de capital aberto do mundo. Conhecido como S&P 500, ele ainda é uma das principais referências para Exchange-Traded Funds. Na época, os investidores ficaram intrigados, mas os tribunais de Chicago classificaram esses instrumentos como contratos futuros. Por essa razão, eles só estavam disponíveis em bolsas de futuros.

O próximo ETF apareceu na Bolsa de Valores de Toronto, em 1990. Ele se chamava Toronto 35 Index Participation Units (TIP 35) e acabou se expandindo com a adição das ações do TIP 100. Era a mesma ideia de formar um índice mais abrangente.

O sucesso desses Exchange-Traded Funds iniciais no Canadá estimularam os especialistas em investimentos dos EUA a tentarem introduzir os ETFs novamente. Isso levou à criação do S&P Depositary Receipts – também chamado de SPDRs ou “Spiders” – em 1993. Ele existe até hoje e continua bastante popular.

Desde o seu surgimento, a popularidade do mercado de ETFs tem crescido constantemente. O tamanho atual do mercado de Exchange-Trades Funds nos EUA ultrapassa US$3 trilhões. Eles são mais populares que hedge funds, e alguns estimam que o mercado de ETFs dobrará de tamanho em 2020.

Esse mercado é formado por mais de 2000 Exchange-Traded Funds. Os ETFs de ações representam o maior tipo de ETF, representando cerca de 70% do mercado. Atrás deles estão os ETFs de renda fixa, com 16%, e os ETFs de commodities, com 6%. Ainda há outros tipos de ETFs menores, incluindo os ETFs de moedas, que representam 2% do mercado.