Earn2Trade Blog
futuros de cobre

Operando Futuros de Cobre – Visão geral e estratégias de trading

O cobre é um metal muito comum, tendo uma grande variedade de aplicações em diversos setores da indústria. Mineradoras e distribuidoras costumam usar os futuros de cobre como um hedge contra possíveis perdas após variações de preço. No entanto, esses contratos também são populares entre especuladores que buscam lucrar com essas mesmas variações de preço. Devido à sua importância, os futuros de cobre são operados nas principais Bolsas do mundo. O volume de negociação do mercado vem aumentando ao longo dos anos, já que tanto investidores comuns como institucionais têm interesse nesse mercado – e por diversas razões. Este artigo explica o que são futuros de cobre e como podemos operar esses contratos.

blog ad pt e2t

O que são futuros de cobre?

Os futuros de cobre são contratos padronizados em que duas partes concordam em comprar ou vender cobre em uma data futura pelo preço atual. Quem está do lado da compra no contrato concorda em comprar uma certa quantidade de cobre em uma data e a um preço predefinidos. Já quem opera vendido tem a obrigação de entregar e vender o cobre pelo preço determinado na data do contrato.

Vamos ver um exemplo de como os futuros de cobre funcionam. Suponha que duas pessoas concordem em operar um contrato com 25 toneladas na LME, sendo que o preço por tonelada é de US$9.172,50. Se o vencimento do contrato for daqui a três meses, então o comprador deverá pagar 25 vezes US$9.172,50, o que equivale a US$229.312,50, pela entrega de 25 toneladas de cobre após três meses. No entanto, na maioria dos casos o comprador do contrato não está em interessado na entrega. Em geral, a operação é fechada com uma posição contrária ou a partir de uma liquidação em dinheiro.

Da mesma forma, uma pessoa que assume uma posição vendida no contrato futuro deve entregar a quantidade equivalente de metal no momento determinado. Suponha, no caso acima, que um trader operou vendido no contrato futuro; logo, ele assumiu a obrigação de entregar 25 toneladas daqui a três meses pelo valor de US$229.312,50. 

Especificações do contrato futuro de cobre e um panorama técnico

Assim como outros contratos futuros, os futuros de cobre são um contrato padronizado. A tabela abaixo destaca as especificações dos contratos futuros de cobre na London Metal Exchange (LME).

Código do ContratoCA
Metal SubjacenteCobre de Grau A
Tamanho do Lote25 toneladas
CotaçãoDólares americanos por tonelada
Moedas compensáveisDólar americano, iene japonês, libra esterlina, euro
Fonte: LME

Em geral, esses contratos são líquidos por natureza, e o comprador do contrato pode sair da posição antes da data de vencimento. Por exemplo, um trader que opera comprado em um contrato que vence em três meses pode simultaneamente assumir uma posição vendida em um contrato semelhante. Dessa forma, o efeito combinado das posições vendida e comprada não impactam sua lucratividade. Outra forma de lidar com o contrato é fazendo a rolagem (rollover) do contrato para uma data futura. Esta é uma forma bastante comum de estender uma posição existente.

Por que as pessoas operam futuros de cobre?

Como já mencionado, o cobre é um metal importante, portanto a demanda de cobre é uma referência relevante para ajudar a avaliar a saúde da economia. Muitos investidores mantêm uma parte do seu portfólio em metais como o cobre como uma forma de diversificação. Na maioria dos casos, o cobre fornece uma opção menos volátil para os traders. Ao assumir uma posição em um contrato futuro, o trader pode optar por um contrato alavancado em vez de comprar a quantidade equivalente do metal. É preciso pagar uma margem inicial adiantada na Bolsa em questão e garantir que o nível da margem de manutenção não será rompido.

Futuros de cobre são um instrumento financeiro crucial para empresas envolvidas na sua mineração. Ao entrar em um contrato futuro, essas empresas podem fixar um preço para vender o metal e se proteger de qualquer oscilação de preço futura.

O cobre é um metal utilizado em diversos setores da indústria. Suas aplicações mais comuns incluem a construção civil, fiação elétrica, produtos de consumo e equipamentos industriais. Qualquer alta no seu preço pode encarecer esses produtos, o que também significa que esses fabricantes podem não necessariamente repassar esse custo adicional aos seus clientes. Portanto, as empresas entram no mercado futuro e fixam um preço de compra para o metal com antecedência. A desvantagem é que, se o preço cair, o fabricante não poderá tirar proveito do valor mais baixo. No entanto, ao fixar um preço, esses fabricantes podem se concentrar nos seus negócios, sem se preocupar com o preço do metal.

O próximo tópico abordará mais especificamente os participantes do mercado que operam futuros de cobre e como eles se beneficiam com esse mercado.

Quem opera futuros de cobre?

Em termos gerais, podemos separar os participantes do mercado futuro de cobre nas seguintes categorias:

  1. Mineradoras: essas empresas possuem um interesse direto no preço do cobre, já que seus negócios estão diretamente ligados a isso. Embora as mineradoras consigam, de certo modo, controlar a oferta, a demanda possui um papel importante na determinação do preço e na sua volatilidade. Grandes mineradoras contam com setores financeiros especializados que possuem um papel ativo no mercado futuro.
  2. Fabricantes: essa categoria envolve principalmente empresas que usam o cobre como matéria-prima. Antigamente, os fabricantes se envolviam puramente em seu negócio principal, sem intervir nos mercados financeiros. Devido à flexibilidade dos mercados financeiros, os setores financeiros dessas empresas passaram a usar contratos futuros para controlar seus custos com matéria-prima. A competição adicional entre elas também estimulou os fabricantes a manterem seus custos sob controle a partir de práticas de hedge.
  3. Investidores: eles são necessários para construir liquidez no mercado futuro. Investidores possuem diferentes motivos para entrar nesse mercado financeiro. Pode haver, por exemplo, uma operação especulativa baseada em análise técnica que pode ser explorada pelos traders. Os futuros de cobre também fornecem uma classe de ativos adicional para investidores que buscam diversificar seu portfólio usando instrumentos alternativos. Alguns investidores também fazem hedge da sua exposição ao metal por meio de uma posição contrária. Se um investidor acredita que as ações de uma mineradora de cobre devem cair devido à queda no preço do cobre, ele pode operar vendido em um contrato futuro para se proteger.

Como operar futuros de cobre

Operar futuros de cobre é simples, e diversas plataformas online podem ser acessadas para este fim. Aqui está um guia passo a passo de como começar a operar futuros de cobre.

Passo 1: Abra uma conta em uma corretora

Um investidor em potencial precisa enviar suas informações, seja como pessoa física ou como empresa. Ele também precisa aplicar uma certa quantidade de capital antes de operar futuros de cobre.

Passo 2: Elabore uma estratégia antes de assumir uma posição

As estratégias podem se basear em eventos macroeconômicos ou indicadores técnicos. Indicadores macroeconômicos, como o PIB e a produção industrial, podem ser úteis para prever o preço futuro do cobre. Entre os indicadores técnicos mais usados estão RSI, MACD e EMA.

Passo 3: Selecione as entradas necessárias para executar uma operação

Por exemplo, ao operar futuros de cobre na London Metal Exchange, o código mais relevante seria o CA. O trader também deve escolher o contrato certo de acordo com sua duração. Por fim, a margem inicial exigida deve ser depositada na conta. Dependendo do valor do contrato a ser operado, você também pode especificar o número de lotes.

É importante observar que a conta é liquidada diariamente. Portanto, se o saldo da conta ficar abaixo da margem de manutenção devido às perdas sofridas, o trader deverá adicionar mais fundos para que sua posição não seja fechada.

Passo 4: Monitore o preço e siga sua estratégia de saída, se necessário

Traders de sucesso possuem estratégias de saída tanto para uma operação lucrativa como para um cenário de perdas. É essencial estabelecer um stop loss para reduzir seu risco. Assim que o preço atingir esse limite, você poderá então fechar a posição contrária. O stop loss é uma das ferramentas de gestão de risco mais importantes e eficazes no trading.

É importante monitorar eventos que possam impactar o preço do cobre para agir de acordo com a situação. Em casos extremos, a liquidação do contrato pode ocorrer pela entrega; nesses casos, há uma entrega física do cobre à contraparte que operou comprada no contrato futuro. Efetuar a entrega pode gerar dificuldades adicionais, como a necessidade de um espaço para armazenagem de um grande volume de cobre.

Muitas plataformas também têm uma opção que permite que os traders simulem uma conta de trading sem usar dinheiro real, sendo ferramentas muito úteis para praticar sua estratégia. Além disso, conhecer previamente a interface da plataforma pode facilitar o processo. Os traders podem usar um ambiente simulado para aplicar suas teorias e fazer o backtest de suas operações. Lembre-se de que é muito fácil cometer um erro no mercado de derivativos, e como suas operações são alavancadas por natureza, uma distração pode causar um grande prejuízo.

Os custos de trading também geram um impacto nos retornos potenciais. Entender a estrutura de taxas oferecida pelas diversas corretoras também é importante; isso não deve ser ignorado por investidores iniciantes. Algumas corretoras oferecem estruturas de taxas simples e que não dependem do tamanho da operação, enquanto outras cobram taxas com base no volume de negociação. Cobranças anuais, na forma de taxas de manutenção, também podem afetar a lucratividade do trader.

Onde você pode operar futuros de cobre?

Futuros de cobre são contratos padronizados, logo só podem ser operados em Bolsas regulamentadas. Veremos com mais detalhes algumas delas abaixo. Embora cada país geralmente possua sua própria Bolsa para operar futuros de cobre, nós apresentamos aquelas com maior volume de negociação. Devido ao seu tamanho e à liquidez oferecida, os traders geralmente preferem operar nessas Bolsas.

COMEX

A primeira da lista de Bolsas é a Commodity Exchange, ou apenas COMEX. A COMEX faz parte do CME Group e oferece uma grande variedade de produtos derivativos em diferentes commodities. O CME Group é, na verdade, o mercado mais diverso do mundo quando se trata de derivativos. Um contrato futuro de cobre padrão representa 25.000 libras de cobre em peso, e seu preço é cotado em dólar americano. A COMEX também introduziu os futuros E-mini de cobre, permitindo que os traders escolham um contrato de 12.500 libras – metade do valor padrão. O tamanho menor do contrato possibilita que traders comuns participem desse mercado, o que fornece uma liquidez adicional.

London Metal Exchange

A London Metal Exchange é a segunda Bolsa de commodities mais popular do mundo, sendo um lugar fundamental para o trading de futuros de cobre. Como a maior parte do consumo e da mineração de cobre ocorre fora dos EUA, este é a Bolsa de preferência de traders que desejam ir além do mercado americano. Em comparação com a COMEX, a LME oferece um contrato com um ativo subjacente de 25 toneladas para cada contrato futuro, o que equivale a uma posição de futuros E-mini na COMEX.

Multi-Commodity Exchange

Os dois primeiros nomes nesta lista dominam o mercado de derivativos há bastante tempo. No entanto, outras Bolsas têm crescido e ganhado popularidade entre os investidores. A Multi-Commodity Exchange, ou MCX, é uma plataforma da Índia que foi criada em 2003 e se tornou um mercado bastante maduro para o trading de futuros de cobre. O contrato padrão possui um tamanho padrão de 1 tonelada, ou aproximadamente 2.200 libras. Um minicontrato tem 1/4 do tamanho do contrato padrão.

O que afeta os preços do cobre?

Para entender o que afeta o preço do cobre, é preciso conhecer as fontes de fornecimento do metal e suas diversas aplicações.

O que afeta os preços do cobre 01
Fonte: Statista

Observando o gráfico acima, podemos ver que, embora o Chile lidere o grupo, a diferença geral na produção entre os países não é tão grande. Outra observação interessante é que a volatilidade na produção ao longo desses anos foi baixa na maioria dos países. Do ponto de vista da oferta, o cobre não costuma sofrer grandes perturbações.

A demanda de cobre é o principal fator de influência no preço, e a atividade econômica possui um grande papel na criação de demanda do metal.

O que afeta os preços do cobre 02
Fonte: Statista

Observando o uso do cobre nos EUA, a construção civil representa 43% do uso total. Outros setores também possuem um impacto direto na saúde geral da economia. Para que o preço do cobre entre em uma tendência de alta, a demanda deve ser contínua nos setores destacados na tabela. É um fenômeno comum ver os preços do cobre despencarem durante uma recessão. Graças à enorme variedade de aplicações do cobre, a aplicação de técnicas de price action no preço do cobre também pode servir como um indicador leading das estimativas do PIB. Isso, por sua vez, pode ser usado para extrapolar o preço à vista esperado. Teoricamente, é possível se basear nessas expectativas para decidir quanto a uma operação de futuros de cobre.

Considerações finais

O cobre ainda é um componente importante de muitos produtos, logo seu preço possui um impacto notável nas ações de empresas que dependem dele. Como resultado da sua importância, vimos um mercado futuro considerável e sofisticado surgir em torno dele, fornecendo diversas oportunidades de trading.

Também vale a pena observar que o processo para operar futuros de cobre é muito simples. Essa facilidade acabou atraindo muitos investidores que buscam operar ativos com níveis mais baixos de volatilidade em relação às grandes commodities, como é o caso do cobre. Por exemplo, todos sabem que o preço do petróleo bruto sofre com muitas instabilidades, sendo constantemente afetado pelos choques de oferta decorrentes das decisões tomadas pelos países da OPEP. A produção de cobre, por outro lado, é descentralizada. Isso significa que o risco de manipulação do preço por parte dos produtores é mínimo.

Os traders também possuem um vasta gama de opções de vencimento dos contratos, e as Bolsas mencionadas também oferecem diferentes tamanhos de contrato. Além disso, podemos acessar facilmente esses instrumentos por meio de plataformas de corretagem online. Por ser um contrato derivativo, é preciso estar ciente dos riscos desses produtos financeiros antes de executar uma operação. Também é importante ter uma estratégia de trading em conjunto com um stop loss, o que ajuda a minimizar as perdas quando o mercado se vira contra nós. Esperamos que este artigo tenha ajudado a explicar por que o trading de futuros de cobre é tão popular, e se estiver pensando em entrar nesse mercado, lembre-se de fazer seu dever de casa e gerenciar seu risco!