Earn2Trade Blog
o que é ibovespa futuro

Ibovespa Futuro: veja o que é, como funciona e aprenda a investir

Você já ouviu falar em Ibovespa Futuro? Também conhecido pelo nome de índices futuros, esse é um tipo de investimento em renda variável que se tornou bastante conhecido nos últimos anos.

Por ser um tipo de ativo que exige conhecimento e experiência em operações na Bolsa de Valores, é necessário estudar com profundidade sobre como é possível lucrar com as oscilações desse tipo de indicador e não acabar entrando em prejuízo

No artigo a seguir, explicamos os principais pontos que você precisa saber sobre Ibovespa Futuro. Vamos lá?

Trader patrocinado earn2trade

O que é Ibovespa Futuro?

Para entender o que é o Ibovespa Futuro, é fundamental, antes de tudo, ter uma boa noção do que exatamente é o Ibovespa.

O Ibovespa é o principal indicador de desempenho das ações negociadas na Bolsa de Valores do Brasil, a B3, e reúne as empresas mais importantes do mercado de capitais brasileiro.

Criado em 1968, esse índice é composto pelas ações e unidades de todas as companhias listadas na B3 e que atendem alguns critérios específicos.

Ele corresponde a cerca de 80% do número de negócios e do volume financeiro do mercado de capitais do Brasil.

O Ibovespa Futuro, por sua vez, é um tipo de investimento de renda variável que possui seus ganhos ou perdas atrelados à variação do Ibovespa ao longo do tempo.

Por esse motivo, trata-se de um investimento considerado de alto risco.

Quando um investidor compra as ações de uma empresa, ele investe o valor sabendo que o ganhará dinheiro caso o preço dos papéis suba e que perderá caso o preço caia.

No Ibovespa Futuro, a coisa é um pouquinho diferente.

Nesse caso, os contratos são negociados com base na expectativa do resultado do índice Ibovespa em uma data futura, que é medido em pontos.

Dessa forma, se o investidor negociou o Ibovespa Futuro por um valor de R$100,00 e, na data futura, ele está valendo R$200,00, então ele obteve um ganho, pois vai poder pagar somente R$100,00 em um ativo que está valendo R$200,00.

Por outro lado, se, no futuro, esse ativo estiver valendo R$50,00, ele estará perdendo dinheiro, pois terá de comprar o ativo pelo preço de R$100,00.

Características do Ibovespa Futuro

Para tornar ainda mais fácil a compreensão sobre Ibovespa Futuro, separamos algumas características importantes sobre esse tipo de investimento:

  • Em primeiro lugar, é importante saber que existe uma variação mínima considerada na liquidação do contrato, que é de 5 pontos de índice;
  • Existe uma particularidade sobre o vencimento dos contratos do Ibovespa Futuro. Eles ocorrem entre os meses pares do ano, ou seja, fevereiro, abril, junho, agosto, outubro e dezembro;
  • O último dia para negociação é sempre na quarta-feira mais próxima do dia 15 do mês de vencimento. Considerando o mês de agosto de 2022, por exemplo, o último dia seria a quarta-feira do dia 11;
  • A liquidação dos investimentos é feita em forma de dinheiro direto na conta do investidor;
  • Não é necessário ter todo o dinheiro do valor de contrato na hora da compra, sendo obrigatório apresentar a posse de apenas 15%;
  • A data de vencimento do contrato é sempre na quarta-feira mais próxima do dia 15 do mês válido. Mas, considerando que não tenha sessão de negociação no dia, a data de vencimento será a próxima sessão.

Como funciona o Ibovespa Futuro?

Diferentemente de outros ativos do mercado financeiro, o Ibovespa Futuro é negociado com o preço que os investidores acreditam que um ativo (dólar, índice bovespa ou commodities) valerá no futuro a partir do seu valor atual.

Para ficar mais fácil de entender como funciona, vamos pensar na compra de algo mais palpável, como um computador, por exemplo.

Imagine que você foi em uma loja física e o aparelho que deseja comprar estava custando R$3.000,00. Você tinha o dinheiro e resolveu comprar. Isso seria como a compra de uma ação no mercado à vista. 

Contudo, na hipótese de você não ter dinheiro na hora, você poderia negociar um contrato de compra para daqui dois meses pelo mesmo valor, tendo de fornecer somente uma garantia para o vendedor.

Se o computador, depois de dois meses, estivesse com um preço maior, então você ganharia dinheiro, já que negociou o valor menor do que o atual.

Por outro lado, se o computador ficasse mais barato, então você perderia dinheiro, pois teria de realizar a compra pelo preço original. 

Contratos do Ibovespa Futuro

Também é importante entender que o Ibovespa Futuro pode ser negociado por meio de contratos de índice cheio ou mini índices. Entenda a diferença entre cada um deles:

Índice cheio

O índice cheio, chamado oficialmente de Futuro de Ibovespa, pode ser encontrado pelo código IND e é calculado a partir dos pontos do índice, onde cada ponto equivale a R$1,00.

Em outras palavras, se um índice estiver em 72.000, o contrato cheio valerá R$72.000,00.

Além disso, também é preciso que fique claro que existe um valor mínimo de investimento de cinco contratos.

Nesse mesmo exemplo, então, o lote mínimo para investir no Futuro de Ibovespa seria de R$360.000,00.

Mini índice

Já o mini índice, também chamado de Futuro Mini, pode ser encontrado pelo código WIN e foi criado para permitir que investidores de menor porte também pudessem colocar seu dinheiro no mercado futuro.

A grande diferença do índice cheio é que, no mini índice, o valor do contrato é de R$0,20 por ponto do índice.

Usando o mesmo exemplo, se o índice tiver 72.000 pontos, então o valor do contrato mini é de R$14.400,00 ao invés de R$72.000,00.

Outra diferença importante é que, no caso dos mini contratos, o lote mínimo é reduzido para apenas um mini contrato apenas.

Qual é o valor de um contrato Ibovespa Futuro?

O valor de um contrato desse tipo de investimento é calculado com base nos pontos do índice e cada ponto é equivalente a R$1.

Se um índice estiver em 100.000, o contrato terá o valor de R$100.000,00. E como vimos nas características dos índices futuros, o lote mínimo para investimento é de 5 pontos.

No mini índice, o valor do contrato é menor, sendo de R$0,20 por ponto da Ibovespa.

Considerando o mesmo exemplo, de um índice de 100.000, o mini índice vale R$20.000,00. Nesses casos, o lote mínimo é reduzido a 1 mini contrato.

Mas aqui vale a dica de se manter atento às variações do Ibovespa Futuro cotação, pois por conta da sua alta volatilidade, é necessário um monitoramento de perto para fazer bons investimentos.

Ibovespa Futuro e margem de garantia

A margem de garantia, dentro do contexto desse tipo de investimento, representa a margem que precisa ser depositada pelas partes envolvidas no contrato futuro. Nesse caso, a porcentagem de garantia é de 15% do valor do contrato.

Como o nome mesmo deixa a entender, é a garantia que o acordo será cumprido.

Se o contrato é liquidado e o investidor tiver lucro, a margem de garantia retorna. Em caso de prejuízo, o valor será descontado do montante aplicado.

Vale a pena investir no Ibovespa Futuro?

O Ibovespa Futuro, assim como outros investimentos de renda variável, apresenta um ótimo potencial de lucro, mas também existe o risco de prejuízo.

Por isso, para saber se vale a pena, é necessário considerar o seu perfil de investidor. De modo geral, esse tipo de investimento é mais recomendado para perfis mais experientes e arrojados, que não se sentem ameaçados pelo risco de perdas.

Para te ajudar na decisão se vale ou não a pena seguir nesse caminho de investimento, veja algumas das principais vantagens:

Vantagens do Ibovespa Futuro

  • Apresenta a possibilidade de investimento sem todos os custos na hora da transação, ou seja, tem margem de garantia para quem não deseja operar no mercado à vista;
  • O investidor pode ter alta liquidez até mesmo com uma única operação, sem necessidade de negociar ações individuais no mercado à vista;
  • É possível vender as ações do Ibovespa Futuro antes do vencimento, passando de comprador para vendedor.

Como investir no Ibovespa Futuro?

Os contratos do Ibovespa Futuro são negociados por meio das corretoras, que, muitas vezes, restringem esse tipo de aplicação para investidores mais experientes.

Isso porque investidores menos experientes podem acabar tendo de arcar com grandes prejuízos, pois trata-se de um tipo de aplicação de maior risco e complexidade do que a negociação direta de ações ou títulos públicos.

Dentre os objetivos de operar nesse mercado, o de se proteger de oscilações (hedge) é um dos principais deles.

Ao apostar na queda do mercado, o investidor utiliza os contratos futuro como uma espécie de seguro para se proteger da volatilidade do mercado e da oscilação do portfólio.

Dessa forma, mesmo que a cotação das suas ações caia, ele ainda pode ganhar dinheiro por meio do Ibovespa Futuro.

Esses contratos também podem ser utilizados para especulação, entretanto, é importante notar que isso envolve riscos bem maiores.

Nesses casos, o investidor deve buscar prever qual é o movimento futuro do mercado para tentar lucrar com a operação.

Trata-se de um tipo de aplicação mais atrativo para os especuladores, pois permite a alavancagem do investimento, uma vez que, para realizar a negociação, é exigida apenas uma margem de garantia.

Conheça o Gauntlet Mini, a maneira mais rápida de se tornar um trader profissional!

Conclusão

O Ibovespa Futuro é um tipo de investimento indicado para aqueles investidores com perfil mais arrojado, ou para aqueles que querem fazer hedge e se proteger de oscilações muito grandes no mercado financeiro.

Por meio desses ativos, é possível lucrar com as oscilações, mas como se trata de um tipo de negócio muito arriscado, a maioria das corretoras impõe limites e só permite que investidores com mais experiência no mercado invistam nesse tipo de ativo.

De qualquer forma, trata-se de uma opção interessante para quem está querendo se proteger das oscilações do mercado, pois, se as suas ações caírem muito de preço, caso você tenha apostado na queda do mercado, ainda vai conseguir tirar um lucro.

E aí? Gostou de saber mais sobre como funciona o Ibovespa Futuro? Então não deixe de conferir os outros conteúdos do blog da Earn2Trade!

Trader patrocinado earn2trade