pt
en
es
ar

Blog

Guias de trading, webinários e histórias

Indicadores Leading e Lagging – O que eles são? Exemplos e definição

leading and lagging indicators
F T L
9 minutos de leitura

A análise técnica geralmente é feita com indicadores, sendo você um day trader ou um swing trader. Afinal, sem indicadores técnicos, onde conseguiríamos informações relevantes sobre as ações de preços, tendências de mercado, ou padrões gráficos? Esses indicadores podem ser divididos em duas categorias principais: indicadores leading e lagging . Um tenta prever uma alteração de preço futura, enquanto o outro fornece um feedback atrasado e uma confirmação das tendências de mercado. O que são esses indicadores? Neste artigo vamos explorar alguns exemplos. Esperamos que no fim do artigo você saiba decidir qual se encaixa melhor no estilo de trading.

Conteúdo:

O que são indicadores leading e lagging?

Indicadores leading e lagging são ferramentas de análise técnica utilizadas para avaliar a força e a fraqueza do mercado financeiro. Indicadores leading mudam antes de uma nova tendência de mercado. Por outro lado, os indicadores lagging fornecem informações sobre os dados históricos de um mercado em específico.

Essencialmente, indicadores leading fornecem aos traders sinais preditivos das alterações do mercado. Enquanto que indicadores lagging fornecem sinais depois que uma tendência já está em andamento, daí o nome “lag” que significa atraso. De qualquer modo, investidores e traders usam ambas as classes de indicadores de maneira extensiva na análise técnica para ajudá-los a ler melhor o mercado. Outro uso seria para identificar posições de entrada e saída ideais.

Você também pode gostar:

Uma breve história sobre indicadores leading e lagging

Os indicadores de análise técnica têm uma grande história que data do começo do século 20. A ideia por trás deles é baseada na Teoria Dow, a qual diz que as alterações no mercado não são aleatórias. Portanto, é possível prever sua próxima direção analisando completamente os comportamentos de mercado anteriores.

Ao longo dos anos, maneiras mais inteligentes de ler padrões gráficos surgiram. Isso deu vida as linhas, barras e gráficos que fazem parte dos indicadores de negociação nos dias de hoje.

Além do uso benéfico para o mercado financeiro, os indicadores leading e lagging também servem como uma medida viável de desempenho econômico. Dessa forma, indicadores não estão estritamente preocupados com a ação de preços e a análise técnica, mas também com medem as metas de negócios e outras variáveis e índices econômicos.

O que são indicadores leading?

Indicadores leading utilizam os dados de preços anteriores para prever a ação de preço futuro no mercado. Eles estão “levando” o preço. Em outras palavras, os traders podem usar esses indicadores para antecipar alterações de preços à frente no tempo. Isso permite que eles possam fechar ou abrir as suas operações no início de uma alteração e sigam uma tendência específica.

Como você pode ver na ilustração abaixo, a linha do indicador de tendencia mostra a ascensão e queda do mercado antes que a mudança de preço ocorra. Dessa forma, os indicadores de tendencia geralmente identificam se o mercado está “comprado em excesso” ou “vendido em excesso”, o que ajuda os traders a estabelecerem seus pontos de entrada ou saída no mercado.

leading indicator
Fonte: ig.com

A premissa aqui é que um mercado em que se está “comprando demais” eventualmente irá recuar, indicando uma necessidade de fechar uma posição longa (de compra) ou vender em curto já que o preço está perto de cair. Por outro lado, espera-se que um mercado que está com muitas vendas se recupere, indicando a necessidade entrar em uma posição longa (comprar) e aproveitar o aumento de preço antecipado.

No entanto, indicadores leading nunca são 100% precisos em suas predições, e são na realidade conhecidos por seus falsos sinais. O lado ruim de antecipar uma alteração antes que ela de fato aconteça é que existe sempre a possibilidade de o mercado se mover na direção oposta.

Segui-los de maneira cega pode resultar em grandes perdas e é por isso que traders experientes geralmente combinam os indicadores leading com outras formas de análise técnica, como os indicadores lagging.

Exemplos de indicadores leading

Agora que você tem uma ideia geral do que são indicadores leading, vamos dar uma olhada em alguns exemplos.

Oscilador Estocástico

O oscilador estocástico opera na premissa de que alterações no momentum do mercado ocorrem tipicamente muito mais rápido do que mudanças no preço ou no volume. Dessa forma, podemos usá-lo para prever a direção do movimento do mercado comparando os preços recentes de fechamento com o intervalo das operações de sessões anteriores.

Stochastic Oscillator on Finamark

Sinais de compra e venda são gerados no oscilador estocástico quando a alteração chega a intervalos de 20 e 80 pontos. Quando o oscilador chega em 80 pontos, ou acima, o mercado é considerado como “sobrecomprado”, e portanto, espera-se uma queda. Por outro lado, quando ele chega a 20 ou abaixo, o mercado é considerado sobrevendido, o que resulta em um aumento de preço esperado.

Níveis-chave de suporte e resistência

Níveis de suporte e resistência ocorrem quando o preço se aproxima de um certo nível múltiplas vezes ao longo de um período, sem sobrepassá-lo. Isso significa que assim que o preço chega naquele nível, ele irá saltar dele e se mover na direção oposta. Um nível de resistência é como um teto em que o preço tem dificuldade de sobrepassar. Um nível de suporte é como um piso, onde o preço tem uma tendência de não cair abaixo.

Saber onde estão os níveis de suporte e resistência em um gráfico, pode ajudar os traders a prever tendências de mercado em um futuro próximo e, portanto, ele também os ajuda a identificar pontos de entrada e saídas ideais.

support & resistance

Na ilustração acima, você pode ver o preço saltando dos níveis de resistência e suporte e se movendo na direção oposta. Então, se você quer iniciar uma operação, então teoricamente, você poderia esperar até que o preço em queda atinja a linha de suporte antes de fazer uma compra já que o preço tenderá a subir a partir dele. Isso assumindo é claro, que o nível de suporte não irá quebrar.
Outros indicadores leading populares são:

  • Retração de Fibonacci
  • Canais de Donchian
  • Índice de Força Relativa (RSI)
  • Williams %R

O que são indicadores lagging?

Os indicadores lagging também utilizam dados de ações de preços passados. Em vez de prever alterações de mercado futuras, eles são utilizados principalmente para confirmar a direção da tendência atual e a sua força. Eles são essencialmente “atrasados” para que os traders e investidores possam ter certeza de que uma tendência em específico não é simplesmente um sinal falso, antes que eles operem uma ordem de compra ou venda.

Baseado na ilustração, você pode ver que o indicador lagging ocorre depois que o preço se altera. Isso significa que qualquer um observando o mercado poderá testemunhar a ação do preço com o indicador e então confirmá-la.

lagging indicator
Fonte: ig.com

É claro, no fim isso acaba resultando no trader perdendo alguns pips depois que a alteração já começou. Mas para muitos, é um custo a se pagar já que os prejuízos de operar em um sinal falso podem ser muito maiores. Levar um tempo para criar um sinal de transação e então confirmar a força de uma tendência atual, faz você operar apenas com decisões com boa base informativa.

Indicadores lagging são tipicamente desenhados diretamente no gráfico de preço e são excelentes ferramentas em mercados de tendência, ou em mercado que passam por grande volatilidade. Muitos traders são a favor depois, pois eles os ajudam a operar com mais confiança. De fato, não é incomum que traders mais experientes plotem dois ou mais indicadores lagging para validar as tendências de preço antes de uma operação.

Usando-os na prática

Dito isto, é importante não depender muito dos indicadores lagging. Eles podem lhe dar uma falsa sensação de segurança se você acreditar que eles vão sempre trazer lucros. Já que eles têm uma demora na reação, sempre há o risco de perder bons ganhos ou até mesmo perder uma operação inteira. Isso é especialmente verdade em situações que as mudanças de preço tendem a ocorrer muito rápido em mercados voláteis, como é o caso das criptomoedas.

A estratégia de trading ideal irá portanto envolver uma mistura tanto de indicadores leading quanto de indicadores lagging. Usando um deles para prever a alteração no mercado, e o outro para confirmá-la.

Exemplos de indicadores lagging

Existem múltiplas ferramentas de indicadores disponíveis hoje. É importante notar que eles utilizam cálculos diferentes. Como resultado, há a possibilidade de que cada um deles mostre, sinais diferentes. Vamos observar diferentes exemplos:

Médias Móveis

A Média Móvel (MA) é um indicador lagging porque ele gera um sinal de compra ou venda baseado nos dados do histórico de preço. Um sinal de compra ou venda ocorre quando o preço cruza a linha de Média Móvel ou quando duas linhas de médias móveis se cruzam. No entanto, como os calculamos com base nos pontos de preços anteriores, o preço atual sempre estará à frente da média móvel.

moving average

Como você pode ver no gráfico acima, apenas depois que o preço atingiu um pico que a média móvel cruzou acima dele. Mesmo assim, ele confirma que o mercado está em uma tendência de baixa para posições de venda. Para um trader, esta informação é útil.

Bandas de Bollinger

As Bandas de Bollinger fazem parte da categoria de indicadores voláteis. Ela é composta por uma média móvel simples (MMS) e duas linhas externas que representam o desvio padrão da média móvel simples e, portanto, servem como uma ótima medida de volatilidade.

As linhas externas irão se ampliar em relação a volatilidade crescente e contrair a medida que a volatilidade cai. Isso é benéfico aos traders já que os ajuda a “temporizar” suas operações. Afinal, ninguém quer segurar uma posição quando o mercado está passando por uma volatilidade extrema.

bollinger bands on Finamark

Outros indicadores lagging populares são:

  • Convergência e Divergência de Médias Móveis (MACD)
  • Indicador Supertrend
  • SAR Parabólico (Stop and Reverse, do inglês)

Conclusão

Se você quer utilizá-los para análise técnica, planejamento de negócios, ou em termos de macroeconomia, os indicadores leading e lagging são cruciais para se tomar decisões com base em boas informações. Agora que você tem uma ideia de como utilizá-los, você poderá decidir quais ferramentas de indicadores você pode integrar no seu sistema de trading baseado no seu nível de tolerância a risco e aos seus objetivos de investimento.

Observe que algumas ferramentas vão funcionar melhor em certos ambientes do que outras. Sinta-se livre para utilizá-los em contas virtuais para aperfeiçoar suas habilidades antes de começar a utilizá-los na sua conta real.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

O que é hedge em finanças? Aprenda a proteger seus investimentos

Prop Trading – O que é e como funciona uma mesa proprietária?

Indicadores Técnicos – Um guia para iniciantes