Earn2Trade Blog

Índice de Volatilidade

A prática de trading mudou bastante a partir de 2018. Antes disso, as tendências de mercado eram fundamentalmente ascendentes, até mesmo após a crise do subprime de 2008. Tínhamos um clássico mercado de alta em que a escolha de investimento certa era comprar. No entanto, em fevereiro de 2018, o mercado desabou em uma questão de dias. Este foi o primeiro sinal de ameaça às perspectivas de crescimento econômico global. Desentendimentos quanto às políticas tarifárias, aumentos na taxa de juros dos EUA e diversos conflitos geopolíticos – tudo isso causou impactos na visão do mercado. Com isso, o ativo que mais se beneficiou com o aumento das incertezas foi o Índice de Volatilidade – o VIX.

Por um breve momento em fevereiro de 2018, o índice disparou 37 pontos. Felizmente, ele retornou aos seus níveis normais logo depois disso. No entanto, embora consideravelmente menor, houve outra situação parecida em março. Alguns meses depois, em outubro, ele subiu novamente cerca de 15 a 30 pontos. Vale observar que durante um período de alta normal, o VIX sobe de 10 a 15 pontos – esses números sugerem um mercado fundamentalmente calmo. Quando essa alta passa de 15 pontos, temos um grau significativo de incerteza econômica.

Você também pode gostar:

blog ad pt e2t

Afinal, o que é o índice VIX?

O Índice de Volatilidade do Mercado está disponível como um contrato de futuros em Chicago desde 1993. Muitos traders e investidores o chamam de “índice do medo”. Ele foi criado pela Bolsa de Opções de Chicago (CBOE) e é calculado com base nos prêmios de 30 dias de derivativos do índice S&P 500. Quando o mercado está disposto a pagar um prêmio maior sobre opções com vencimento de 30 dias, ele indica que os participantes do mercado veem uma possibilidade realista de alta dos preços naquele período. Quando traders de opções estão dispostos a arriscar capital com base na previsão de que as opções serão operadas a um preço maior no futuro, então os movimentos de preço e o intervalo de oscilação do mercado provavelmente seguirão o mesmo caminho. Por outro lado, quando os investidores estão preocupados e inseguros, eles passam a pagar prêmios mais altos por preços de exercício (strike) mais próximos.

Na verdade, o VIX é, antes de qualquer coisa, um índice de sentimento. Ele compila muito bem a visão dos participantes do mercado, não por meio de um questionário, mas observando onde eles realmente estão investindo seu dinheiro. Além disso, ele não faz isso mensalmente, mas minuto a minuto. Dessa forma, ele fornece uma visão em tempo real da mentalidade e do estado emocional do mercado no momento. Ele realmente justifica o apelido “índice do medo”. Por outro lado, o fato de se basear em previsões também significa que ele projeta as expectativas do mercado. Isso muitas vezes pode se transformar em uma profecia autorrealizável, já que os traders passam a ficar cada vez mais inseguros quando veem o índice subindo.

Outros tipos de índice de volatilidade

É importante observar que os indicadores de volatilidade convencional se baseiam em dados do passado. Eles analisam a diferença entre o valores mínimos e máximos registrados recentemente e, em seguida, usam esses dados como base para projetar o intervalo de movimentos futuros. Isso é chamado de “volatilidade histórica”. É óbvio que tentar prever o futuro olhando para o passado é um esforço de alto risco. Esse tipo de métrica pode ter um papel fundamental ao projetar resultados futuros; no entanto, eles não são capazes de avaliar o fator psicológico. Esta é uma falha considerável, pois o sentimento do investidor é capaz de causar impactos muito maiores no mercado do que apenas probabilidade matemática. Ao tomar decisões de investimentos, é preciso precificar o futuro, não o passado.

Futuros do Índice de Volatilidade da CBOE

Por ser um instrumento, o índice pode ser operado com um multiplicador de US$1.000. Isso significa que, ao atingir 20 pontos, um contrato de Futuros vale US$20.000. A menor unidade de medida é 0,05 ponto, portanto um tick vale US$50. O ativo é lançado com vencimentos semanais, o que faz dele um contrato futuro extremamente curto. Em algumas situações, ele chega oscilar 1 a 2 pontos em um dia, o que equivale a ganhos ou perdas na faixa de US$1.000 a US$2.000 por contrato, dependendo da direção.

Como aplicar o VIX no seu portfólio?

Uma pergunta melhor seria: por que vale a pena acompanhar o VIX? Sabemos que operações de Futuros não são adequadas para qualquer investidor. No entanto, até mesmo sem operá-lo, é possível retirar informações úteis desse índice. Uma das suposições fundamentais quanto ao Índice de Volatilidade é que há uma correlação significativamente negativa entre quedas do mercado e o aumento na volatilidade. Há diversas análises estatísticas e econômicas que apontam para essa conclusão. Além disso, qualquer um que já tiver operado em um mercado predominantemente de baixa poderá confirmar essa afirmação. Dito isso, é importante ressaltar que uma volatilidade alta por si só não é suficiente para tomarmos uma decisão de venda. Ele não indica quanto o S&P de fato se moverá, mesmo que essa correlação negativa seja verdadeira.

Seria incorreto afirmar que um momento de alta no Índice de Volatilidade seria ideal para abir uma posição vendida (short) no S&P 500. O ano de 2018 nos mostrou que os índices de ações podem sofrer correções acentuadas em um único dia. Nesse caso, os movimentos só seriam refletidos no mercado de opções, e no VIX, muito tempo depois.

Conclusão

Considerando tudo que foi dito, o VIX continua sendo um índice intimamente ligado às expectativas do mercado. Ele é indispensável para identificar uma possibilidade de reversão – esse fator continua válido, mesmo que ele não forneça o momento exato para abrir uma posição. Uma queda na volatilidade indica um lento aumento no mercado de ações. Isso pode ser um bom sinal de compra, mas também pode ser simplesmente um momento de calmaria antes da tempestade. Um VIX em alta, por outro lado, indica um aumento nas tensões. Isso pode ser uma boa chance para avaliar o momento ideal de abertura de uma posição vendida. Você também precisa reconhecer que o índice conta com um elemento de sazonalidade. A temporada de flash reports pode causar um aumento na volatilidade até mesmo em período mais calmos.

A sua função como indicador significa que você não necessariamente precisa operá-lo para que ele seja lucrativo. No entanto, ele ainda é um instrumento interessante por si só. Um índice estável sugere que notícias preocupantes foram divulgadas recentemente, e quanto mais tempo durar o silêncio, maior será o impacto. O tamanho reduzido do contrato do VIX também possibilita que você lucre com a incerteza do mercado, contanto que ele seja usado com cuidado e de maneira consciente. De modo geral, vale muito a pena conferir nesse ativo.