Earn2Trade Blog
Índice Direcional Médio

Índice Direcional Médio – Como usar o ADX no trading

Infelizmente, para muitos traders os movimentos de preço não são apenas um jogo de altos e baixos. Muitas vezes os sinais de trading mais precisos acompanham a força da tendência. Isso indica a probabilidade de o preço seguir firme em sua trajetória ou se enfraquecer e mudar de direção. Os traders usam diversas ferramentas para avaliar a força da tendência. O Índice Direcional Médio está entre os indicadores mais populares e eficientes para esse fim. Este guia explora o conceito e a história do ADX. Veremos suas vantagens e desvantagens e como você pode usá-lo para melhorar sua estratégia de trading.

blog ad pt e2t

O que é o Índice Direcional Médio?

O Índice Direcional Médio (ADX) é um indicador técnico que mede a força da tendência. O indicador é não direcional e é derivado de dois Índices de Movimento Direcional (DMIs).

O indicador é traçado como uma linha com valores entre 0 e 100. Em um gráfico, a linha ADX é acompanhada de dois indicadores direcionais separados: o indicador direcional positivo (+DI) e o indicador direcional negativo (-DI). Os dois são indicadores de momentum.

A linha ADX é geralmente traçada em branco, enquanto as linhas +DI e -DI são verdes e vermelhas. Em conjunto, elas destacam a direção da tendência e ajudam de determinar sua força.

indicador ADX na Finamark
Fonte: Finamark

Os traders usam as linhas e a relação entre elas para decidir se devem operar comprados, vendidos ou evitar operar naquele momento.

Além de identificar tendências mais fortes e mais fracas, os traders usam o ADX para planejar seus pontos de entrada e saída.

O principal objetivo do indicador é ajudá-lo a descobrir qual é exatamente a força da tendência atual. Quantificar sua força e visualizar sua direção é muito importante para day traders, investidores de curto prazo, scalpers e basicamente todos os tipos de participantes do mercado.

Não é difícil de aplicar o indicador, embora ele possa intimidar um pouco os traders iniciantes. Isso ocorre porque ele consistem em três linha separadas, e analisar todas elas ao mesmo tempo pode ser um pouco confuso. No entanto, após algum tempo de prática, o ADX passa a ser bastante divertido de usar!

Uma breve história do ADX

O Índice Direcional Médio foi desenvolvido por um dos traders técnicos mais famosos do século 20: J. Welles Wilder. Em 1978, ele apresentou a ferramenta de trading técnico pela primeira vez em seu livro “New Concepts in Technical Trading Systems”. Embora tenham se passado mais de 40 anos, o indicador permanece igualmente eficiente ainda hoje.

O indicador foi criado para atender às necessidades dos day traders de commodities. No entanto, hoje em dia ele é aplicado em todos os mercados, incluindo ações, ETFs, fundos mútuos e futuros.

Na verdade, o trabalho de Wilder é tão essencial que muitos dos seus conceitos servem de base para os softwares de gráficos. Ele também é o pai de alguns dos indicadores mais populares, incluindo o Índice de Força Relativa (RSI), o SAR Parabólico, o Intervalo Verdadeiro Médio (ATR), entre outros.

Como calcular o ADX

O cálculo do ADX se baseia em uma Média Móvel (MM) da expansão do intervalo de preço para um dado período. Também pode ser visto como a média dos valores do índice direcional (DX) ao longo de um período específico.

Na maioria das plataformas, a configuração padrão para o indicador é 14 barras ou períodos. No entanto, outros períodos também podem ser usados, dependendo da preferência do trader.

Agora vamos ver como é o processo de cálculo. Observe que, embora seja um pouco confuso, a parte boa é que você não terá que fazer nada disso toda vez que for aplicar o indicador. Os passos abaixo são apenas para sua referência e para que você entenda o funcionamento do indicador. Quando estiver operando, o computador fará todo o trabalho sozinho.

Calcule o ADX em 12 passos

  1. Comece calculando o intervalo verdadeiro (TR) e os movimentos direcionais positivo e negativo (+DM e -DM) ao longo de 14 períodos;
  2. +DM = alta atual – alta anterior;
  3. -DM = baixa anterior – baixa atual;
  4. Os resultados determinam qual usar para prosseguir com o cálculo. Escolha aquele com o maior valor.
  5. O TR é igual ao que for maior entre Alta Atual – Baixa Atual, Alta Atual – Fechamento Anterior ou Baixa Atual – Fechamento Anterior;
  6. Agora é hora de suavizar as médias de 14 períodos do TR, o +DM e o -DM. Aqui você deve incluir os valores do -DM e do +DM para calcular as médias suavizadas. A fórmula para o TR é: Primeiro 14TR = soma das primeiras 14 leituras do TR, enquanto o Próximo 14TR = primeiro 14 TR – (14TR/14 anterior) + TR atual;
  7. O valor suavizado do +DM é dividido pelo valor suavizado do TR. Multiplique o resultado por 100 e agora você tem o valor do +DI;
  8. Para encontrar o valor do -DI, divida o -DM suavizado pelo TR suavizado e multiplique por 100;
  9. O Índice de Movimento Direcional (DMI) será igual ao +DI menos o -DI, dividido pela soma de +DI e -DI, multiplicado por 100;
  10. Para calcular o Índice Direcional Médio (ADX), você deve encontrar os valores do DX para todos os 14 períodos;
  11. O primeiro ADX é igual à soma dos 14 períodos do DX, dividido por 14;
  12. Para o restante, use a seguinte fórmula: ADX = ((ADX anterior * 13) + DX atual) / 14.

Fórmula do Índice Direcional Médio

A lista de cálculos acima pode assustar um pouco, mas não se preocupe – quando estiver operando, tudo isso será automático. Mesmo assim, é sempre bom conhecer a fórmula que gera a ferramenta que você está usando para lucrar.

Aqui está a fórmula completa do Índice Direcional Médio:

Average Directional Index Formula

Onde:

+DM (Movimento Direcional) = Alta Atual – Alta Anterior

-DM (Movimento Direcional) = Baixa Anterior – Baixa Atual

ATR = Intervalo Verdadeiro Médio

Como interpretar o indicador ADX

A forma mais precisa de interpretar o indicador ADX é lembrando que a sua linha mostra a força da tendência geral ao subir durante movimentos de preço mais fortes e ao cair durante movimentos mais fracos. A força da tendência é visualizada pela alta no indicador direcional positivo (+DI). Por outro lado, a força da queda do mercado é refletida pelo movimento de queda no indicador direcional negativo (-DI).

Isso não é tudo – você deve ficar de olho em cada uma das linhas está em relação à outra. Se a linha +DI estiver acima da -DI, o mercado geralmente está em uma tendência de alta e vice-versa.

interpretando o indicador ADX
Fonte: Finamark

Para deixar claro, vamos adicionar alguns números e definir um contexto. 

Uma tendência é considerada forte quando o ADX está acima de 25 e fraca quando está abaixo disso. Ao olhar os valores do ADX, você pode ter uma noção de se o mercado apresenta ou não uma tendência. No entanto, também é importante analisar o período de tempo no qual o ADX varia acima ou abaixo da marca de 25. Em geral, quanto maior o período, mais preciso é o sinal de um mercado variando em um certo intervalo.

Como a maioria dos traders interpretam o ADX

Valor do ADXForça da Tendência
0 – 25Fraca
25 – 50Forte
50 – 75Muito forte
75 – 100Extremamente forte

Um cruzamento entre a +DI e a -DI também é um sinal importante. Quando a linha +DI cruza acima da -DI e o ADX está acima de 25, isso é considerado um sinal de compra. Por outro lado, quando o -DI cruza acima do +DI e o ADX está acima de 25, os traders geralmente operando vendidos.

Além disso, é preciso conferir se a linha ADX registra consecutivas altas maiores ou altas menores. No primeiro caso, isso significa que o momentum da tendência está crescendo. Uma série de picos menores, por outro lado, indica uma diminuição da força da tendência.

No entanto, tenha em mente que o ADX também pode gerar sinais de não tendência. Nesses casos, isso significa basicamente que o preço está muito volátil para formar uma direção clara.

Estratégias com o Índice Direcional Médio

Em geral, toda vez que a tendência mudar seu perfil, você deverá reavaliar suas posições e repensar sua estratégia de risco. Certo, e como fazer isso?

A melhor forma é por meio da análise dos sinais mais comuns, incluindo:

Divergência

A ideia geral aqui é que conforme a tendência se desenvolve, o valor do ADX deve aumentar de acordo. No entanto, se ocorrer o oposto, você tem uma divergência.

Quando o preço do instrumento registra uma alta maior, enquanto o ADX registra uma alta menor, você tem uma divergência. Isso não é necessariamente um sinal de reversão, mas um aviso de que a tendência está mudando.

Divergência com ADX
Fonte: Finamark

Uma divergência pode significar várias coisas, incluindo consolidação da tendência, correção, reversão ou até mesmo continuação. Não ajudou muito, né?

A melhor coisa aqui é diminuir o stop loss e buscar sinais de outros indicadores (veremos mais sobre isso abaixo). Se você não conseguir identificar o caminho mais provável do mercado, pode ser uma boa ideia garantir os lucros e fechar suas posições.

Os sinais de divergência gerados pelo ADX são muito parecidos com os de osciladores como o MACD e o RSI.

Identificando intervalos

Uma das partes mais difíceis do trading é identificar o momento em que os padrões de preços se movem de uma tendência para um intervalo. Usar o ADX pode ajudar muito nesse ponto.

O sinal mais comum de que o mercado está se movendo dentro de um intervalo é quando o indicador está abaixo de 25, mas não passa de 20. Isso também ocorre quando a tendência está perdendo força, mas ainda não perdeu o bastante para ser considerada fraca.

Quando está em um intervalo, a tendência se move lateralmente, e o mercado está relativamente calmo, sem uma predominância significativa de compradores ou vendedores. No entanto, caso a proporção de oferta e demanda mude, o mercado reagirá rompendo o intervalo.

Intervalos do índice direcional médio
Fonte: Finamark

A melhor coisa a fazer durante mercados em intervalo é manter a calma e evitar estratégias baseadas em tendências. Você pode comprar ou vender quando uma reversão ocorrer. Se a reversão ocorrer em torno da linha de suporte, você pode operar comprado; se ela ocorrer em torno da linha de resistência, então você pode operar vendido.

Direção da tendência e cruzamentos

O ADX é mais eficiente quando o mercado segue uma tendência, o que, felizmente, é a maioria dos casos. Quando há uma tendência bem clara, fique de olho em cruzamentos entre as linhas +DI e -DI.

Se a +DI cruzar e ficar acima da -DI e o ADX estiver acima de 25, espere um movimento de preço de alta. Nesse ponto, você pode abrir uma posição comprada. Por outro lado, quando a -DI cruza e fica acima da +DI e o ADX está acima de 25, você pode considerar que é um bom momento para operar vendido.

Cruzamentos com ADX
Fonte: Finamark

Cruzamentos com ADX também são úteis para identificar pontos de entrada e saída. Em uma situação em que você possui uma posição comprada e a -DI cruza por cima da +DI, o ideal é garantir os lucros. Você pode fechar sua posição por completo ou usar trailing stops e obter parte dos lucros.

No entanto, tenha em mente que o indicador ADX muitas vezes gera whipsaws ou sinais não confiáveis. Por essa razão, é essencial complementá-lo com outros indicadores técnicos.

ADX e RSI

Combinar esses dois indicadores cria uma sistema que mede a força da tendência e os sinais quando o mercado estiver sobrecomprado ou sobrevendido.

Aplicar essa estratégia exige que você abra uma ordem de compra quando o preço estiver caindo, com o ADX acima de 25 e o RSI abaixo de 30. Por outro lado, se o preço estiver em alta, com o ADX acima de 25 e o RSI acima de 70, você pode considerar que o mercado está em sobrecompra e abrir uma posição vendida.

ADX e RSI
Fonte: Finamark

Ao aplicar essa combinação, você pode posicionar um stop loss na última alta do indicador ADX.

ADX e MACD

Esses indicadores se complementem bem porque fornecem uma visão mais detalhada do que está ocorrendo com o preço do instrumento.

Enquanto o MACD ajuda a determinar melhor a direção da tendência, ele também pode sinalizar uma reversão. Bem parecido com o que o ADX pode fazer, certo? No entanto, quando são combinados, você obtém uma visão mais precisa dos acontecimentos do mercado.

Você pode observar o MACD para detectar reversões e usar o ADX para qualificá-las – se são fortes ou fracas.

Na prática, você pode operar comprado quando o MACD estiver acima de zero e o ADX ficar acima de 25, enquanto a +DI cruza e fica acima da -DI. E vice-versa.

ADX e MACD
Fonte: Finamark

ADX e SAR Parabólico

Essa estratégia é útil principalmente para minimizar os sinais falsos que podem ser gerados pelo ADX. Complementá-lo com um indicador leading, como é o caso do SAR Parabólico, garante a capacidade do trader de obter o máximo de ganhos enquanto o mercado estiver seguindo uma tendência.

Ao operar com essa combinação, fique de olho quando o SAR Parabólico registrar pelo menos três parábolas consecutivas na direção da tendência. Quando isso acontece, você pode abrir uma posição. Por outro lado, se três parábolas consecutivas forem contra a tendência, você terá um sinal de saída antecipado.

ADX e SAR Parabólico
Fonte: Finamark

Erros comuns ao usar o ADX

Podemos dizer que o ADX não é o mais simples dos indicadores, e é por isso que os traders cometem alguns erros cruciais ao aplicá-lo.

O primeiro erro notável é agir de maneira precipitada e abrir uma posição assim que notar algo parecido com um sinal vindo do ADX. Tenha em mente que esse indicador produz muitos sinais falsos; portanto, se não complementá-lo com um indicador adicional para obter mais informações, você correrá o risco de abrir uma posição perdida. Um exemplo são os cruzamentos do ADX, que geralmente levam algum tempo para se formarem. Se você operar logo na primeira vez que eles aparecerem, ou sem confirmá-los com um sinal de outro indicador, você corre o risco de entrar ou sair do mercado muito cedo e não obter o máximo possível de lucro.

Outro erro comum é quando os traders consideram que uma linha ADX em queda é um sinal de reversão de tendência. Isso só vale quando o ADX estiver abaixo de 25. Se a linha estiver simplesmente caindo, mas ainda acima da marca de 25, isso indica que a tendência está se enfraquecendo.

Por fim, evite operar durante mercados de intervalo, já que o ADX tende a gerar falsos positivos se não estiver acompanhado de um indicador leading. Já sabemos muito bem que o indicador é mais eficiente quando aplicado durante tendências bem claras e não durante mercados laterais.

Vantagens e desvantagens

O ADX tem provado sua eficiência há quatro décadas. No entanto, como qualquer outro indicador, o ADX não é perfeito e não funciona bem em todas as condições do mercado. É por isso que é essencial se familiarizar com seus problemas e seus benefícios antes de decidir se ele pode ajudá-lo a melhorar a eficiência da sua estratégia de trading.

As vantagens e desvantagens do Índice Direcional Médio (ADX) podem ser resumidos como os seguintes:

Vantagens

  • Indicador altamente confiável em mercados de tendência
  • Ajuda a encontrar as tendências mais fortes
  • Quantifica com precisão a força da tendência
  • Alerta sobre mudanças no momentum da tendência
  • Pode ajudar a confirmar a validade do rompimento de uma tendência
  • Funciona com uma diversidade de instrumentos
  • Permite que você veja a força dos compradores e dos vendedores ao mesmo tempo

Desvantagens

  • É um indicador lagging que segue o preço
  • Menos eficiente durante movimento de mercado laterais
  • Pode gerar sinais falsos se usado em períodos mais curtos
  • Não pode ser usado como um indicador independente

Considerações finais

Resumindo, considerando que os melhores lucros geralmente vêm de tendências fortes, não há uma ferramenta melhor para isso que o ADX.

O Índice Direcional Médio (ADX) é um dos indicadores mais completos, e aprender a usá-lo certamente trará benefícios à sua estratégia de trading. É uma ferramenta inestimável do arsenal de muitos traders, principalmente quando combinado com os indicadores SAR Parabólico e RSI.

No entanto, como qualquer outro indicador técnico, o ADX não fornece sinais 100% precisos o tempo todo. Para tirar o máximo de proveito dele, é preciso aplicá-lo com cuidado e sempre conferir seus sinais em vários períodos gráficos.