Earn2Trade Blog
lauren simmons

Lauren Simmons

Lauren Simmons é a única mulher a atuar como trader no pregão da Bolsa de Nova York (NYSE). Ela se destaca em um lugar tipicamente associado a homens competitivos. Historicamente, houve outras exceções, como durante a Segunda Guerra Mundial. Na época, as mulheres eram maioria no pregão. Mesmo assim, Lauren é excepcional por ser a mais jovem trader mulher a entrar na Bolsa de Nova York.

Você também pode gostar:

A Bolsa de Nova York mudou muito ao longo dos anos. No passado, o pregão físico era onde ocorriam as operações. A imagem clássica de uma Bolsa é uma multidão de traders gritando e sinalizando preços e valores com a mão. Essa imagem começou a perder o sentido nos anos 80, quando a quantidade de traders no pregão começou a diminuir. Em vez disso, o pregão eletrônico passou a dominar o setor, com as pessoas deixando o chão da Bolsa. Hoje em dia, os traders no pregão físico são raros, já que a maior parte dos traders prefere atuar no pregão eletrônico.

Esta foi apenas uma das diversas mudanças da Bolsa. Outra tendência começou em 2017, quando o pregão da Bolsa de Nova York recebeu a trader Lauren Simmons.

blog ad pt e2t

A carreira de Lauren Simmons no trading

A Lauren Simmons estudou genética e estatística na sua graduação em Kennesaw State, na Geórgia. Depois disso, seu interesse em estatística lhe rendeu entrevistas para fazer parte do mercado financeiro. Isso a levou a conhecer Gordon Charlop, o COO da Rosenblatt Securities. Ele a apresentou ao seu CEO e fundador, Richard Rosenblatt, que a contratou.

Lauren tinha um mês para passar no seu exame de qualificação Series 19 para obter sua permissão e começar a operar no pregão. Para a felicidade de Lauren e da Rosenblatt Securities, ela gabaritou seu teste e se tornou a trader mulher mais jovem da história da NYSE.

Depois de passar um ano e meio trabalhando lá, ela foi questionada quanto ao seu futuro na Bolsa. Ela respondeu que gostaria de passar mais dois anos nesse ambiente de alta pressão antes de dar o próximo passo na sua carreira. Desejamos tudo de melhor em suas empreitadas!

É possível que a Lauren acabe seguindo os passos de Stacey Cunningham, a primeira presidente mulher da Bolsa de Nova York, que ocupa o cargo desde maio de 2018.