pt
en
es
ar

Blog

Guias de trading, webinários e histórias

Margem de Garantia Explicada – Para que serve e quais os benefícios?

margem de garantia
F T L
8 minutos de leitura
blog ad pt e2t

Uma das características mais atraentes do mercado futuro é que ele permite a operação com alavancagem. Isso significa que os traders podem comprometer uma quantidade relativamente pequena de capital para realizar grandes operações em um ativo. Essa alavancagem é possível graças ao que é conhecido como margem de garantia. Neste guia, analisamos mais detalhadamente o que é a margem de garantia e como ela afeta suas capacidades de operação.

O Que é Margem de Garantia?

Em termos mais simples, a margem de garantia é a quantia mínima de fundos necessária em sua conta de trading para iniciar uma posição futura de compra ou venda. Essa margem é geralmente uma fração do valor total dos contratos. O valor real varia de mercado para mercado e, normalmente, difere se o trader estiver fazendo day trading ou mantendo a posição durante a noite.

A margem permite operar com alta alavancagem, o que é realmente um instrumento crucial no mercado de futuros. Com alavancagem, você não precisa colocar 100% do valor do contrato futuro ao iniciar uma operação. Em vez disso, você pode usar o valor da sua margem para entrar em grandes posições e continuar a operar enquanto sua conta continuar sendo financiada.

Mas tenha em mente que a alavancagem é uma faca de dois gumes. Embora pequenas alterações no preço do ativo em questão possam se traduzir em ganhos consideráveis, elas também podem resultar em perdas significativas. Essas perdas podem ser muito maiores do que o valor da margem original, se a operação acabar saindo errado.

Você também pode gostar:

Margem de Garantia vs. Margem de Ações

Margem é um termo amplamente usado em vários mercados financeiros, incluindo o mercado de ações. Como tal, é importante entender primeiro as diferenças entre as margens para futuros e margens para ações/títulos. Você deve entender essas diferenças antes de operar contratos futuros.

No mercado de ações, uma margem refere-se ao dinheiro que você precisa ter em sua conta para pedir empréstimos para seus ativos. O montante emprestado é como um empréstimo, que permite acessar maiores somas de capital para comprar e possuir ações, títulos e ETFs. Este empréstimo permite que você alavanque suas posições. Essa prática também é conhecida como compra na margem e amplifica essencialmente seus resultados de trading para obter maiores lucros em operações bem-sucedidas.

No mercado futuro, no entanto, uma margem é a quantia que você precisa depositar e ter em mãos com o seu corretor ao entrar em uma posição futura. Lembre-se de que não é como um adiantamento. Financiar sua conta de trading de futuros com a margem exigida não significa que você possui a mercadoria em questão que está sendo operada. Você pode pensar na margem como um depósito de boa fé sem a qual você não poderá entrar na operação em primeiro lugar.

Outra diferença importante é que a margem de garantia representa tipicamente por volta de 3 à 12% do valor nacional de cada contrato de futuros. Considerando que a margem dos títulos geralmente exige que os traders coloquem até 50% do valor nominal dos títulos operados.

Tipos de Margens de Garantia

Existem duas categorias principais de margem nos mercados de futuros:

  • Margem inicial – é o valor mínimo definido por uma plataforma de câmbio de futuros para inserir uma posição futura. Embora seja a exchange que especifique o valor da margem, seu corretor também pode exigir que você deposite fundos adicionais antes de começar a operar.
  • Margem de manutenção – refere-se ao valor que você deve manter a todo momento em sua conta de operação para cobrir possíveis perdas em suas posições. O valor da margem de manutenção será menor que a margem inicial.
 SímboloExchangeMargem Inic.Margem de Manut.
E-Mini S&P 500ESCMEUS$13.200US$12.000
Micro E-Mini S&P 500MESCMEUS$1.320US$1.200
PetróleoCLNYMEXUS$6.160US$5.600
OuroGCCOMEXUS$9.185US$8.350
10 Year US Tr-NoteZNCBOTUS$2.035US$1.850

* informações de 31/12/2019, fonte (30 de março de 2020): GFF Brokers

Além das margens inicial e de manutenção, existem duas subcategorias de margens futuras que você deve conhecer:

  • Margens de day trade – Essa é basicamente uma margem inicial para a prática de day trade no dia inteiro. Isso significa que é o valor mínimo necessário para operar um contrato por dia. Com a margem de day trade, você está basicamente abrindo e fechando sua posição futura na mesma sessão de trading e não a levando adiante para a operação do dia seguinte. Essa margem é definida pelo corretor.
  • Margem de posição ou margem overnight – Essa é a margem necessária para manter sua posição após o horário de fechamento do mercado e até o próximo dia de operação. Essa margem é definida pela bolsa com base no valor de mercado e na volatilidade do contrato futuro.

O Que é Chamada de Margem?

Se os fundos da sua conta de trading ficarem abaixo da margem de manutenção, você poderá receber uma chamada de margem. Nesse caso, você precisará depositar mais fundos imediatamente para trazê-lo de volta ao nível da margem inicial.

Se, por algum motivo, você não conseguir atender à chamada de margem, poderá reduzir sua posição de acordo com a quantidade de fundos restantes em sua conta. Alternativamente, você pode fechar sua posição. Às vezes, seu corretor encerrará sua posição dentro de um certo período de tempo, se você não atender à chamada de margem.

Por exemplo, suponha que você abriu uma nova conta com seu corretor e depositou US$15.000. Digamos que você comprou os contratos futuros E-mini S&P 500. A margem inicial exigida era de US$6.600 por contrato, para que você pudesse comprar dois contratos no valor de US$13.200 (2 X US$6.600). Digamos que a margem de manutenção necessária seja de US$6.000 por contrato, portanto de US$12.000 para os dois que você acabou de comprar.

No entanto, a volatilidade do mercado não foi favorável. A posição sofreu perdas e o saldo da sua conta caiu para US$10.000. Isso é US$2.000 abaixo da margem de manutenção e, portanto, resultará em uma margin pelo seu corretor.

Para manter as posições, você precisa aumentar o saldo da sua conta em US$3.200 trazendo-a de volta à margem inicial de US$13.200. Como alternativa, você pode fechar uma de suas posições para que a margem de manutenção caia para apenas US$6.000. Ou você pode fechar as duas posições com essa perda e continuar operando conforme desejado.

Como são calculadas as Margens de Garantia?

As margens de garantia são mantidas pela bolsa por meio do cálculo de um algoritmo conhecido como  Análise de Risco Padrão do Portfólio (SPAN). Ele usa uma metodologia altamente sofisticada para determinar os requisitos da margem de garantia, analisando os “e se?” de praticamente qualquer cenário de mercado.

Visão Geral da Margem SPAN

O SPAN usa um algoritmo complexo para avaliar o risco geral. Isso é feito calculando a pior perda possível que uma carteira possa ter durante um certo período de tempo, normalmente em um dia de operação. Isso é feito calculando os ganhos e perdas potenciais do portfólio sob diferentes condições de mercado.

Por exemplo, o CME usa o sistema SPAN para determinar suas margens de garantia. Ele utiliza a metodologia de matriz de risco SPAN para atribuir um conjunto de valores numéricos. Esses valores indicam como um contrato futuro específico obterá lucros ou prejuízos sob várias condições, conhecidas como cenários de risco. Cada cenário de risco leva em consideração os principais fatores, incluindo alterações no preço do índice em questão, a volatilidade atual do mercado e uma diminuição no tempo até mesmo a expiração do contrato.

A margem SPAN utiliza o conceito estatístico Valor por Risco (VAR) para determinar a margem inicial. Ela é baseada na premissa de que deve ser adequadamente o suficiente para cobrir as perdas incorridas em uma posição em 99% dos casos, com base em dados históricos. Essencialmente, o SPAN avalia os riscos envolvidos em cada contrato – quanto maior o risco, maior a margem inicial.

Parâmetros do SPAN do CME

A CME é uma das bolsas mais populares para contratos futuros. Portanto, outras exchanges e empresas de compensação tendem a usar os parâmetros SPAN do CME para calcular o grau desejado de cobertura de riscos. Esses parâmetros incluem:

  • Análise de alcance dos preços (scan de risco) – refere-se ao movimento de preço mais alto que é mais provável de ocorrer para cada instrumento em um período de tempo especificado.
  • Análise de alcance da volatilidade – Esse é o nível mais alto de alteração que provavelmente ocorrerá com a volatilidade em questão que afeta o preço de cada opção futura.
  • Parâmetros de spreading dentro das mercadorias- Essas são as taxas e regras usadas para avaliar os riscos de produtos relacionados entre as carteiras.
  • Parâmetros de spreading entre mercadorias – Essas são as taxas e regras usadas para avaliar as compensações de risco entre produtos relacionados.
  • Parâmetros de risco de entrega (spot) – Essas são as taxas e regras usadas para avaliar o risco elevado de posições futuras que envolvem produtos fisicamente entregáveis, à medida que o período de entrega se aproxima.

Os Principais Benefícios da Margem de Garantia

O benefício mais óbvio no trading com margem de garantia é que ele ajuda a evitar um acúmulo de prejuízos (perdas). As margens de garantia basicamente protegem os riscos normalmente associados ao mercado futuro altamente alavancado. Isso ocorre porque a margem de garantia permite liquidez suficiente nesse mercado altamente alavancado, uma vez que as contas devem ser complementadas para continuar mantendo uma posição perdida.

Ele também protege o seu patrimônio contra a perda total em uma posição perdida, pois a bolsa e seu corretor exigirão que você complemente a sua conta sempre que ela atingir um determinado nível.

Outro benefício importante é que o sistema garante que as obrigações do contrato futuro sejam totalmente cumpridas. Isso elimina o risco da contraparte. Com o sistema de margem de garantia, todos os contratos futuros têm patrimônio suficiente para liquidação. Isso, por sua vez, garante o ambiente seguro e confiável de operação de futuros que existe hoje.

Desvantagens da Margem de Garantia

A desvantagem predominante do sistema de margem de garantia é que as perdas incorridas em cada contrato devem ser liquidadas diariamente. Isso realmente testa sua capacidade de retenção em manter seu saldo de margem.

Às vezes, o índice em questão pode entrar em um momento baixa por dias sem nenhum ganho significativo. E então ocorre uma reviravolta repentina em um dia e ele começa a registrar alguns lucros interessantes. Isso significa que os traders podem ter que manter suas posições durante esse período, o que implica em injeções adicionais de patrimônio para manter as margens overnight.

Considerações Finais

Muitos traders iniciantes analisam os requisitos de margem de garantia sob uma luz um tanto negativa. No entanto, na prática, a margem é o que mantém o mercado de futuros em ordem. Ela fornece certa segurança contra os impactos desfavoráveis da volatilidade do mercado, além de garantir que os participantes do mercado cumpram suas obrigações à todo instante.

A compreensão da margem de garantia é essencial para qualquer trader de futuros e é uma das muitas etapas preliminares necessárias para se dominar antes de se trabalhar com dinheiro real.

blog ad pt e2t

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Bear Trap – Tudo que você queria saber sobre essa armadilha

Bull Trap – Como evitar essa armadilha em mercados de baixa

Indicador Dinâmico de McGinley – O que é e como configurar?