Earn2Trade Blog
mercado futuro da soja

Mercado Futuro da Soja – As 5 coisas mais importantes que você deve saber

A soja é uma das commodities mais populares em todo o mundo devido ao rico valor nutricional, aplicação universal e produção relativamente barata. Não à toa, o mercado futuro da soja é um dos mais desenvolvidos não apenas no setor de agricultura, mas entre todas as outras commodities. De acordo com um relatório da Federação Mundial de Câmbio, os futuros de farelo de soja foram a quarta commodity mais operada em todo o mundo em 2018, ficando atrás apenas dos futuros de aço, petróleo bruto Brent e petróleo bruto.

A cultura de soja é, sem dúvida, de grande importância econômica e social em todo o mundo.

Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura

Para operar futuros de soja, você deve primeiro entender o básico. Isso significa saber os fatores principais que influenciam seu preço. A lista inclui biodiesel, ração, a crescente demanda por alternativas a carnes e laticínios, mudança climática, além de instabilidades macroeconômicas e políticas. Todos esses fatores e vários outros podem desestabilizar o preço dos futuros de soja.

Para se preparar para navegar nesse mercado, é preciso se familiarizar com ele. Para isso, criamos uma lista com as cinco coisas mais importantes que você deve saber sobre o trading de futuros de soja.

Antes de partirmos para o artigo em si, devemos começar com uma carta de 2014 aos acionistas da Berkshire Hathaway, na qual Warren Buffett diz que as pessoas só devem investir em negócios sobre os quais elas tenha profundo conhecimento. Ele acrescenta que julgar um ativo apenas pelo seu preço é pura especulação, não um investimento. É por isso que focaremos primeiro em alguns detalhes fundamentais sobre a commodity em si.

blog ad pt e2t

O que são futuros de soja?

A soja é uma espécie de leguminosa, classificada como uma oleaginosa pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). As primeiras referências às culturas de soja foram descobertas na China há mais de 3.000 anos. A soja é nativa do leste da Ásia e permaneceu bastante impopular em outras partes do mundo até o final do século 18, quando foi trazida para os Estados Unidos pela primeira vez. Alguns anos depois, a soja também se tornou popular na Europa. Os agricultores logo começaram a reconhecer os benefícios do plantio de soja, uma vez que ela os ajudou a limpar o campo para outras culturas e garantiu a fixação natural dos níveis de nitrogênio no solo.

Não há dúvidas de que a soja é uma das mais promissoras de todos os produtos agrícolas, tendo uma variedade quase ilimitada de usos industriais, e que desempenhará um papel importante na futura vida econômica deste país.

Henry Ford

As últimas décadas marcaram um aumento significativo na popularidade da soja e a estabeleceram como uma das culturas mais populares em todo o mundo.

Você também pode gostar:

Aplicação industrial

A soja é utilizada como matéria-prima para a produção de diesel de soja (biodiesel). Também é utilizada para produzir tinta de soja, que é uma alternativa cada vez mais popular às tintas petroquímicas. A soja também está presente em outros produtos técnicos e industriais, como poliésteres, têxteis, adesivos, materiais de limpeza e produtos de madeira.

Aplicação em alimentos

A soja é usada principalmente na produção de óleo de soja e farelo de soja para alimentos e rações para animais. A planta também é utilizada na produção de alimentos para consumo humano direto. Produtos à base de soja, como molho de soja, tofu, alguns tipos de cerveja, macarrão, óleos vegetais e outros estão presentes nas cozinhas de todos os cantos do mundo. A soja também pode ser encontrada em molhos para salada, margarina, maionese, chocolate (na forma de lecitina) e muitos outros condimentos.

Hoje a produção global de soja está altamente concentrada em três países. Estados Unidos, Brasil e Argentina correspondem por mais de 80% da produção global. A crescente popularidade da soja resultou em um crescimento maciço na produção – de 268,7 toneladas em 2010-2011 para 364,8 toneladas em 2018-2019.

Em poucas palavras, a soja é uma cultura amplamente popular, com uma aplicação cada vez maior nas indústrias de alimentos, químicas, de construção, entre outras. Isso faz dela uma oportunidade de investimento a longo prazo muito interessante.

O mercado futuro da soja

A maneira mais popular de investir em soja é por meio de um contrato futuro. Ele oferece uma proteção eficiente contra eventos inesperados do mercado, preços voláteis e discrepâncias na oferta e na demanda. Os futuros de soja (ZS) são emitidos de forma padrão, sendo popular em Bolsas de todo o mundo.

Especificações do contrato futuro de soja

Símbolo do produtoZS
Tamanho do contrato5.000 bushels (aprox. 136 toneladas)
Flutuação de preçosUS$12,50 por contrato (US$0,00025 por bushel)
Meses de operaçãoJaneiro, março, maio, julho, agosto, setembro, novembro
Último dia de operaçãoUm dia útil antes do 15º dia do mês do contrato
Horários de operaçãoDomingo a sexta-feira, 19h às 19h45 (CT)
Segunda-feira a sexta-feira, 08h30 às 13h20 (CT)
Fonte: CME

Os principais participantes nos mercados de futuros de soja são agricultores, processadores e traders. Ao operar futuros de soja (ZS), eles garantem um planejamento de longo prazo eficiente, uma qualidade do produto consistente, um serviço estável e uma maior lucratividade para seus negócios. O contrato futuro fornece aos participantes do mercado flexibilidade para fazer hedge contra oscilações de preço por conta de possíveis riscos, como imprevisibilidade do clima, volatilidade nas exportações e importações, além de mudanças nas tendências globais.

O mercado de futuros da soja é um dos mercados de commodities mais bem desenvolvidos no mundo. No período de 2017 a 2018, o mundo produziu mais de 12 bilhões de bushels de soja. O número de contratos futuros de soja (ZS) operados na bolsa para o mesmo período foi 21 vezes maior.

Uma das principais razões pelas quais os contratos futuros de soja são tão populares entre traders e investidores se deve a sua alta liquidez no mercado, permitindo que traders consigam lucrar em pequena quantidade várias vezes ao dia. O CME Group ressalta que há mais de 200 mil contratos futuros de soja (ZS) sendo operados em média por dia em suas Bolsas.

Operando futuros de soja – 5 coisas importantes que você deve saber

Nos últimos anos, os agricultores do mundo inteiro têm mudado lentamente seus planos de produção para soja em vez do milho – a principal commodity agrícola. Isso também foi reconhecido por traders, que também começaram a focar nos futuros de soja.

Se estiver se perguntando se é uma boa ideia investir em uma commodity como a soja, há algumas coisas importantes que você deve saber para poder prever com eficiência as variações de preço e otimizar o desempenho da sua carteira de investimentos.

1. Os fundamentos da commodity

Para aprender a operar no mercado futuro da soja com sucesso, você deve, antes de tudo, entender o básico para entender o que impulsiona o preço e quais riscos estão associados a uma determinada commodity.

Os mercados de soja são dependentes do fator de sazonalidade, pois seguem um ciclo de produção fixo. O processo de produção da soja segue três etapas: plantio, formação e colheita. Cada estágio afeta o desenvolvimento da safra e pode influenciar o preço do contrato futuro no final. Confira abaixo as etapas e o calendário da produção de soja:

Plantio

O plantio é o processo de preparação e planejamento do campo e é realizado de meados de março a maio (de maio a julho nos EUA). Se não houver atrasos durante os meses de plantio, os preços futuros da soja geralmente tendem a subir. A etapa de plantio também é muito importante, pois fornece estimativas iniciais da provisão esperada.

Formação

Durante a segunda etapa, que geralmente ocorre em agosto, a soja começa a se reproduzir. O preço dos futuros é impactado pelo ritmo da formação da soja, bem como por fatores externos que podem afetar a colheita final, como a polinização.

Colheita

A soja é colhida no período de outubro a novembro. Os preços futuros da soja podem ser impactados caso ocorram atrasos ou doenças nas culturas, como a doença fúngica da ferrugem asiática, que prejudica significativamente a qualidade das culturas.

Uma mudança no prazo para cada uma das etapas mencionadas acima terá um resultado direto no prazo para o fornecimento final da commodity.

Há mais uma coisa sobre os preços dos futuros de soja que você deve saber: o efeito sazonal e como ele influencia o mercado. Os preços futuros da soja podem variar bastante, dependendo da estação. Como trader, você deve estar ciente de que durante o inverno, quando a demanda por farelo de soja para o gado aumenta, os preços podem subir rapidamente. Por outro lado, o período de colheita, que geralmente ocorre no outono entre setembro e outubro, é marcado por um aumento na oferta de soja. Isso resulta em mais concorrência e preços mais baixos. O período no final do inverno (fevereiro, em particular) é, na maioria dos casos, tranquilo, com preços estáveis e menos perturbações no mercado.

2. O crescimento da população mundial se correlaciona positivamente com os preços futuros da soja

Atualmente, a população mundial é estimada em aproximadamente 7,7 bilhões. Segundo a ONU, o número continuará aumentando e alcançará 9,8 bilhões em 2050 e 11,2 bilhões em 2100. Uma população em crescimento significa uma necessidade crescente de comida e gado, e esse gado precisará ser alimentado (provavelmente com alimentos à base de soja). Tudo isso resultará em um aumento da demanda por soja, o que elevará o preço dos futuros.

Você pode abrir uma cadeia de restaurantes nas áreas agrícolas do mundo, pois os agricultores terão muito mais sucesso nos próximos 30 anos do que nos últimos 30 anos.

Jim Rogers, co-fundador da RICI

A demanda por soja deverá aumentar nas próximas décadas também devido às fortes projeções de crescimento econômico global para as economias emergentes. À medida que os países emergentes ficam mais ricos, espera-se que aumentem a sua demanda por alimentos para a alimentação do gado. Como resultado desse crescimento econômico, a população poderá diversificar sua dieta e assim adicionar alimentos orgânicos e à base de soja em suas refeições diárias.

Os mercados desenvolvidos também contribuirão positivamente para a demanda de soja, graças principalmente ao setor de transportes. Como os países desenvolvidos estão substituindo progressivamente os carros a diesel por alternativas ambientalmente mais amigáveis, como o biodiesel, a popularidade da soja como principal matéria-prima para sua produção aumentará.

3. Aquecimento global e mudanças climáticas causam instabilidade nos preços futuros da soja

As condições climáticas instáveis nas últimas décadas e as crescentes implicações do aquecimento global afetam todas as culturas agrícolas, incluindo a soja. Se o ciclo de grandes secas e inundações periódicas continuar, haverá uma grande disparidade na relação entre oferta e demanda para todos os tipos de alimentos.

Se dermos uma olhada no sistema de monitoramento de secas da SPEI, veremos um clima instável ao longo dos anos. Vale ressaltar que a recente seca nos EUA, maior produtor mundial de soja, está se tornando cada vez mais aguda. Além disso, em algumas regiões dos EUA, há níveis de precipitação acima da média que causam inundações e podem prejudicar a produção de soja.

As previsões da NASA de aumento das temperaturas globais também não são otimistas. Tudo isso coloca em risco a produção de soja e resulta em preços voláteis.

O destino do mercado de soja dos EUA no futuro depende tanto do clima quanto de qualquer outra coisa.

Bryce Knorr, revista Farm Futures.

Isso, juntamente com a população mundial em constante crescimento, significa que a produção de soja deve crescer a uma taxa constante, ano após ano, caso queiramos ter suprimentos suficientes de alimentos e preços mais estáveis.

4. Dólar enfraquecido e guerras comerciais globais também geram oscilações no preço dos futuros de soja

Desde que o governo Trump iniciou uma guerra comercial com a China, as exportações de soja têm sido uma das principais vítimas. A quantidade de soja armazenada em dezembro de 2018 equivalia a 80% da colheita total dos EUA no ano passado. O lado bom disso é que a soja não estraga rapidamente e pode ser mantida em armazenamento por cerca de um ano. No entanto, a incapacidade de exportar uma quantidade tão grande de soja é uma consequência das tarifas comerciais contra a China, o maior mercado de exportação dos EUA. Os números do Departamento de Agricultura dos EUA apontam que, para o período entre outubro de 2017 e maio de 2018, as exportações americanas de soja foram de 24,7 toneladas.

O valor para o mesmo período do ano seguinte foi de 6,9 toneladas, o que significa uma queda de 72,06%. Espera-se que a tendência para a demanda geral chinesa por soja continue avançando na mesma direção no próximo ano. No entanto, a queda nas exportações não se deve apenas às tarifas. Os agricultores chineses, por exemplo, começaram a usar menos proteína nos alimentos com os quais alimentam o gado. Além disso, a peste suína africana afetou a indústria local, logo temos os principais pré-requisitos para ter exportações de futuros de curto prazo mais baixas.

Nos EUA

Por outro lado, as exportações americanas para outros mercados como Japão, Coreia do Sul, Egito e Argentina cresceram significativamente no mesmo período. Uma análise das exportações para a UE mostra um salto de 84,85%. O resultado da guerra comercial com a China causa um excedente de soja. Isso afeta negativamente o preço dos contratos futuros e desestabiliza a produção e a indústria agrícola em geral. O preço dos futuros de soja (ZS) também é influenciado pelo valor do dólar.

Os contratos futuros de soja são cotados em dólares americanos, o que significa que o desempenho da economia americana afetará os preços dos futuros de soja. A política de estímulo de capital da Reserva Federal nos últimos anos manteve o dólar fraco. Não há sinais de que esta política termine tão cedo, o que significa que os preços da soja aumentarão.

Se quiser descobrir mais sobre os fatores que determinam os preços no mercado futuro da soja, você pode se aprofundar em trabalhos de pesquisa como este.

5. Divulgações e publicações anuais para acompanhar

Um trader bem-sucedido é um trader bem-informado. Agora que você está ciente dos principais fatores que influenciam o preço dos futuros de soja, é hora de focar em algumas revistas e relatórios periódicos do setor que podem ajudá-lo a coletar dados importantes para acompanhar esta commodity.

Estimativas mundiais de oferta e demanda agrícola (WASDE)

Este relatório mensal do Departamento de Agricultura dos EUA é um ativo valioso para todo trader de futuros de commodities. Ele contém previsões sobre a produção e o comércio global e americano de trigo, óleos, arroz, algodão e, é claro, soja. A análise é muito perspicaz e os dados são coletados de várias fontes, o que torna este relatório o melhor recurso informacional para os traders.

Em geral, o WASDE afeta as expectativas dos traders e influencia suas intenções de mercado, o que às vezes resulta em movimentos inesperados do mercado logo após o lançamento da publicação.

Você pode acessar o site da USDA para entender melhor a metodologia do relatório. Você também pode baixar as edições anteriores do relatório na página principal ou se inscrever para receber o relatório diretamente no seu e-mail.

Relatório de prospecção de plantio

Outra publicação valiosa do Departamento de Agricultura dos EUA envolve informações sobre os plantios esperados e a colheita do ano anterior. O relatório se baseia em uma pesquisa com agricultores de todo os EUA, produzido pelo USDA. Os resultados fornecem aos participantes do mercado uma expectativa sólida do tamanho de cada safra para o próximo ano. As informações são divididas por estados e incluem culturas como milho, trigo, aveia, linhaça, arroz e soja, entre outras.

O relatório de prospecção de plantio é publicado uma vez por ano no final de março. Você pode baixar os relatórios anteriores aqui e se inscrever para as próximas publicações.

Relatórios de estoque de grãos

O relatório de estoques de grãos é uma publicação sazonal do Serviço Nacional de Estatísticas Agrícolas, que fornece atualizações sobre a soja e outras culturas por estado. É emitido quatro vezes por ano e contém dados obtidos por meio de pesquisas nas fazendas (uma pesquisa de probabilidade dos operadores agrícolas) e fora das fazendas (refere-se ao volume de grãos em todas as instalações de armazenamento comercial).

Você pode baixar as versões anteriores do relatório e se inscrever para a próxima edição aqui.

Relatórios de produção agrícola

Veja também o relatório de produção agrícola. Emitido todos os meses, o relatório contém informações valiosas sobre os principais fatores relacionados ao comércio e produção de soja, como área colhida, área real, produtividade, etc.

Os traders consideram a análise valiosa, pois ela fornece um resumo agrícola e climático mensal (detalhes da precipitação e desvios do mapa normal de precipitação para o mês). Os relatórios de produção agrícola também mantêm os traders informados sobre as oscilações na oferta, o que os ajuda a se preparar para a volatilidade dos preços.

Você pode baixar os relatórios e assinar a próxima edição aqui.

Conclusão

A soja percorreu um longo caminho para se tornar uma das principais commodities do mundo. O interesse na soja não para de crescer, o que faz com que cada vez mais pessoas se interessem pelo mercado futuro de soja (ZS). O aumento da concorrência e a recente volatilidade nos preços tornam o processo de trading mais complexo para todos os participantes do mercado.

Para poder operar no mercado futuro da soja com sucesso, você deve se manter à frente da concorrência. Continue estudando e aprendendo novas e valiosas informações. Notícias globais, acontecimentos políticos, atualizações econômicas, análises do setor, relatórios de agências governamentais. Há uma rica base de informações para ajudá-lo a iniciar sua carreira no trading de futuros.

Se você já entende bem a parte técnica do trading e está pronto para navegar no mercado futuro, inscreva-se no Gauntlet Mini™ e dê o primeiro passo para se tornar um trader profissional.