Earn2Trade Blog
GDP Growth Forecasts

Previsões de Crescimento do PIB

O interesse em calcular e comparar os valores do PIB não se limita ao mundo dos investidores profissionais. Esta também é uma ferramenta indispensável para a elite política e econômica. O PIB mede o valor de mercado combinado de todos os bens e serviços produzidos em uma região. No entanto, o grande interesse gira em torno da variação do valor total. O uso mais comum do PIB se dá pela sua variação em relação ao valor do período anterior. Nesse sentido, a direção e a dimensão da variação tendem a ser a base da análise.

Muitas instituições preparam previsões do PIB, e a frequência dessas previsões pode variar de um a três anos. Em geral, os valores que realmente importam são divulgados nos relatórios de serviços de estatística oficiais. Embora o mercado esteja mais interessado em previsões do que nos valores em si, órgãos governamentais e, principalmente, bancos centrais investem muito nesses relatórios para estabelecer suas próprias expectativas. Essas expectativas formam a base da política fiscal e do orçamento do governo.

Você também pode gostar:

blog ad pt e2t

Previsões do governo e dos bancos centrais

O governo faz suas próprias projeções, incluindo possíveis variações na tributação e nos gastos públicos, sendo que ambos afetam diretamente o PIB. Já as projeções dos bancos centrais são geralmente menos políticas, e é por isso que vale a pena observar como e por que as duas diferem. Organizações internacionais têm menos informações quanto à política econômica de países individuais. Por outro lado, elas possuem uma perspectiva global do fluxo de bens e de capital. Esses dois fatores impactam o PIB tanto quanto a política governamental – e muitas vezes são ainda mais divulgados.

Os métodos e organizações mencionados acima mostram como a aplicação do PIB é diversa. Dependendo dos ativos e das empresas em que um investidor aplica seu capital, ele pode considerar algumas projeções mais significativas do que outras.

Como as previsões do PIB afetam o mercado de Forex

Nos mercados monetários e cambiais, os bancos centrais são definitivamente o foco da atenção dos traders. Esses bancos determinam a taxa básica de juros de suas moedas individuais, afetando diretamente seu valor relativo em comparação com outras moedas. Em teoria, eles são independentes dos governos. No entanto, a verdade é que eles enfrentam uma pressão política cada vez maior. Muitos presidentes já tentaram influenciar o Fed. O presidente Trump, por exemplo, expressou repetidamente sua reprovação pelos aumentos na taxa de juros. O fortalecimento do dólar combinado com o aumento das taxas de juros vai na contramão das metas da política econômica do presidente.

Também é importante observar que as projeções de crescimento econômico do Fed são menos precisas. Isso se deve aos efeitos econômicos globais de aumentos inesperados nas tarifas comerciais. Agora que o crescimento do PIB diminuiu, eles possuem menos motivos para continuar aumentando a taxa básica de juros. Além disso, o Fed pode passar a adotar programas que aumentem gradualmente a liquidez. Embora o Fed seja uma caso particular entre a maioria dos bancos centrais, ele ainda possui o mesmo propósito básico: manter a moeda do país estável. Ajudar na política econômica do governo atual não faz parte das atribuições do banco central.

O efeito das previsões do PIB em empresas de capital aberto

Empresas de capital aberto geralmente contribuem com uma porção significativa do PIB. Portanto, não é uma surpresa quando uma simples menção de queda no PIB já deixa os traders de ações nervosos. Os relatórios do quarto trimestre de 2018 mostraram que as empresas diminuíram as previsões de rendimentos para 2019 em 1% em relação ao ano anterior. Isso não significa necessariamente que o PIB do país também cairá 1%, mas também não indica a real direção do PIB. Quanto mais fechada for a economia, maior será o efeito da política governamental no desempenho das empresas daquele país. Com base nessa lógica, podemos dizer que as projeções do PIB feitas pelo governo devem ser o foco principal para quem acompanha o mercado de ações.

Quando o governo prevê um aumento significativo, isso geralmente é um forte indicador de que os preços das ações subirão. Enquanto isso, projeções de queda podem sinalizar o oposto. A União Europeia é bom exemplo disso. A Comissão Europeia esperava uma alta de 1,9% no PIB em novembro de 2018, mas eles diminuíram suas expectativas para 1,2% em fevereiro de 2019. Como resultado, os índices de ações da Europa caíram imediatamente e fecharam o dia com perdas de 3%. Por outro lado, o valor do euro não foi muito afetado pelo anúncio.

Quando se trata de decidir em qual instituição você deve acreditar, não há uma resposta única para todos. Não é uma questão de credibilidade, mas sim dos interesses dos participantes de cada mercado.