pt
en
es
ar

Blog

Guias de trading, webinários e histórias

Robô Trader – Já pensou em operar com um software de trading automatizado (EAs)?

robô trader
F T L
17 minutos de leitura

O setor de trading está entre os que mais foram influenciados pelo desenvolvimento tecnológico. O avanço nos últimos vinte anos é realmente impressionante – desde a introdução de redes eletrônicas de comunicação (ECNs), passando pelo roteamento de ordens inteligente e chegando aos softwares de trading automatizado. Hoje, graças à robôs traders, a compra e venda de ativos é totalmente automatizada, muito mais acessível e – mais importante – flexível. Isso significa que resolvemos todas os desafios dos mercados financeiros? A resposta curta é não – afinal, o trading automatizado não é perfeito. Vamos tratar desse assunto com mais detalhes e descobrir se operar com robôs é uma boa ideia?

Conteúdo:

O que é um robô trader?

Um software de trading automatizado – ou robô trader – é um sistema de trading programado que permite compras e vendas automatizadas de ativos mediante regras predefinidas. Em outras palavras: é um clone programado do trader. Algumas pessoas também os chamam de “Expert Advisors” – os EAs.

Mas por que os Expert Advisors (EAs) são tão populares? Para descobrir, vamos começar pelas prioridades dos traders.

As qualidades mais valiosas de um trader de sucesso são disciplina e autocontrole. Isso significa que eles devem ter um plano rigoroso e um conjunto de regras – ou estratégia.

Por outro lado, o ativo mais precioso de um trader é o tempo. Ele é finito, e se for possível tirar o máximo de proveito disso, a sua eficiência pode aumentar significativamente.

Os robôs traders fazem exatamente isso. Eles são pré-programados para seguir um conjunto de regras – a estratégia de preferência do trader – e podem operar 24h por dia, 7 dias por semanas, 365 dias por ano. 

Um software de trading automatizado funciona como uma extensão dos princípios do trading por algoritmos. A intenção era maximizar a capacidade dos traders e expandir seus horizontes para possibilitar a operação de ativos diferentes, em mercados diferentes, de maneira simultânea.

O conceito atual de EA foi proposto pela primeira vez em 1949 por Richard Donchian, sendo desenvolvido por John Henry na década de 80. Nos anos 90, os traders com experiência em tecnologia começaram a experimentar sistemas de trading automatizado por meio de algoritmos para uso proprietário. Em seguida, os softwares de trading automatizado chegaram às empresas de corretagem e aos gestores de ativos, onde se tornaram uma forma popular de automatizar os serviços de gestão de ativos dos clientes. A primeira solução para operar com um robô trader disponível ao público foi lançada pela Betterment em 2008. 

Você também pode gostar:

Como um robô trader funciona?

Os sistemas de trading automatizado executam modelos matemáticos avançados para tomar decisões de trading e realizar transações de alta velocidade.

Os EAs são projetados para replicar a forma tradicional pela qual as metodologias de trading tradicionais funcionam. Você tem uma estratégia que abrange um conjunto de regras, incluindo o que e quando comprar ou vender, onde operar, qual o nível de risco mais apropriado e muito mais. Basicamente, os EAs incluem toda a base da sua estratégia de trading.

A partir desse conjunto de regras, o robô trader é programado para operar automaticamente quando as condições predefinidas forem atendidas. Pense nos EAs como uma versão digital incansável e mais poderosa de você mesmo.

O software de trading automatizado pode ser vinculado a uma conta de corretagem ou codificado diretamente na linguagem de programação proprietária da plataforma específica – EasyLanguage para a plataforma TradeStation, NinjaScript para a plataforma NinjaTrader, MetaQuotes Language para o MetaTrader, entre outros exemplos.

Além das habilidades de programação, para desenvolver um software de trading automatizado, é preciso estar ciente de todas as disciplinas que os traders de sucesso se especializam, incluindo análise técnica, modelagem matemática, estatística e muito mais.

É por isso que desenvolver um EA é um processo caro e complicado. Em geral, os players mais importantes do setor contratam programadores experientes, com habilidades avançadas em C ++, Java, Python e outras linguagens, para desenvolver seus sistemas de trading proprietários do zero. Esse processo custa milhões de dólares e geralmente é feito somente por grandes empresas, incluindo bancos de investimento – como Goldman Sachs e JP Morgan – e mesas proprietárias de alta frequência – como Virtu, Jump Trading e Optiver.

A maioria das corretoras também investe em sistemas de trading automatizado. Dessa forma, os clientes têm acesso a assistentes de trading de alto nível para a otimização dos seus fluxos de ordens e das suas operações.

Alguns indivíduos ou traders comuns também usam robôs criados por eles mesmos ou que estão disponíveis em bibliotecas públicas.

O que um robô trader faz?

Basicamente, um software de trading automatizado faz o mesmo que o trader comum, mas de maneira mais eficiente, robusta e rápida. Por quê? O sistema automatizado retira as emoções da equação e opera apenas com base em regras predefinidas. A única estratégia aqui, mais uma vez, é comprar na baixa e vender na alta.

Em outras palavras: o software tenta tirar proveito de instrumentos que estão desvalorizados ou supervalorizados por um motivo específico, sejam fatores fundamentais, ineficiência do mercado ou fixação incorreta dos preços. 

Para determinar quais instrumentos valem a pena operar, o sistema considera uma grande variedade de fatores. Dependendo da estratégia e do risco dos traders, os EAs podem considerar tudo, desde fatores fundamentais, notícias e redes sociais, até indicadores de análise técnica, liquidez, volatilidade e vários outros parâmetros.

Os EAs com IA podem continuar operando para sempre. Eles param somente quando atendem às instruções predefinidas, como uma meta de lucro específica, um limite de operação, entre outras condições. 

“Se morrermos, ele continuará operando.”

Ben Goertzel, Aidyia

Embora possa parecer que os EAs são a chave para resolver todas as dificuldades dos mercados financeiros, a verdade é que eles também possuem muitas desvantagens. A lista varia de altos custos, devido à sua complexidade, a uma eficiência imprevisível e – muitas vezes – superestimada. No entanto, voltaremos a essa questão daqui a pouco.

Que parte do mercado é automatizada?

Por enquanto, vamos focar no avanço dos softwares de trading automatizado. Desde o início deste século, esse tipo de software vem se desenvolvendo e conquistando cada vez mais o mercado. Ele transformou a nossa forma de operar e como as bolsas e corretoras funcionam. Hoje, esse setor domina os mercados financeiros globais. Segundo um relatório da JP Morgan de 2017, apenas 10% das operações são feitas a partir de atividades convencionais – o restante é automatizado. 

De acordo com outro relatório, o mercado global de trading por algoritmos deverá crescer a uma taxa média anual de 3,5% entre 2020 e 2025. A Orbis Research, responsável pelo estudo, também prevê um crescimento semelhante no mercado de software de trading. Enquanto isso, a BusinessWire sugere números ainda mais impressionantes – eles estimam uma taxa média de crescimento anual de 10,6% para o período entre 2018 e 2026.

O que tudo isso mostra é que nossos mercados foram dominados por sistemas de trading automatizado, que representam entre 70% e 85% de toda a atividade de trading.

Riscos ao operar com um robô trader

Agora, vamos sair do mundo ideal para avaliar os assistentes de trading automatizado de outra perspectiva. 

Embora os EAs apresentem muitos aspectos positivos, eles não devem ser considerados a resposta definitiva para as atividades de trading. Na verdade, os EAs possuem riscos significativos para quem está apenas começando ou não entende bem a parte técnica desses assistentes.

Golpes

Ao procurar pelo sistema de trading automatizado mais adequado para suas necessidades, você encontrará dezenas de soluções que oferecem retornos extraordinários por preços baixos. Na maioria dos casos, essas soluções são apenas fraudes com o objetivo de tomar o seu dinheiro.

Lembre-se de que os custos para desenvolver um bom sistema de trading são altíssimos – basta pensar nas décadas de experiência coletiva que uma equipe de desenvolvimento precisa. Na maioria dos casos, uma equipe deve incluir estatísticos, matemáticos, traders, programadores, analistas de risco, entre outros profissionais. Agora pense no nível de conhecimento e nas horas de trabalho investidas no desenvolvimento de um sistema desses. Esses caras ofereceriam algo do tipo a um preço baixo?

É claro que não. Os sistemas de trading automatizado são caros por natureza. Um EA é uma propriedade intelectual e um sistema sofisticado, sendo desenvolvido para ser lucrativo. Portanto, não há como esse tipo de produto ser barato.

Para entender melhor, pense no que as empresas de trading mais bem-sucedidas têm em comum. A resposta é: seus dados são sigilosos e elas mantêm intencionalmente seus algoritmos para uso proprietário. É isso que molda toda sua vantagem competitiva. 

Para ter certeza que você está usando um sistema de trading de qualidade, confiável e testado, analise profundamente seus Termos e Condições, solicite informações técnicas e aprenda todos os detalhes sobre o seu funcionamento. Além disso, busque avaliações de fontes confiáveis – não acredite apenas em caras aleatórios no Reddit ou em depoimentos suspeitos. 

Além disso, soluções confiáveis geralmente oferecem um período de teste gratuito. Crie uma boa estratégia antes de ativar o período de teste para ver como ela é executada na prática. Se tudo funcionar bem e não surgirem sinais de alerta, selecione um plano pago ou adquira uma licença.

Falsas expectativas

Não espere que um sistema de trading automatizado será um atalho para o sucesso. No final, o robô trader sempre dependerá dos parâmetros programados e das regras que você deseja que ele siga. Portanto, se ele tiver dificuldades de desempenho, não desista – basta melhorar sua estratégia.

É claro que você não é o único culpado por ter falsas expectativas. Algumas empresas prometem uma taxa de sucesso de 80 a 90% para seus robôs de trading. 

Se isso for mesmo verdade, lembre-se de que essa taxa se baseia no desempenho passado. A dinâmica do mercado muda, e o histórico geralmente se mostra pouco relevante para futuras variações nos preços. Portanto, você sempre corre o risco de que a sua estratégia não atenda às expectativas espetaculares que foram prometidas.

É importante observar que até mesmo os melhores sistemas de trading baseados em IA, que são usados pelos principais hedge funds e corretoras do mundo, também não podem falhar. Não importa qual seja o nível da tecnologia no momento, ela ainda não é capaz de superar a complexidade dos mercados financeiros.

Velocidade

As oportunidades de lucro nos mercados atuais são de curta duração, o que significa que você deve estar na linha de frente se quiser aproveitá-las. Para isso, você precisa de um sistema de trading bem projetado e de uma conexão rápida. Em outras palavras: um sistema de alta velocidade.

A forma mais econômica de fazer isso é por meio de serviços de trading automatizado baseados em servidor e com uma infraestrutura próxima das corretoras nas quais você deseja operar. Dessa forma, você aproveitará uma execução de ordens mais rápida e confiável.

Isso ajudará a evitar problemas como slippage, que incomodam muitos traders e os impedem de realizar os lucros planejados. O slippage é a diferença entre o momento em que o sistema de trading marca os pontos de entrada e saída e o momento real em que o trader entrou e saiu. É possível descrevê-lo como a discrepância entre o preço esperado e o preço real no qual a operação foi executada.

Para entender por que a velocidade é tão crucial para os traders hoje em dia, basta pensar nos milhões de dólares que os traders de alta frequência pagam anualmente para obter direitos de colocação de ordens e reduzir o tempo de execução a uma fração de segundo. Sendo mais específico: cada milissegundo conta nesse jogo.

Embora nenhum sistema disponível ao público seja compatível com a infraestrutura dos traders de alta velocidade, você sempre pode fazer algo melhor do que simplesmente confiar no Wi-Fi da sua casa.

Complexidade da automação

Pode parecer que um software de trading automatizado só facilita o processo de trading. Você pode achar que esta é a ferramenta ideal, até mesmo para quem está apenas começando, mas a realidade é um pouco diferente.

Antes de qualquer coisa, reflita se você realmente precisa de um EA. Considere suas vantagens e desvantagens. Lembre-se de que, apesar de poupar o esforço de operar manualmente, os dois métodos seguem a mesma estratégia. Além disso, se ele for inserido diretamente no terminal da corretora, algum nível de programação pode ser necessário. Se isso estiver além das suas habilidades, será preciso pagar pelo serviço de um programador para aplicar sua estratégia e implementar possíveis alterações ao longo do processo. 

Em todo caso, seja aderindo a uma solução paga ou desenvolvendo uma do zero, esse sistema vai custar algum dinheiro. Portanto, considere esses fatores ao decidir se quer usar um EA.

Além disso, caso você esteja apenas começando, é sempre melhor lidar com algumas operações manuais para aprender. Dessa forma, você ganhará experiência e se familiarizará com o funcionamento dos mercados financeiros. Você ainda conhecerá toda a mecânica do mercado e saberá o que deve buscar e adotar ao desenvolver seu próprio EA.

É fundamental entender que o sucesso de um trader depende de sua estratégia, não da rapidez com que ela é aplicada. Os sistemas de trading automatizado convencionais seguem a sua vontade; portanto, defina o seu plano antes de qualquer outra coisa.

Vantagens e desvantagens do day trade automatizado com robôs traders

Ao contrário do que parece, sistemas de trading automatizado e EAs não trazem apenas vantagens. Na verdade, eles têm desvantagens igualmente importantes que devem ser consideradas ao decidir entre trading automático ou manual. Aqui estão as mais importantes:

Vantagens

Retira as emoções da questão

Não é uma surpresa que um dos principais desafios dos traders iniciantes – e até mesmo de alguns intermediários – seja manter seu autocontrole e disciplina. Como já dissemos várias vezes, os melhores traders se destacam dos demais graças à sua determinação em manter seus planos, não importa o que aconteça. 

O grande benefício de um robô trader é que ele não toma decisões irracionais após algumas operações perdidas. Em vez disso, ele continuará seguindo as regras da sua estratégia, sem sofrer com pressão, ganância, medo, FOMO, entre outros fatores que afetam os traders humanos.

Maior velocidade

O trading automatizado é muito mais rápido em termos de execução de ordens se comparado com o trading manual. E o motivo é simples: o computador é capaz de reagir a um sinal específico em menos de um segundo, o que é fisicamente impossível para um trader humano. 

Além disso, posições abertas são geralmente acompanhados por um stop loss ou outros tipos de ordem, que também levam tempo para serem configurados manualmente. Esse atraso geralmente se traduz em lucro perdido. Logo, quanto mais rápido você entrar em uma operação, melhores serão os resultados.

Permite a aplicação de estratégias de trading mais complexas

Um bom sistema de trading permite a inclusão de diversos parâmetros e fontes de dados ao criar sua estratégia de trading. Você pode criar uma estratégia multidimensional que considere indicadores de sentimento do mercado, sinais técnicos, redes sociais, fatores fundamentais – como índice P/L e rendimentos – volume de operação, informações específicas de ativos, entre outras variáveis, e ainda pode aplicá-las instantaneamente. 

Isso levará muito tempo ao operar manualmente, e você ainda pode perder grandes oportunidades ao longo do caminho.

Mais poderoso

Já discutimos as dificuldades do day trade, como abrir e fechar várias posições em uma única sessão de trading. Agora, considere a dificuldade que os day traders têm ao operar em vários mercados ou em vários ativos simultaneamente.

Por outro lado, um robô trader pode ajudá-lo a criar e explorar oportunidades de arbitragem, o que significa que você terá muito mais eficiência. Além disso, traders humanos tendem a perder oportunidades de trading, enquanto os EAs conseguem identificar tudo.

Desvantagens

Risco técnico

Embora os computadores sejam muito mais confiáveis do que traders humanos, devemos observar que eles também apresentam alguns riscos. A maioria deles está relacionada a situações em que o sistema é executado localmente, podendo variar de falta de energia e falhas técnicas à perda de conexão à Internet. Lembre-se desses fatores ao considerar o uso de EAs. Afinal, você não quer ficar preso em uma operação por conta de um problema técnico, certo?

Longe de ser perfeito

Muitos acreditam que EAs podem torná-los grandes traders de uma hora para a outra. A verdade é que sistemas de trading automatizado são tão bons quanto a estratégia que eles foram programados para executar. Os robôs traders com IA também têm dificuldades para superar padrões de desempenho até mesmo de traders humanos. 

Um estudo interessante sobre o assunto concluiu que robôs consultores são ótimos intermediários de informações, atuando como uma alternativa viável aos analistas sell-side tradicionais. Isso significa que os robôs não substituem os seres humanos, mas nos complementam.

Você ainda deve ficar de olho neles

Embora sejam automatizados, os robôs não devem atuar sem monitoramento. Problemas de conexão, questões técnicas, falhas sistêmicas – estas e muitas outras preocupações raras, porém válidas, podem interromper a atividade de um EA, o que pode lhe custar muito dinheiro. Além disso, é preciso considerar possíveis anomalias no mercado e nas operações, o que exigirá que você intervenha e ajuste os parâmetros do sistema. 

E não vamos esquecer que um robô trader foi a causa do Flash Crash em 2010, em que uma falha de trading custou US$440 milhões à Knight Capital.

Pode ser caro

Desenvolver ou alugar um sistema de trading automatizado pode ser um investimento significativo. Rode algumas simulações com as metas de lucro ideais e a exposição ao risco que você deseja para torná-lo economicamente viável e cobrir esses custos. 

Considere também a frequência com que planeja operar. Se você pretende fazer apenas algumas operações por dia, talvez o trading manual seja o melhor caminho. Se, por outro lado, você planeja operar constantemente – fazendo dezenas de operações por dia –, os EAs podem ser muito úteis. 

Esse ponto se aplica principalmente aos traders comuns. Empresas de trading, grandes bancos de investimento ou gestores de ativos que usam sistemas de trading automatizado operam em uma escala muito maior, o que reduz significativamente seus custos.

Você deveria usar robôs traders (EAs)?

A resposta curta é: sim, com certeza. Você pode pelo menos se familiarizar com o conceito e descobrir se ele pode ajudá-lo em suas operações. No entanto, não mergulhe de cabeça só por ser um conceito novo e moderno. O robô trader podem ser um brinquedo novo e interessante para um trader comum, mas o seu uso não é adequado a qualquer um.

Não importa se a sua operação é executada com um simples clique ou automaticamente – o que importa é a eficiência da sua estratégia. Se você acha que ela funciona bem e seria bom aumentar seu volume, considere o uso de um EA. 

Além disso, só use um software de trading automatizado se você puder pagar por um sistema bom e confiável. Portanto, analise a documentação em detalhes. Além disso, avalie o nível de suporte disponível, o que inclui a frequência das atualizações e todas as informações técnicas relevantes para você. Evite softwares pouco transparentes.

Não use um EA se não puder monitorá-lo regularmente. Os traders de maior sucesso acompanham a execução do seu assistente de trading em ação, fazendo ajustes regularmente e intervindo quando necessário. No livro “Market Wizards: Interviews with Top Traders”, de Jack Schwager, vemos que os traders mais bem-sucedidos atuam ativamente em seus sistemas de trading – eles não simplesmente sentam e relaxam enquanto o EA faz todo o trabalho.

No fim das contas, a decisão final é sua. E é provável que você já tenha uma resposta após ter lido este artigo inteiro.

Perguntas Frequentes

Posso criar meu próprio software de trading automatizado?

Sim, você pode, contanto que tenha as habilidades de programação necessárias. No entanto, isso não é recomendado se você não for um programador experiente, pois sistemas de trading são programas muito sofisticados. O objetivo final é ganhar dinheiro – se você não confiar plenamente na sua capacidade, não faça isso por conta própria.

Quanto custa um software de trading automatizado de qualidade?

Depende do nível de personalização – se ele foi desenvolvido do zero ou se você escolheu uma solução pronta – e se há uma taxa de manutenção ou outros custos permanentes. Uma coisa é certa: esses sistemas não saem baratos. Portanto, se lhe oferecerem um robô trader perfeito, com a promessa de mudar a sua vida, e tudo isso por apenas US$100, apenas ignore.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Retração de Fibonacci – O que é e como usar

Conta de Trading Financiada – Como se tornar um trader financiado

Média Móvel Exponencial – Estratégias e dicas da MME