pt
en
es
ar

Blog

Guias de trading, webinários e histórias

Indicador Saldo de Volume (OBV) – Guia completo para traders

On-Balance Volume Indicator (OBV)
F T L
21 minutos de leitura
blog ad pt e2t

O mundo dos indicadores de momentum tem tanto a oferecer que os traders muitas vezes ficam confusos quanto às melhores ferramentas capazes de melhorar seu desempenho. O indicador Saldo de Volume (OBV) geralmente está entre os primeiros a serem considerados – e com razão. Por ser um indicador baseado em informações de fluxo de volume, é uma ferramenta útil para ajudar os traders a prever mudanças nos preços dos ativos e aproveitar seu momentum. Neste guia, nos aprofundaremos no indicador OBV e veremos como usá-lo, suas vantagens e desvantagens, além de como ele se compara com outros indicadores.

O que é o indicador Saldo de Volume (OBV)?

O Saldo de Volume (OBV) é um indicador de momentum que usa informações de fluxo de volume para ajudar os traders a prever melhor as mudanças nos preços das ações. O OBV também é visto como uma ferramenta que reflete a maneira pela qual o sentimento geral do mercado prevê os resultados em mercados de alta ou de baixa. Em outras palavras, é uma forma de medir a pressão de compra e venda.

O indicador foi introduzido por Joseph Granville em 1963. Ele publicou o conceito em seu livro “New Key to Stock Market Profits”, onde analisou a importância do volume para identificar as mudanças nos preços das ações.

O conceito do indicador se baseia na ideia de que quando há um aumento no volume de negociação, mesmo que não afete o preço a princípio, isso afetará em algum momento. O preço aumentará ou diminuirá, dependendo do tipo de ordem que prevalecer no mercado.

Quando foi introduzido pela primeira vez, o indicador foi considerado algo revolucionário. Ainda hoje, ele continua muito popular entre os traders técnicos. No entanto, assim que o volume do mercado se tornou alvo de manipulações, os princípios básicos da maioria dos indicadores de volume começaram a perder sua utilidade.

Hoje os traders também usam o Saldo de Volume como uma ferramenta para ajudá-los a descobrir quando os investidores institucionais e independentes estão presentes no mercado. Ele também permite distinguir o volume gerado por cada grupo de trader. Se, por exemplo, o volume aumenta, mas o preço permanece relativamente estável, isso pode ser uma indicação de que fundos mútuos e de pensão estão comprando os instrumentos que os investidores independentes estão vendendo. Quando o preço acompanha o volume e sobe, é sinal de que os investidores institucionais começaram a vender, enquanto os investidores independentes passaram a comprar.

Você também pode gostar:

Entendendo o indicador OBV e como ele funciona

Para ajudá-lo a entender do que realmente se trata o indicador OBV, vamos ver como ele funciona.

Podemos começar dizendo que o indicador OBV é um indicador cumulativo. Isso significa que sempre que houver uma variação no preço do instrumento, o volume é ajustado no OBV total acumulado.

Portanto, se o preço aumentar, o volume é adicionado ao OB; se o preço cair, o volume é subtraído. Há também um terceiro cenário em que o preço permanece estável. Nesse caso, nenhum volume é adicionado ou subtraído.

Dependendo do estado do mercado, o valor do OBV pode ser positivo ou negativo. Os valores positivos são registrados quando o preço de hoje supera o preço de fechamento de ontem, enquanto os valores negativos aparecem quando o preço de hoje está abaixo do preço de fechamento de ontem. O indicador OBV também pode ser visto como um indicador que oscila em torno da linha zero.

No entanto, por conta do modo de funcionamento do indicador Saldo de Volume, os traders não se importam muito com seu valor numérico em si, mas sim com a natureza do movimento do indicador e a inclinação da linha. Veja como o indicador OBV é exibido em um gráfico: 

Saldo de Volume em um gráfico

O OBV é exibido como uma linha azul na parte inferior do gráfico. Você também pode ver o valor numérico do indicador, embora ele não seja considerado tão importante. O importante é observar a inclinação da linha e em sua direção geral, pois esses parâmetros indicam melhor a pressão de compra e de venda.

Em poucas palavras, a ideia do OBV é que o preço do instrumento deve seguir o volume de negociação.

Cálculo do Saldo de Volume

Fórmula

A fórmula que usamos para calcular o indicador Saldo de Volume é muito simples e direta:

OBV = OBVprev ± volume de negociação

Onde:

  • OBV: o nível atual para o indicador Saldo de Volume 
  • OBVprev: o nível para o indicador Saldo de Volume no dia anterior 
  • Volume de negociação: o último volume de negociação, que pode ser positivo, negativo ou zero 

Como calcular

Calcular o OBV é muito fácil se você souber lidar com a relação entre os preços de fechamento de dois dias de trading consecutivos. 

Pode haver três cenários diferentes, dependendo da relação de preço: o preço de hoje pode ser maior, menor ou igual ao de ontem. Aqui está como a fórmula do indicador OBV é usada em cada um dos três cenários:

Quando o preço de hoje é maior que o de ontem:

OBV = OBVprev + volume de hoje

Quando o preço de hoje é menor que o de ontem:

OBV = OBVprev – volume de hoje

Quando os dois preços são iguais:

OBV = OBVprev 

Aqui está um exemplo de preço e volume de negociação de uma ação hipotética para ilustrar como esses cálculos funcionam na prática:

  • Primeiro dia: preço de fechamento de US$50,00, com volume de 10.000 ações 
  • Segundo dia: preço de fechamento de US$50,10, com volume de 12.500 ações 
  • Terceiro dia: preço de fechamento de US$50,15, com volume de 11.000 ações
  • Quarto dia: preço de fechamento de US$50,14, com volume de 14.000 ações 
  • Quinto dia: preço de fechamento de US$50,14, com volume de 12.000 ações 

No exemplo acima, podemos ver que o segundo e o terceiro dias são de alta, enquanto os demais são dias de baixa. O volume dos dias de alta é adicionado ao OBV, enquanto o volume dos dias de baixa é subtraído. É assim que fica o OBV de cada dia, com base nos dados acima:

  • OBV do primeiro dia = 0 
  • OBV do segundo dia = 0 + 12.500 = 12.500
  • OBV do terceiro dia = 12.500 + 11.000 = 23.500
  • OBV do quarto dia = 23.500 – 14.000 = 9.500
  • OBV do quinto dia = 9.500

Como no quinto dia o preço não mudou, o OBV permanece igual ao do dia anterior.

Como usar o Saldo de Volume

Hoje em dia, os traders usam o indicador Saldo de Volume para identificar confirmações de tendências, reversões de tendências (divergência), mercados em sobrevenda e sobrecompra, etc.

Mencionamos que os traders usam o indicador OBV para identificar a presença de investidores institucionais e independentes, e agora veremos como você pode lucrar com isso.

O ideal é ficar de olho em divergências entre preço e volume. Essas divergências podem ajudar os traders técnicos a reconhecer dois movimentos de mercado futuros:

  • O preço à vista diminui – quando o volume de negociação diminui sem uma redução simultânea do preço;
  • O preço à vista aumenta – quando o volume de negociação sobe sem um aumento de preço simultâneo.

Essas situações indicam que pode haver oportunidades de compra ou venda contra tendências que estão incorretas.

A maneira mais básica de capitalizar nessas situações é vendendo quando o volume está diminuindo sem ser seguido por uma queda de preço imediata. Você também pode comprar quando notar o volume de negociação subindo, mas sem uma alta de preço logo em seguida. O indicador OBV sugere que o preço logo seguirá a direção do volume, seja qual for o cenário.

Investidores institucionais mais sofisticados levam esse tipo de estratégia para outro nível. Eles aumentam artificialmente o preço apenas para que os pequenos investidores sigam o movimento e fortaleçam a tendência prevalecente. Em geral, os investidores de menor porte não querem perder a oportunidade de lucrar com um momentum potencialmente estável. É por isso que eles entram no movimento geral quando o preço começa a subir. É nesse momento que os investidores institucionais começam a realizar seus lucros vendendo para os investidores independentes que estão entrando no mercado.

Aprender a aplicar o indicador OBV para identificar essas práticas o ajudará a se manter longe dessas tendências instáveis e influenciadas artificialmente.

Em quais mercados o indicador OBV funciona?

É importante observar que, assim como outros indicadores de volume populares, como o oscilador de Klinger, o índice de volume negativo e o índice do fluxo de dinheiro, o indicador OBV funciona apenas em mercados com volume associado a uma Bolsa. Na maioria dos casos, isso significa que são mercados transparentes e regulamentados.

O trader não deve usar o indicador OBV como o grande pilar da sua estratégia. Esta é apenas uma ferramenta para complementar uma estratégia estável e bem testada. Operar com base somente no volume não é algo viável nos mercados de hoje.

Configurando seus gráficos

Como um indicador de controle de volume, o OBV vem pronto para funcionar e não requer nenhum ajuste específico. As configurações são predefinidas, pois o Saldo de Volume ajusta automaticamente seus valores com base em cálculos automatizados.

No entanto, você sempre pode alterar a cor ou a espessura da linha do indicador, caso considere que isso é importante para melhorar seu uso. Por exemplo, se a linha for verde por padrão e você preferir olhar para gráficos de candlestick simples, é possível mudar a cor da linha para evitar uma confusão visual.

Para sua conveniência, você também pode alterar a posição do OBV em seu gráfico para melhorar a gestão do seu espaço de trabalho.

Ao configurar o indicador Saldo de Volume em seu gráfico, você deve evitar analisá-lo em tempos gráficos muito pequenos – menores de quatro horas –, pois esses períodos apresentam alta volatilidade, o que pode adicionar um ruído desnecessário.

Divergência

Reconhecer as divergências de tendência é uma habilidade essencial para navegar com sucesso pelo mundo do trading. O OBV pode ajudá-lo nesse sentido. Ele é capaz de indicar se o preço do instrumento sendo operado está prestes a sofrer uma reversão ou se ele manterá a tendência vigente.

Veja como isso funciona na prática. Em uma tendência de alta, temos uma divergência quando o preço atinge máximos mais elevados, mas o OBV registra máximos mais baixos. Isso é chamado de divergência de baixa, e temos aqui um exemplo:

Divergência de baixa

Enquanto isso, em uma tendência de baixa, ocorre uma divergência quando o preço registra novos mínimos, enquanto o OBV atinge mínimos mais altos. Isso é o que chamamos de divergência de alta, e você pode ver um exemplo abaixo.

Divergência de alta

Quando o OBV atinge um máximo mais baixo, isso significa que os compradores estão perdendo a força, indicando um aumento na pressão de venda. Por outro lado, quando o OBV atinge um mínimo mais alto, isso significa que os vendedores estão perdendo o momentum, logo a pressão de compra está começando a aumentar.

Essas discrepâncias entre o preço e o volume podem ajudá-lo a prever futuras reversões de tendência. Olhando apenas para o preço, você pode presumir que a tendência está prestes a continuar, mas se também incluir o OBV na combinação, será possível obter um sinal adicional de que a direção do preço está prestes a mudar.

Linhas de tendência / confirmação de tendência

Traders que costumam usar o OBV buscam confirmações de tendências ou tentam identificar corretamente a força e a direção da tendência em andamento.

O raciocínio aqui é simples: se o preço de um determinado ativo está subindo em conjunto com o volume, você tem a confirmação de que a tendência é estável. Por exemplo, se você observar uma tendência de alta de preços refletida no volume, a teoria sugere que você deve esperar que a tendência continue.

Inclinação da linha do Saldo de Volume

Também é útil considerar a inclinação da linha OBV. Uma tendência acompanhada por uma linha OBV com uma inclinação mais acentuada indica que ela está se fortalecendo e que novos participantes estão buscando um ponto para entrar no mercado.

Além disso, tenha em mente que se a mudança na inclinação for muito drástica, isso também pode indicar que a tendência está chegando ao fim. A psicologia do mercado mostra que os traders tendem a ser mais positivos quando a tendência se aproxima do fim por conta dos movimentos recentes do mercado na direção da tendência. Nesse sentido, uma linha OBV muito íngreme sinaliza que o sentimento do mercado está ficando muito positivo ou muito negativo. Portanto, uma reversão pode estar próxima.

Para fornecer mais um nível de confirmação, o desenvolvedor original do indicador OBV e a maioria dos traders que o aplicam sugerem combiná-lo com uma média móvel de 20 períodos.

Estratégias de trading com Saldo de Volume (OBV)

O fato de o indicador Saldo de Volume ser uma ferramenta tão simples, porém poderosa, faz dele uma escolha muito popular para todos os tipos de traders. De iniciantes a profissionais, cada participante do mercado reconhece os benefícios de complementar sua estratégia de trading com um indicador de volume.

O que todos esses traders têm em comum é uma regra simples: sempre siga e opere na direção do indicador OBV.

Vejamos algumas das estratégias de trading mais utilizadas com base no indicador OBV.

Identificando rompimentos

Embora não seja aconselhável, alguns traders preferem operar combinando apenas a tendência do preço e o indicador OBV. Isso pode ser uma estratégia fácil de aplicar e relativamente sólida para monitorar rompimentos.

Para fazer isso, os traders começam identificando grandes níveis de suporte e resistência. Em muitos casos, o OBV pode ajudar a confirmar um rompimento antes mesmo de o preço subir ou descer. Isso porque o volume é muitas vezes uma representação clara da pressão de compra ou venda e afeta o comportamento dos traders antes que o preço comece a refleti-lo.

Veja como a estratégia aparece em um gráfico. Como você pode ver, o OBV rompe os canais antes do preço. Alguns momentos depois, o preço segue o movimento e estabelece uma clara tendência de alta.

Rompimentos no Saldo de Volume

Traders que usam o OBV para detectar rompimentos abrem uma posição no nível de preço em que ocorre o rompimento, conforme previsto pelo indicador de volume. Por fim, eles complementam a posição com um stop loss bem próximo – acima ou abaixo da oscilação mais recente –, o que pode gerar um lucro baixo, mas estável.

O indicador de volume também ajuda a identificar rompimentos falsos. Situações de rompimentos falsos ocorrem quando há uma queda no volume ou mesmo um pequeno aumento durante um rompimento. Isso indica falta de interesse e sinaliza que há uma probabilidade maior de haver um rompimento falso.

Essa estratégia funciona até mesmo com classes de ativos em que o preço tende a variar por muito tempo, o que pode fazer com que os traders percam a concentração. 

Identificando movimentos de exaustão

O volume pode ajudar os traders a identificar cenários em que os participantes do mercado estão perdendo o momentum e, consequentemente, uma mudança estável na direção da tendência está prestes a ocorrer.

Essas situações são o que geralmente chamamos de exaustão de alta ou de baixa. Elas são normalmente seguidas por uma divergência. A ideia é que um mercado de alta seja acompanhado de um volume crescente. Isso porque, para continuar pressionando a alta dos preços, os participantes do mercado precisam que o entusiasmo também continue aumentando.

Os traders aplicam o indicador OBV para identificar mercados em sobrecompra e sobrevenda com uma forte tendência de retornar à média. Para fazer isso, os traders analisam a discrepância entre a linha OBV e a tendência de preço. Se a tendência se move muito em qualquer direção enquanto o OBV está atrasado ou se movendo na direção oposta, os traders experientes consideram que este é um bom momento para entrar no mercado.

Aqui está como operar nessa situação. Quando o preço está atingindo máximos mais altos, mas o OBV marca máximos mais baixos, há uma boa chance de ocorrer uma reversão de preço. No entanto, não é aconselhável operar com base nesses sinais imediatamente. A melhor coisa é adicionar um oscilador para ajudá-lo a confirmar sua entrada no mercado.

No exemplo abaixo, um sinal válido é um fechamento do preço abaixo da linha de tendência inferior do canal ascendente. Se o OBV também confirmar, você pode abrir uma posição vendida assim que o preço fechar abaixo da linha de tendência.

Linha de tendência 1 no Saldo de Volume

No entanto, para aplicar essa tática, é essencial ter em mente que uma mudança de preço com um volume baixo não é um sinal forte. É sempre melhor agir durante uma mudança de preço com um volume maior, pois isso indica que algo mudou fundamentalmente.

Exemplos de operação usando o Saldo de Volume

Vejamos agora um exemplo de como usar o Saldo de Volume para identificar situações em que a tendência salta além da linha geral de preço e sofre uma reversão. Para esse exemplo, usaremos a ação GOOGL.

Para prever melhor as mudanças na direção do preço, combinamos o OBV com uma média móvel de 20 dias. Como você pode ver, o OBV segue a média móvel muito de perto em algumas partes do gráfico. Em outros, os dois estão bem longe. Isso ocorre porque escolhemos um período muito volátil para o instrumento específico. Em geral, ao analisar tempos gráficos maiores – um dia ou mais –, a volatilidade será menor. Isso significa que os dois indicadores devem andar juntos.

Linha de tendência 2 no Saldo de Volume

Toda vez que o indicador Saldo de Volume ficar abaixo da média móvel e depois voltar a ficar acima dela, o preço sofrerá uma rejeição em relação à linha de tendência. Essa rejeição gera um novo movimento de alta.

Vantagens e desvantagens de usar o indicador OBV

Embora seja o indicador de volume mais popular, o OBV não é exatamente perfeito. Ele tem seus pontos positivos, mas também apresenta algumas desvantagens notáveis. Algumas delas podem custar caro para o trader caso não sejam levadas em consideração antes de construir sua estratégia de trading.

Vamos analisar as vantagens e desvantagens do indicador Saldo de Volume. Isso o ajudará a descobrir se vale a pena incluí-lo em seu plano de trading.

Vantagens do OBV

Simples e fácil de usar até mesmo para iniciantes

Tudo, desde o cálculo até a forma como é traçado no gráfico e os sinais gerados, pode ser aprendido em poucas sessões de trading. É claro que você terá que dominar o uso do indicador ao longo do tempo para diferenciar melhor o volume institucional do volume gerado por traders independentes. Também pode haver sinais falsos e fluxos de ordens inflados. No entanto, podemos dizer que o OBV está entre os indicadores mais amigáveis para iniciantes.

Funciona em todos os mercados

O uso do indicador Saldo de Volume é testado e comprovado em todos os mercados, sejam ações, renda fixa, futuros, Forex, criptomoedas, etc. A única condição é que o mercado tenha seu volume associado a uma Bolsa e que você analise tempos gráficos mais longos.

A melhor ferramenta para complementar uma estratégia de trading com sinais baseados em volume

A maioria dos traders considera o OBV o mais popular entre todos os indicadores de volume. É um indicador em tempo real, o que significa que está entre as ferramentas favoritas dos day traders. Os investidores de longo prazo também usam o OBV. O mesmo acontece com profissionais que desejam complementar suas análises com uma perspectiva baseada no volume.

Desvantagens do OBV

O volume está sujeito a manipulação hoje em dia

Formadores de mercado e traders de alta frequência muitas vezes inflam os números do volume, gerando ordens falsas e cancelando-as antes da execução. Um grande aumento no volume de negociação pode desequilibrar o indicador por um tempo. Caso confie apenas nele, você pode ser levado a apressar sua decisão de trading por conta de uma tendência falsa.

Requer uma confiança cega

O OBV é um indicador leading, o que significa que ele gera sinais, mas ele não revela muitas informações sobre eles. As informações são limitadas e o trader não consegue analisar os fatores que levaram a um determinado sinal. Por exemplo, o OBV adiciona ou subtrai o mesmo volume, independentemente do movimento de preço. Mesmo que sejam apenas alguns centavos.

Por isso, consideramos que o indicador é inconclusivo em termos de dados para análise de preços. Isso significa que o trader deve confiar em cada sinal gerado. 

Não pode ser usado como uma medida independente

Embora isso possa ser dito para praticamente todos os indicadores, esse ponto é ainda mais importante para o OBV. Devido à falta de dados conclusivos para a análise de volume, os traders devem complementar o OBV com outros indicadores. Muitos traders usam uma média móvel em conjunto com o OBV para monitorar rompimentos, por exemplo.

A diferença entre o Saldo de Volume e outros indicadores

O indicador Saldo de Volume é, sem dúvida, o indicador de volume de trading mais popular, além de ser considerado um dos mais confiáveis entre os traders.

Para determinar se isso é verdade, o ideal é compará-lo com as alternativas e descobrir as principais diferenças.

Saldo de Volume (OBV) vs. Delta Cumulativo

Um dos indicadores que os traders mais comparam com o OBV é o indicador de volume Delta Cumulativo. No entanto, além do fato de serem indicadores de volume, os dois não possuem grandes semelhanças.

Enquanto o OBV considera todo o volume, o Delta Cumulativo reflete apenas o volume que ocorre nos lados de compra e de venda. Ele obtém os valores de delta de todas as barras e os combina para gerar um gráfico. O indicador é útil quando o trader tenta identificar a pressão de compra e venda em diferentes níveis de preço – ou seja, oscilações de alta e baixa.

Pense no OBV como um indicador mais completo e no Delta Cumulativo como um indicador específico. Enquanto o OBV fornece uma visão mais ampla, o Delta Cumulativo mostra apenas os extremos.

Traders que operam com base no fluxo de ordens consideram ambos os indicadores úteis e podem aplicar cada um deles de acordo com a situação.

Saldo de Volume (OBV) vs. Acumulação/Distribuição

O indicador OBV é parecido com o indicador Acumulação/Distribuição no sentido de que ambos são indicadores de momentum e ajudam a detectar a presença de investidores institucionais nos mercados. No entanto, fora isso, esses dois indicadores são bem diferentes.

A principal diferença é a maneira pela qual calculamos os dois. No caso do OBV, ele adiciona o volume dos dias de alta e subtrai o volume dos dias de baixa. No caso do indicador Acumulação/Distribuição, a fórmula toma a posição do preço atual em relação à sua faixa de trading mais recente e o multiplica pelo volume do período específico.

Isso significa que o indicador A/D não leva em consideração o preço de fechamento anterior. Ele também usa um multiplicador baseado no ponto exato dentro da faixa do período em que o preço fechou.

O indicador A/D considera as principais forças por trás dos movimentos de preço. No entanto, ele não leva em conta as mudanças de preço de um período para outro, o que pode criar anomalias e enganar os traders.

Isso não quer dizer que um indicador seja melhor que o outro. Nós apenas os calculamos de maneira diferente. Isso significa que os traders podem usar os sinais gerados para confirmar ou rejeitar uns aos outros. Se usados em conjunto, sinais de força presentes em ambos os indicadores podem indicar uma clara pressão de compra. Enquanto isso, sinais de fraqueza em ambos devem ser consideradas como um aumento na pressão de venda.

Vale a pena usar o indicador OBV hoje em dia?

Para responder essa pergunta, devemos nos concentrar em duas características principais dos mercados atuais: volume e volatilidade. Ambos já mudaram muito desde que o indicador OBV foi proposto pela primeira vez nos anos 60.

Atualmente, o volume de negociação e a volatilidade estão crescendo. Os mercados evoluíram de tal forma que hoje operamos a preços muito mais instáveis. Vejamos o que isso significa no contexto do indicador OBV.

Embora o indicador OBV possa funcionar em mercados de baixo e alto volume, não podemos confiar nele durante períodos de volatilidade. Altas e quedas de curto prazo, crashes relâmpagos, cancelamento de operações – todos esses fatores estão presentes nos mercados atuais e afetam o volume de negociação e desestabilizam os preços. Isso pode ultrapassar os limites do OBV e aumentar a geração de sinais falsos.

Como vimos durante o Flash Crash de 2010, até mesmo um trader independente pode desestabilizar toda uma classe de ativos ao gerar um volume de negociação artificial em seu computador. Os mercados evoluíram muito tecnologicamente, mas também ficaram mais frágeis.

O Saldo de Volume pode ser usado hoje se for aplicado em conjunto com outros indicadores. Dessa forma, ele pode ajudar a identificar melhor as reversões, confirmações ou divergências de tendências, complementando sua estratégia de trading.

No entanto, nos mercados atuais, não vale a pena usá-lo sozinho. Usar o OBV como o único indicador da sua estratégia pode ter consequências desastrosas.

Perguntas Frequentes

Vamos abordar as perguntas mais populares sobre o indicador Saldo de Volume e sua aplicação:

O que significa volume negativo no OBV?

Um volume negativo no OBV significa duas coisas: 1) o preço de hoje é menor que o preço de fechamento de ontem; 2) o volume de negociação de hoje é maior que o volume de negociação de ontem. Um volume negativo no OBV geralmente sinaliza um aumento na pressão de venda e uma possível tendência de baixa.

Quão preciso é o Saldo de Volume?

O Saldo de Volume é mais preciso quando o mercado está estável, isto é, quando os níveis de volatilidade são baixos e, mais importante, quando você o aplica em tempos gráficos maiores. O indicador pode ajudar a identificar reversões ou confirmações de tendências. No entanto, você não deve confiar somente em seus sinais para operar. O OBV é mais preciso quando usado em conjunto com outros indicadores.

blog ad pt e2t

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Índice de Canal de Commodities – Como usar o indicador CCI

Liquidez de Mercado – Como isso afeta suas operações?

Drawdown – Como funciona e como gerenciar